SANDI PATTY LOVE IN ANY LANGUAGE

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

AS PROFECIAS E AS ÚLTIMAS COISAS E UM GRANDE FATO DESAPERCEBIDO OCORRIDO NÃO HÁ MUITO TEMPO


Um dos dilemas reais e dos que se propõem a ler a Bíblia é como uma profecia determina ou apenas antevê o que de fato sucederá.

Judas e sua traição foi prevista cerca de setecentos anos antes do nascimento do Senhor Jesus Cristo, porém Judas não foi obrigado a ser e fazer o que que fez! ( uma análise da vida de Judas foi feita em outra postagem desvendando boa parte das circunstâncias históricas conhecidas acerca da sua personagem )

Calvinistas na sua cosmovisão asseveram que tudo está escrito e determinado, na visão deles pré determinado a começar pela salvação seguido-se ( por coerência ) a todas as demais coisas chegando ao exagero e no erro de creditarem a Deus todo o mal acontecido a cada pessoa sobre a Terra em toda a história humana. Nem é necessário no momento, mais uma vez, demostrar o quanto estão pateticamente errados, biblicamente mas também diante dos fatos cotidianos e rais diante de nós. Assemelha-se a cosmovisão calvinista a teologia das Testemunhas de Jeová, biblicamente não se sustenta e diante da realidade se contradizem grosseiramente! Mas uma análise do calvinismo e de outros erros interpretativos do mundo, foram feitas em outras postagens, para calvinistas, arminianos, católicos, ortodoxos e para todos que têm em Cristo a esperança máxima e única de redenção, os fatos a que essa postagem objetivamente trás a público é o que realmente importam!

Logo Judas não pecou porque nasceu para cometer o desatino que cometeu mas Judas ao longo da sua vida e por haver circunstancialmente estado próximo à existência do Salvador fez todas as opções erradas diante da possibilidade de ser um discípulo de Jesus, um crente, um convertido e um salvo. A revelação profética desse desastre foi usado por Deus como prova para nós os que ouviríamos acerca de Cristo e teríamos nesse e em outros fatos uma confirmação de que Jesus era de fato o Messias prometido por Deus para a salvação dos que cressem nEle.


Entretanto, Satanás, que não vê o futuro, nem mesmo um palmo diante de seus olhos se assemelha a um ser humano inclinado ao mal que apenas racionalmente joga com as deduções que faz, como um audacioso estrategista que almeja ganhar uma disputa a todo custo, mesmo com o jogo claramete perdido ainda tenta todas as possibilidades!
Satanás jamais teve certeza de que Jesus era o Messias, mesmo porque o número de malucos ( naquele tempo e hoje ) por simples distúrbios mentais, como o brasileiro Enri Cristos, almejavam e almejam ser de profetas a Messias, e não poucos acharam em preno século vinte que não morreriam ( e claro morreram). Desse modo Jesus Cristo, o verdadeiro Mesiais poderia apenas ser mais um maluco!

O Diabo então toma Jesus no deserto e leva-o ao ponto mais lato do Templo e mostra-lhe ( talvez numa visão realista e futurista ) todos os reinos do mundo, possivelmente o auge do śeculo XXI, de longe muito mais glorioso que o século XXVII aD ( data mais real do evento em questão ) e diz como sempre uma meia verdade: "porque são meus e a mim foram dados". Jesus em outro momento o chamara de "príncipe desse mundo" confirmando essa triste realidade. Nem contudo após a morte de Jesus Cristo, após todos os milagres e ensinamentos Satanás teve certeza de que Jesus era a o Messias, somente após a ressurreição do Salvador e a tática de Satanás foi perseguir e lutar contra a Sua Igreja, a Igreja de Cristo,perseguindo, torturando, matando, usando de Judeus a pagãos para apagar da história humana o evento feito pelo próprio Deus, a obra acabada da nossa redenção!

Mas de lá para cá Satanás usa outros artifícios: entra na própria Igreja de Cristo e enfraquece por dentro embora fraca e errática ela cumpre o papel de preservar a história de Cristo e fazer que todo o novo mundo, as Américas ouçam e saibam que há um Salvador e esse é Jesus Cristo nascido de uma virgem em Belém.

O Catolicismo impede que uma outra força, o Islã, nascido pro volta do séculoVI aD seja a religião única ( algo que o Islã pretende até hoje e talvez mais do que nunca ). A renovação do Cristianismo começa com a Reforma, avança por séculos com os protestantes trazendo a Bíblia como a Palavra de Deus para um primeiro plano!  

Se não fossem os Reformadores, a Bíblia deixada nos ostracismo seria facilmente substituída por uma imitação satânica, o Corão. Seria rica a abordagem de todas as contradições, lutas e perseguições internas ao próprio cristianismo, mas não é se o momento. Certamente todos esses conflitos só aconteceram pelo fato de Satanás e seus demônios servis a ele, aproveitarem das fraquezas, das ambições humanas e da sua fraca e errática percepção das coisas de Deus, coisas que, dado o perigoso espaço, o inferno ( metaforicamente Satanás e todos os demais demônios ) conseguem em certa medida ainda nos dias de hoje das mais diversas formas.

A razão dessa postagem

É de fato  simples: uma prova de que Satanás, embora não veja o futuro, e mesmo sabendo que não poderá jamais mudar os rumos e objetivos que Deus tem para ele, Satanás e todos os seus anjos caídos com ele, recusa-se a aceitar o seu futuro. Como um animal teimoso ( e furioso, a Bíblia o descreve assim! ), não consegue fazer algo que seja diferente do que parece sempre ter sido a sua ação desde que a iniquidade foi um dia nele manifesta de algum aforma  em si mesmo ( foi achada iniquidade nele ). Dessa forma agindo exatamente como sobre ele são descritas cada uma de suas ações ele não consegue fugir a um script que ele estranhamente tem prazer em seguir!

De fato o que Deus revelara através de seus profetas  é o que acontecerá, pois Deus já viu essas coisas acontecendo como se fosse algo como vemos no presente. Entretanto Satanás agindo como foi revelado não só confirma essas revelação como ele mesmo zomba do ser humano ao aparentar ser o agente realizador, protagonista desses mesmos eventos! Como se mentisse para si mesmo, creditando que é diretor de suas próprias derrotas! Mais ou menos como um criminoso que não pode negar seus crimes se vangloria em tê-los realizado com inteligência e complexidade surpreendentes.

No vídeo a seguir, a descrição de um evento real, mais ou menos recente, registro de um grande fato científico e tecnológico moderno em que fica patente e dificilmente inegável a forma como um espírito anti-bíblico, satânico, deixa uma prova zombeteira, de que mesmo irreversivelmente Satanás se vangloria de ser uma das personagens relevantes nos eventos próximos e futuros da humanidade.

Algo semelhante se dá hoje, prevista pelo apóstolo Paulo, revelada nas Escrituras, a rebelião sexual dos dias atuais, encontra não poucos homossexuais e defensores conhecedores da advertência bíblica sobre suas atitudes pecaminosas, que não só ativamente se rebelam contra a Bíblia como não atenuam a sua rebeldia e pecado, festejando e aprimorando ainda mais a sua rebelião.

No vídeo a seguir você verá como Satanás pessoal e diretamente, inspirou e dirigiu uma cerimônia que registra de tal modo real e pouco sutil todos os principais eventos e confronto que em breve ocorrerá no mundo. Os detalhes tão claros só passam desapercebidos a quem curiosamente for muito ignorante e alienado acerca do que a Bíblia revela sobre as mesmas coisas.


Por Helvécio S. Pereira*

*graduando em teologia




quarta-feira, 11 de outubro de 2017

SUA ALMA VALE MAIS QUE O MUNDO INTEIRO: MAS QUAL O VALOR DO MUNDO INTEIRO?



T
odos concordamos que tudo que o Senhor Jesus dissera seja não só a verdade mas algo pleno de sabedoria portanto de significado profundo, correto? Desse modo não é possível ser  "católico", "cristão","crente", "evangélico", "etc", sem crer em tudo o que Ele disse e do modo como Ele dissera.

Entretanto sem informação ou conhecimento das coisas a que Ele se referira em suas declarações não podemos apropriarmos ou apreendermos exatamente o que Ele quis nos dizer e ensinar-nos.

Ou seja: quando ouvimos ou revemos algumas de suas declarações, embora tenhamos um aparente respeito pelo que foi dito por Ele, é como não tivéssemos ouvido nada!

É como alguém que ouve uma peça musical e vê diante de si a mesma partitura dessa música, embora superficialmente a pessoa saiba que quele conjunto de sinais tão singulares e estranhos, seja a música que ouve, ao pararmos a execução musical ou ao mostrar a essa pessoa somente a partitura não faz para ela nenhum sentido! Somente um músico de formação completa consegue ouvir uma peça musical apenas lendo o seu registro em uma partitura, a imensa maiora das pessoas, de nós, não!

Isso acontece durante a nossa vida cristã, vez após vez, após vez, após vez e pode ser em muitos casos que as verdades por nós ouvidas e repetidas jamais tenham feito nenhum sentido para nós mesmos!respeitosamente ouvimos mas aquilo de fato não fez sentido em nossa mente, não fez parte de uma realidade que pudéssemos dizer que nos apropriamos dela!

Conheço duas mães, amigas, que compartilharam em épocas diferentes a mesma triste e dolorida experiência: ambas perderam as suas filhas adultas, repentinamente. Claro que trata-se de um ador irreversível, dor e fato que não pode ser retroagido, a menos que o próprio Senhor Jesus, no caso de Lázaro, estivesse justamente próximo a essas duas famílias, fisicamente nas  duas ocasiões.

A dor e o sofrimento das duas mães é certamente indescritível, uma porém sempre fora evangélica, crente, cristã bíblica. A outra é kardecista e com ética cristã herdada do catolicismo romano. Somente a segunda ( o fato aconteceu muito recentemente ) superou de forma quase milagrosa a terrível e triste experiência: no dia do enterro ela declarou sem lágrimas, sorrindo: -"Eu não perdi minha filha... Deus a me concedeu por vinte três anos e eu só tenho que ser grata a Ele!"

Novamente a distância entre o que dizemos, somos religiosamente e o que expressamos como fé de forma decidida diante de uma situação limite: a segunda mãe teve biblicamente a mesma fé de Jó, sem mágoa e sem nenhum respingo de ingratidão! ( não que a primeira mãe não tenha demonstrado uma grande fé superadora, apenas a segunda foi claramentee mais superadora ) A mesma fé elogiada como única e não encontrada por Jesus nem mesmo em Israel, a fé do Centurião romano!

Calvinistas propalam a "soberania de Deus", embora errados na foma como a apreendem, estão corretos em dizer que Deus é soberano!

Pentecostais propalam e priorizam os dons espirituais e a intervenção de Deus nos dias de hoje ( ao contrário dos calvinistas cessacionistas, ou grande parte deles ) entretanto quantos podem a semelhança de um casal e de sua filha que conheci pessoalmente, ao receberem do hospital um telefonema dizendo que sua filha recenascida havia morrido, que se ajoelharam juntos e raram  em seu quarto em sua casa dizendo: "Senhor não aceitamos a morte de nossa filha, o Senhor nos deu e cremos no Teu milagre"? Ao chegarem ao hospital para providência devida do sepultamento, encontraram milagrosamente a sua filha viva, hoje uma jovem advogada formada, e crente que vi pessoalmente, um pouco mais jovem que meu filho!

Muitos outros exemplos poder ser relatados, positivos e negativos, demonstrando a distância real entre o que falamos gratuitamente, talvez você mesmo ( a ) conheça tantos deles, o fato é que ouvimos sem avaliarmos a dimensão ou importância daquilo que tão cansativamente ouvimos e repetimos sem termos a correta expressão como resposta!
O Senhor Jesus,como Deus que era e é, mesmo dizendo em linguagem humana, em frases dimensionadas para a nossa linguagem, sabia o que estava dizendo em toda a plenitude. Isso significava e significa que ao dizer uma frase curta e absolutamente sintética, tinha em mente algo real e muito maior e muito masi abrangente!


Jesus dissera que uma alma vale mais que o mudo inteiro:

A Bíblia diz: ” de que adianta uma pessoa ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? o que uma pessoa poderia dar em troca de sua alma?” Marcos 8:36-37,

) apressadamente até aceitamos mas não sabemos esse valor, pois  99,99999999999% de nós não sabemos qual o valor das coisas nem adas que compramos vendemos, usamos, etc. Somos verdadeiros ignorantes sobre esse assunto!

No vídeo abaixo você poderá ver parte desse "valor do mundo"de forma bem palpável, inteligível, prática, masi real. Talvez depois de vê-lo inteiro poderá pensar mais concretamente no valor de uma alma, do ponto de vista de Deus.

Que Deus nos abençoe nessa reflexão!


Por Helvécio S. Pereira *

* graduando em Teologia


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

TERREMOTOS, TORNADOS, FURACÕES, TISSUNAMIS... POR QUE AS TRAGÉDIAS ACONTECEM? UMA RESPOSTA BÍBLICA FRANCA E NÃO APENAS CONVENIENTEMENTE CONSOLADORA!








O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE TRAGÉDIAS?

( um assunto, uma questão que sempre volta a baila com uma nova tragédia, )










1 ) O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE TRAGÉDIAS?


2 ) QUAL A RESPOSTA DAS ESCRITURAS E QUAL A RESPOSTA QUE DEVEMOS TER PARA NÓS E PARA OS OUTROS? 


3 ) QUE RESPOSTAS QUE PODEMOS DAR A NOSSOS FILHOS QUANDO LHES FALARMOS SOBRE A GRANDEZA E A JUSTIÇA DA PESSOA DE DEUS PARA QUE ELES TAMBÉM O CONHEÇAM E CREIAM NELE? 

( Esse bem poderia ser o título da postagem lá em cima no blog , bem que é um pouco grande...)


Pois bem, vemos como testemunhas distantes ou próximas dos fatos, mediada pela eficiência tecnológica da mídia, desastres de extensão trágica, com sofrimento, perda e desespero incomensuráveis. Logo nós que temos respostas em nossas igrejas e nas nossas palavras, será que a temos nesse momento, algo que faça sentido de fato, ou nos tornamos mudos, pela incapacidade de sabermos concretamente o que dizer, com base nas Escrituras, na Bíblia Sagrada?

Temos sim, como veremos a seguir.


O que a Bíblia diz sobre tragédias? Pode-se escapar delas ou Deus falha na sua promessa de guardar-nos?


Você verá e compreenderá como eu acho ter compreendido definitivamente.

Três coisas explicam a tragédia humana. São três coisas de naturezas diferentes. Todos estamos expostos a elas de forma igual. Não é, não se trata de   invenção minha. Está revelado nas Escrituras, em todos os exemplares e traduções possíveis da Bíblia Sagrada.

Primeira: As Circunstâncias

Segunda: O destino ( um conceito a ser explicado, pois não é exatamente o que o simples vocábulo sugere ) 

Terceira: O Mal.

Portanto temos: As Circunstâncias, o Destino e o Mal.



T
alvez eu tenha que omitir os muitos textos e versículos Bíblicos, mas partindo do pressuposto que você os lerá, adianto que , diferentemente do gosto corrente de sacar versículos isolados, graças a artificialidade útil e legítima da colocação dos números de versículos e capítulos na Bíblia, originalmente, a lição era apreendida do fato e não de uma afirmação isolada apenas. Relacionarei com fatos reais, o ensinamento teórico perde a sua força e valor, sinais são necessários, por isso também o Senhor Jesus os fez. Os escribas eram teóricos, faziam projeções e ampliavam relativamente os conceitos e distinguiam minúcias, porém nada do que diziam era de fato real para eles e para os outros.


Primeira às circunstâncias. Elas se referem ao tempo, ao espaço e a todas as condições naturais onde alguém vive, mora e circula. Se você nascesse negro em1785 no Brasil seria escravo. Se fosse filho do último Imperador Russo seria um nobre. Se uma moça fosse a filha de Adolf Hitler estaria morta ao final da guerra. Todo os meninos que nasceram à época do nascimento de Jesus foram mortos a mando de um dos Herodes. Somos presas das circunstãncias,vivemos sob elas, sejam momentâneamente ou eternamente. O pecado é uma circunstância, a morte outra. Ser homem ou mulher outra. Jovem ou adulto ou idoso outra. Doenças genéticas, deformidades são circunstâncias e não pode ser mudadas muitas das vezes. As circunstâncias nos trazem males diversos e que não são frutos da nossa imaginação e maneira de ver as coisas. Não são apenas da nossa cabeça são reais. Voltaremos a elas mais a frente.

segunda:


O destino. Essa palavra é pequena mas carrega um fator como forte complicador. A maior parte da humanidade acredita piamente em destino justificada essa crença pelas mais diferentes teologias, inclusive dentro do cristianismo. Tanto que se aferida quantitativamente a grande maioria estaria  correta se comparada ao que a Bíblia, a Palavra de Deus diz. Mas não está: essa maioria crê exatamente em algo frontalmente contrário ao que a Bíblia revela.

A Bíblia revela que alguns são destinados a alguma coisa e mostra inclusive o processo como esses alguns,  são separados dos demais e sobre eles repousa uma responsabilidade, algo a ser feito, mas não se trata do determinismo crido por noventa e não sei quanto de bilhões de pessoas, dos que vivem na tribo até os mais refinados teólogos de religiões não cristãs e cristãs. Como disse alguns tem um destino, mas até esses podem fugir dele, se afastarem dele. Esse destino não é uma condenção feita preteritamente. Voltaremos a essa questão mais a frente.


terceira:


O mal. Há aí uma dificuldade específica.Se esse mal é uma pessoa, uma influência, uma articulação, algo de dentro do ser ou da pessoa, um ou mais desses elementos ou todos eles juntos. Voltaremos a esse ponto mais a frente também. Mas o mal, seja o que for é real, pois o Senhor orou pelos seus, rogando que o Pai os livrasse do mal. Há crentes que refutam a existência e a efetiva eficiência do mal em causar algum dano a alguém. Ora exagera-se a potencialidade do mal como em filmes de terror, ora anula-se sob todos os aspectos, como em certos ramos do cristianismo e em certas posições teológicas cristãs. Para certos cristãos modernos e pesudo-eruditos, diabo,demônios, espíritos malignos são apenas metáforas, adjetivos de algo que não representa o bem, e aí cabe-se qualquer coisa.



As Circustâncias


Muito bem, a tragédia do Rio de Janeiro tem raízes nas circunstâncias. Não foi Deus que matou as pessoas, que teve algum  prazer na sua desgraça e sofrimento. As vítimas e todas as pessoas, o país com seu enorme prejuízo econômico e social, a espécie humana são presas de algo maior tanto do ponto de vista macro como mais próximo da tragédia localizada. As mudanças climáticas hoje amplamente noticiadas e conhecidas, ensinadas desde o ensino fundamental são definitivas naquilo que produzem fisicamente no mundo e encontram seres humanos, grandes agrupamentos humanos em lugares em que não deveriam estar de fato.

Se eu morar no Japão experimentarei o desprazer de estar sujeito a incidência de algum terremoto mais que em qualquer lugar do mundo. Não é culpa de Deus. Nevascas no Canadá, seca no Nordeste e inundações na Austrália e nessas regiões do Rio de Janeiro.Um pesquisadora analisou aquela região durante trinta anos e advertiu aos diferentes governos de que algo de pior poderia
acontecer. 

O experiente jornalista Paulo Henrique Amorim, no meio de toda aquela devastação, com os pés cheios de lama , perguntou a ela, uma professora universitária, uma geóloga, com especialização em exatamente aquele problema: "- A sua pesquisa salvou quantas vidas?" Ela não respondeu e depois repetida a pergunta, meneou a cabeça e disse: "- nenhuma..." Ou seja ninguém lhe deu ouvidos ou tomou conhecimento do aviso e urgência que representava o seu trabalho.

E o que a Bíblia diz? A Bíblia fala muito de circunstância. Tantas vezes isso é tão clara e vivamente exposto nas Escrituras, que demandaria um livro  só sobre o assunto. Abel fora exposto a uma circunstância, um irmão gêmeo, alguns defendem e outros negam, o fato que era um irmão ciumento.


Eu tive sob certo aspecto um irmão, vinte anos mais velho do que eu, um meio irmão, o que de certa forma não me aceitou inteiramente. Jamais fomos amigos sem contudo sermos inimigos. Isso é circunstância. As vezes você pode fazer algo, elas podem ser mudadas, outras vezes não. As circunstãncias estão a sua volta, ao seu redor, você dentro delas, algumas mudam somente com o tempo, para melhor ou para pior.

Ló em Sodoma representa uma circunstância. Deus teve que tirá-lo de lá,antes do acontecido, mas na maioria das vezes não queremos deixar a nossa segurança e opinião sobre certas coisas. A mulher de Ló não queria deixar a cidade. Esaú e Jacó, irmãos preferencialmente diferentes do ponto de vista de seus pais e portanto competidores ente si, circunstãncias. Sansão, possivelmente, forte e belo como possivelmente deveria ser, não via em nenhuma hebréia uma mulher que combinasse com o seu próprio porte físico. Repare que rapazes e moças fisicamente belos acima da média fazem questão de escolherem parceiros também belos acima da média. Circunstâncias...circunstâncias.

Sobre Pedro, o Senhor Jesus dissera que Satanás reclamou, pediu, argumentou, para que ele Pedro fosse cirandado como trigo na peneira, ou seja, que houvesse uma circunstância de provação e tentação acima da média, específicas direcionada a Pedro. Paulo reclamou de um tal "espinho na carne", uma determinada circunstância negativa na vida de Paulo. As pessoas morreram , perderam as suas casas e bens, ficaram órfãs de filhos e de pais, de cônjuges devido a uma circunstância maior: geográfica, climática. A mesma chuva que provê água para agricultura e para que tenhamos alimentos, é a mesma que os matou e afligiu, por estarem,sem saber nos lugares errados. A culpa não foi de Deus. Não é  de Deus.


O Destino

Muitos entendem que tudo está escrito, determinado, como disse, a maioria das pessoas no mundo incluindo talvez você tenha essa posição. Enfim, católicos diante da morte de alguém dizem:" Foi vontade de Deus". Evangélicos também e uns mais do que outros. Isso soa bonito mas não reflete o que a Bíblia diz sobre destino, futuro, etc.

NA PRÁTICA TODOS OS SERES HUMANOS SE DIVIDEM  CIRCUNSTANCIADAMENTE, EM DETERMINISTAS E NÃO DETERMINISTAS, FORA E DENTRO DO CRISTIANISMO. OS MATERIALISTAS TAMBÉM SÃO DETERMINISTAS BASEANDO SUA COSMOVISÃO EM PROBABILISTAS E EVOLUCIONISTAS.

Ou seja: alguns dizem "não há como explicar ou escapar de um destino "X'. Aceitamos as desgraças porque simplesmente elas estariam determinadas a acontecer! Assim como a "sorte" o outro lado da moeda oposta ao infortúnio. Outros entretanto podem asseverar muito contrariamente: Não tudo está em aberto e podemos construir ou burlar qualquer coisa que se entenda como destino, nada na realidade obedece lógica alguma, viva e morra do jeito que der.

No primeiro caso, na primeira posição Deus pode ser chamado a legitimar o destino ou não. Religiosos podem proclamar diante de uma desgraça que "Deus quis assim". Ateus modernos, podem dizer que tal desfecho foi apenas uma coincidência de determinantes que não poderiam ser alteradas. A pretensa evolução do macaco a homem, para esses é algo que fatal e inevitavelmente se daria como a auto extinção, ou ainda a extinção sumária do ser humano um dia. ASSIM COMO VEIO A EXISTIR SEM CAUSA ALGUMA, ASSIM SE VAI.

Como a Bíblia em toda a sua revelação nos esclarece ou lança alguma luz sobre essa situação pondo fim a um dilema histórico  da humanidade?


Se perguntássemos a boa parte de ateus sinceros, aqueles que não militam contra as religiões por ativismo ideológico ou particularmente contra o cristianismo por motivos obsessivos e em por  certa causa vingativos, por terem tido uma religiosidade imposta que se mostrou falsa a eles geralmente na juventude, diriam que são ateus por não aceitarem a explicação genérica religiosa de que "fora a vontade de Deus." De fato a ética e moral cristã muitas vezes herdada e cultivada internalizadamente se choca definitivamente com uma explicação casuística  e intencionalmente pacificadora de que Deus quis tamanha injustiça. Não é essa a compreensão que a Bíblia passa a quem aprende a ver através dela a dura realidade da vida. Logo por mais que religiosos, líderes religiosos responda as interrogações angustiadas dessa forma, essa resposta fácil, não é a que vemos e entendemos pelas Escrituras judaico-cristãs.


A Bíblia nos revela que Deus sabe todas as coisas, sendo isso um ponto pacífico entre todos os teístas. Não apenas os muçulmanos, os judeus e os cristãos. A Bíblia fala de destinados a várias coisas, e esses geralmente cumprem o seu "destino", papel relacionado a algo, mesmo com forte e decisiva oposição. Abraão, Moisés, Sansão, Davi, Salomão, Jeremias, Ester, José, Jonas, Maria, Izabel, João Batista, Paulo ( saltei tantos, mas foi apenas um exemplo ) dentre tantos.

Um pastor  de uma igreja morreu ao tentar trocar uma simples lâmpada, após colocar uma escada no meio da nave da igreja, desequilibrou-e caiu . Deus não o matou, ele morreu devido às circunstâncias. Se ele tivesse sido predestinado a pregar na semana que vem em uma cidade "X", nada lhe aconteceria. Os dois maiores predestinados na Bíblia são sem dúvida João Batista e Jesus Cristo. E como todos os demais são predestinados a uma obra, uma causa, a uma intervenção divina na história humana. E mesmo esses dois , sobre esses dois temos claros registros nas Escrituras que eles tiveram que escolher o que fariam em pelo menos uma ocasião importante cada um deles.

Como alguns são destinados a fazerem coisas não sabemos, não podemos conhecer cada caso. Mas Deus não sai matando uns e outros de forma tão ridícula e deixando outros que não valem nada vivendo.  Seria a versão de "Deus não joga dados mas joga videogame". O destino não explica isso,  não é assim que as coisas se dão. Os que morreram na tragédia do Rio, deixando filhos órfãos, esposas e maridos viúvos, outros sem uma semente, um descendente...não foi o destino a razão de suas mortes. Isso deve estar claro na mente e no coração das pessoas.

DEUS NÃO MATA AS PESSOAS INOCENTES SEJA EM QUAL FOR A CIRCUNSTÂNCIA TERRÍVEL QUE TENHAM ESSAS PESSOAS SIDO VITIMADAS. NÃO COMETAMOS O ERRO DE ATRIBUIR A DEUS ALGO QUE NÃO VEM DELE,SEJA COM ALGUMA BASE "TEOLÓGICA", SENSO COMUM OU OUTRA MARACUTAIA. ESSA NÃO É A VERDADE E NÃO DIMINUIRÁ DE FATO, A NÃO SERE POR UMA ESTÚPIDA ALIENAÇÃO DA REALIDADE, A DOR RESULTANTE DE CIRCUNSTÂNCIAS ERRÁTICAS DE VÁRIAS NATUREZAS INCLUINDO ATÉ NOSSAS PRÓPRIAS CULPAS.



Então temos: Circunstâncias e destino. Vamos  agora ao mal.


O Mal

A Bíblia fala de Satanás. Um certo teólogo defendeu ardorosamente que a Bíblia não fala quase nada de Satanás, embora nos informe que ele exista de fato. Outro asseverou que os textos usados para nos dar uma melhor idéia da pessoa de Satanás não são a ele relacionados como se compreende mas somente históricos, portanto não proféticos e não reveladores de sua origem. Erros de tradução asseverados a Vulgata e tantos outros argumentos estranha e determinadamente defendidos para causar nos ouvintes a impressão do sacerdote católico romano, mais conhecido como padre Quevedo, cujo bordão mais conhecido é exatamente: "_ o Diabo não "eqxiste"! "  A teologia moderna produzida por doutores, pós doutores acha medieval toda referência real ao Diabo, a Satanás, aos demônios. Os Neopentecostais são ojerizados, entre outras coisas pela suas "entrevistas com demônios", menos por serem estranhas, mas pela negação da existência e atuação real deles nas vidas das pessoas. A teologia oficial das igrejas tradicionais nega taxativamente o poder e a manifestação dos demônios hoje.

O mal, é conceito e tem para muitos origem no próprio Deus. Incrivelmente o paganismo sempre creu assim. A mão que crava a faca e o ventre que é ferido por ela vem de Deus, reza o tauismo. Desgraças ou são atribuídas a Deus ou ao Diabo não há meio termo. Alguns dizem que Satanás não tem poder sobre a natureza. Bem ele não tem todo o poder, mas com a permissão de Deus, matou todos filhos de Jó, caindo inclusive fogo do céus. Entretanto a tragédia da região serrana do Rio de Janeiro não foi obra do Diabo, embora ele possivelmente gostaria que fosse. Há casos entretanto que determinados desastres e tragédias são de causa diabólica, geralmente mediadas por pessoas, mas esse é outro assunto.

O DIA SEGUINTE

Vimos que as causas da tragédia no Rio de Janeiro e outras como no Haiti, Austrália, etc, são causadas pelo fato do homem, do ser humano ser refém das circunstâncias, que naturalmente são maiores do que ele, contra as quais somos impotentes e inocentes. Mas haveria como escapar de desastre de como esses?
Sim. Individualmente sim. Deixe-se guiar por Deus. Não compre um propriedade, um veículo, não vá a lugar nenhum sem perguntar para Aquele que conhece todas as coisas qual é a Sua vontade. Na oração do Pai  Nosso, o Senhor Jesus nos lembra para pedirmos que " o Pai nos livre do mal". Nos livrar como? Na hora do desastre? Sim e também, mas por que não antes, bem antes?


Na hora de se separar de Ló, por questões circunstanciais, servos de Ló e de Abraão estavam em constante contenda nos mesmos pastos, Abraão pediu a Ló que escolhesse primeiro. Ló escolheu a melhor região, a mais próspera, a que tinha cidades, a região de Sodoma e Gomorra.

Como não comprar a casa e lugar tão bonito?

Como não viajar para a praia?

Como não ir aquela festa?

Como não comprar aquelas roupas, aquele carro chique, usar aquele relógio caro? aquele celular? como não pensar em outra opção?  Como não orar?


A Bíblia no ensina a colocar, depositar, toda a nossa vida, o nosso futuro diante de Deus?

Teria Ele o pior para mim a ponto de eu temer saber a sua opinião e vontade?

Finalmente é irrazoável que toda a população de um lugar quase do tamanho da Jamaica, andasse tão próximos de Deus e conhecesse tanto a Sua vontade, não serem tirados de lá antes do desastre iminente. 


Eu não sei se alguém ou quantos me aturaram ouvindo ( lendo ) essas reflexões até aqui, mas eu não posso me furtar a uma opinião que pode ser uma exortação da qual Deus concorde: o que conta segundo as Escrituras é o quão próximo de Deus andemos, não é a sua igreja, denominação, nem mesmo se é evangélico ou católico romano.


Vejo irmãos se digladiando por uma ou outra opinião teológica, pastores ( !?! ) que deveriam saber algo acima da média e serem guias espirituais de suas ovelhas... Essas tragédias tem seu lado bom a custas de muitas tristezas e dramas, expõe a nossa face prepotente e religiosa. Não somos nada, até pelo menos que tenhamos aprendido lições básicas. Confesso que eu  tenho aprendido sim nesses dias, a partir das lições daquelas pessoas. Tenho que aprender de Deus, deixar-me guiar por Deus, ou andar solitário, por minha própria conta nesse mundo, sob o poder das circunstâncias limitadoras e até destrutivas do mundo e da vida.

Nosso Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe.

Por Helvécio S. Pereira



* Essa postagem foi escrita por ocasião das tragédias de 2010 e as suas lições não são passageiras, mas perfeitamente atuais diante de cada tragédia ocorrida no presente, em qualquer lugar do mundo e em qualquer época da história humana, no passado, no presente ou no futuro.
..
.


.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

ATUALIZADO! COM MAIS VÍDEOS E CANÇÕES!! O GRANDE EVANGELISTA CONTINUA ATIVO COM O SEU BOM E VELHO COUNTRY GOSPEL, JIMMY SWAGGART E SUA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS ESTÃO NOVAMENTE LEVANDO O EVANGELHO À CHINA E À RÚSSIA! O DIABO NÃO O CALOU NEM A SUA PREGAÇÃO E NEM A SUA ENERGIA PARA PREGAR A JESUS CRISTO




F
elizmente conheci a Jesus Cristo através de uma boa igreja evangélica na minha adolescência, mais ou menos aos dezessete anos. A música cristã foi um elemento importante, além da própria pregação, algo que me fez fixar raízes na igreja de modo que durante aqueles anos, era o meu único e maior prazer, estar nas reuniões da igreja, menso da mocidade, ouvir e cantar as canções e hinos, ouvi-los e solidificar uma base de uma fé simples que se satisfazia sem maiores novidades, e assim é até hoje, de modo que posso testemunhar que não dependo de nenhum modismo para acrescentar ou fortalecer a minha fé, bastando recordar um pouco apenas daqueles dias e de tudo o que vi, testemunhei naqueles importantes dias para a minha vida.



Nesse contexto é que esperava a cada fim de semana, pelo SBT, dois programas, aos domingos pela manhã o abençoado Rex Humard e sua família, o primeiro pastor da Tv, e aos sábados o Evangelista Jimmy Swaggart. Agradeço a Deus profundamente pela doação em dinheiro dos crentes e irmãos estadunidenses daquela época, seus dízimos e ofertas destinadas ao evangelismo não só do Brasil mas do mundo.



Nessa postagem um pouco, do ainda vivo, e atuante pastor e evangelista Jimmy Swaggart. É maravilhoso ver que esse pregador que realmente pregava, e ainda, prega notadamente limitado pela idade, nos seus movimentos mais lentos, no seu olhar não tão ágil, ter energia renovada quando começa a cantar os velhos hinos e canções, no bom e velho, ainda fresco, estilo country gospel, tão diferente do novo e infelizmente tão descartável, até pelos crentes das muitas canções gospels de todos os estilos que parecem seguir compulsoriamente alguma moda e obedecer alguma tendência de mercado cristão, infelizmente.


Por Helvécio S. Pereira*


*graduado em Artes Plásticas, História da Arte, Educador Musical e Pedagogo / graduando em Teologia





























UMA CANÇÃO ÚNICA E ANIMADORA!


Martha Borg, Grace Laron, Joseph Larson: Sometimes It Takes A Mountain - Jimmy Swaggart telecast from Baton Rouge, louisiana. visit www.jsm.org

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

UMA DESCRIÇÃO CIENTÍFICA DO DILÚVIO E A VERDADEIRA IDADE DA TERRA ( DOCUMENTÁRIO )


A Escola Pública sabidamente como as Universidades constituem uma criação cristã: o primeiro pedagogo foi um pastor protestante, temos horários para as aulas em uma grade divididas por professores e conteúdos graças a padres educadores católicos espanhóis e italianos; muitos cientistas que deram grandes contribuições à Ciência moderna eram religiosos incluindo o famoso  Charles Darwin. Entretanto, por várias questões compreensíveis toda a complexa contribuição religiosa, particularmente cristã é ignorada em suas particulares menções como também são ridicularizadas sistematicamente!

É muito fácil rir de um paroquiano católico ao dizer coisa com simplismo e erro crasso ou de um pastor com pouco cultura escolar ao mesmo tempo que mesmos religiosos de ambos os ramos do cristianismo que se conformem com qualquer asneira científica e ideológica mais moderna são ouvidos, têm espaço e são cultuados acriticamente como portadores de uma mente aberta!

Livros didáticos reproduzem e repetem para gerações de estudantes jovens e avançados bobagens como se fosse a verdade definitiva. Estudantes muito jovens não têm condições de questionar e igualmente estudantes avançados não repisarão os mesmos conceitos e teorias para pô-las a alguma prova pelo simples risco de perderem espaço, promoções e respeito na comunidade científica que funciona como um clube, uma religião, com frenéticas disputas por espaço, visibilidade, autoridade, poder, respeito, emprego e dinheiro.

Todos os professores de ciências nos ensinos fundamentais e médios e seus correspondentes em cada país ( algo que varia em muitos países ) dão aulas seguindo seus livros didáticos, seus programas e conteúdos programáticos que não são decididos por eles e cujas verdades serão sempre cobradas naquilo que é consenso e importante pelos organismos científicos internacionais de países tomados como referência, geralmente e quase sempre, ocidentais e de abandono e desprezo e franco ativismo contra à cultura judaico-cristã!

Assista o vídeo e documentário seguinte e tire suas conclusões!


Por Helvécio S. Pereira*

* graduando em teologia


quarta-feira, 23 de agosto de 2017

GUARDAR A FÉ... A DIFERENÇA SUTIL ENTRE SER SALVO E PERDER A SUA ALMA...

As pessoas nascem com tendências diferentes, tal fenômeno é perceptível e observável embora não se tenha chegado a um consenso de como isso se dá. Desse modo se tem pessoas com tendencia maior a serem religiosas ou a uma religiosidade e outras mais anárquicas, menos sucetíveis a repetições de coisas ou menos dependentes de processos litúrgicos, etc. Portanto mais desorganizadas ou menos "fieis" diante dessas mesmas liturgias, menos atentos a dogmas e até mesmo menos conhecedores da teologia de suas pretensas religiões, herdadas familiar ou tradicionalmente. Assim como há pessoas com mais prazer explícito na prática de um esporte, há pessoas que igualmente têm um claro prazer em práticas religiosas, seja qual religião for.

Isso é perfeitamente normal, foi em toda a nossa história pregressa e ainda é hoje nas novas denominações surgidas no meio protestante evangélico ou em movimentos carismáticos católicos. Eu mesmo, acompanhando minha mãe, passei com ela por algumas religiões em períodos simultâneos e diferentes e mesmo depois de convertido a Cristo, não poso ser considerado um "fiel" aos costumes e à cultura denominacional. O que é sério para muita gente, um acontecimento impactante, algo imperdível, para mim não tem nenhum atrativo maior.

O resultado que modismos vêm e modismos vão, novidades vêm e novidades vão e eu me surpreendo sim como pessoas que se mostraram vibrantes e tão impactadas por determinadas coisas  que jamais voltam a falar nelas e pior: muitos se desviam do Evangelho e aquelas coisas tão grandiosas não servem nem ao menos para lembrá-los que a experiência com Deus deveria ao menos ser lembrada e retornada! Não vejo na minha igreja ninguém se referir nem de passagem ao episódio dos "dentes de ouro" e eu me pergunto por que não falam, não escrevem, não testemunham e não falam mais disso?

Inconscientemente sabemos hoje, e poucos são recalcitrantes em pensar o contrário, que a religião não salva o ser humano. Pouco são tão néscios em atribuir estritamente à sua religião o poder de salvação, mesmo ente os muçulmanos que consideram ( como os judeus no judaísmo ) a sua religião a única religião para salvação que certos atributos como justiça e bondade deve acompanhar a vida de quem parte dessa vida. Obviamente como crentes sabemos que a salvação real e verdadeira só se dá pela graça e por uma única pessoa: Jesus Cristo homem e Deus!


Mas mesmo no meio cristão, protestante, evangélico moderno, contemporâneo, há discrepâncias inconscientes: muitos sinceramente acham que Deus os tenha posto em determinada denominação e igreja por lá ser exatamente a melhor igreja! e convidam as demais pessoas perdidas, somente para a sua denominação, com toda a sua cultura denominacional desencorajando-as de irem a outra igreja! E se as pessoas perdidas não vão ou vão e não se adaptam, elas simplesmente perderam um importante e insubstituível suporte para a salvação delas! Na verdade não dizemos isso às outras pessoas, não dizemos isso aos demais irmãos de outras igrejas e denominações, mas de fato é assim que pensamos no fundo de nossa mente e pior agimos sem a menor autocrítica!

Não fora assim durante um tempo promissor para o Evangelho no Brasil! alguém pregava nas praças e ruas e as pessoas eram todas incentivadas a irem na igreja mais próxima de sua casa e milhões se converteram assim no Brasil há quarenta, trinta ou até vinte anos atrás! hoje muitos preferem protegerem as pessoas de determinadas igrejas mesmo que em tese possam ser atropeladas minutos depois sem serem salvas! Algo mudou para pior!

Elegemos "igrejas melhores" e igrejas piores" como se isso fizesse para Deus alguma diferença. Não poucos irmãos hoje, no Brasil, atualmente se engajam apaixonada e duramente em combates como "alguns contra o arminianismo" e outros "contra o calvinismo". Embora pessoalmente  eu tenha convicção dos erros da teologia calvinista e aportunadamente denuncie seus desvios bíblicos, ser calvinista ou arminiano além de não ser algo fácil e acessível a 90% dos crentes ( por não estarem nem aí para essas questões ) não é garantia de santidade, de fé, enfim de salvação!

Logo Deus espera de cada um de nós atitudes e fé muito mais agradáveis que um simples embate movido ou pelo gosto pelo conhecimento ou pela vaidade de estar mais certo que o seu oponente. Deus sabe oque não sabemos! Deus sabe o que não entendemos! Deus sabe que só sabemos o que sabemos porque outro ser humano limitado como nós mesmos nos disse ou transmitiu tal conhecimento ou opinião para nós mesmos. E não haveria outro modo de saber isso, é um fato normal essa limitação da dependência do que o outro sabe e crê!

Se houvesse uma igreja, uma denominação, um pregador, um líder, com  100% de correção, Deus deveria se sentir responsável e obrigado em guiar todas as pessoas para ela e para seguir esse único líder, mas sabemos que não é assim, pois só há um pastor a quem todas as ovelhas devem ouvir a Sua voz: Jesus Cristo e não a um pregador em particular!

Portanto não há essa igreja e essa denominação! o que há é pregadores pregando a Palavra de Deus que é viva e que tem ação própria! eles pregam de acordo com a limitação de cada um, e são suficientes para que ouvindo sua mensagem, alguém seja salvo! Uma situação bem diferente de alguém que nunca viu uma igreja, nem mesmo católica, uma cruz sobre uma torre e nunca ouviu a biografia de Jesus Cristo contada de alguma maneira!

Todos os que em alguma época já travamos esse conhecimento básico, de ouvir falar de Jesus Cristo, já obtivemos elementos suficientes para sermos salvos ou não! Imagine um de nós nascido no Brasil do século XVI onde praticamente toda a população vivia sobre o domínio e influência do Catolicismo Romano com suas crendices, regras, dias santos, idolatria, dogmas e etc? Entretanto o Catolicismo Romano contou a história de Jesus Cristo e a fez conhecida naquele tempo, que desculpa, teria alguém vivido naquela época por não haver crido em Jesus como o Salvador? nenhuma! mesmo sem apelo para aceitar Jesus, sem escolas dominicais, sem curso de batismo, sem batismo pelas águas, etc.

Há na Bahia, em uma de suas mais famosas igrejas católicas, um epitáfio escrito em uma tumba nointerior dessa mesma igreja, na tampa do jazigo:"Aqui jaz um pecador". Um homem rico doou à igrej ao terreno e possivelmente bancara em vida a construção da mesma, mas a grande lição desse homem que ao ter crescido ouvindo a biografia de Jesus Cristo, ouvido falar da sua Salvação, ao morrer esse homem tinha total consciência de que era um homem pecador e perdido carente da Salvação e da Graça do Salvador. Na cultura que vivia e nas possibilidades de expressar a sua féno Salvador, com as posses que tinha, deixou um testeumunho público e permanente de como ele, pecador entendia a sua condição diante do Filho de Deus. Teria o testemunho dele menor valor e força do que o do Centurião Romano cuja fé fora eleogiada prontamente pelo Senhor Jesus? uma fé diametralmente oposta foi a da sincera dúvida de Nicodemos o religioso da única religião correta em sua época!

Da mesma forma nos dias de hoje, por estar na pressupostamente "melhor igreja" com as melhores pregações, com livros cristãos a rodo nas livrarias, com a melhor teologia, com incontáveis canções de todos os gêneros e gostos falando sobre Jesus Cristo, sobre salvação, curas e milagres, etc, etc. é garantia de salvação no melhor sentido da palavra! Somos salvos por algo simples e se nos perdermos quando nos perdemos por algo igualmente simples: a fé em Jesus Cristo ou a ausência dela!

Sou professor e tenho dois colegas e amigos professores que tiveram a liberdade e não por provocação em conversas dizerem duas coisas fatais para as suas almas: um disse-me certa vez "Jesus não é Deus!" O outro disse em outra ocasião da forma mais sincera: "Esse negócio de Jesus ser Deus não me desce... não consigo entender! O primeiro crê em coisas absurdas ligadas a esoterismo e reencarnação, gosta de falar em Deus e estimular as pessoas a agradecerem e a pedirem ao "Grande Arquiteto do Universo", o segundo estimula os seus filhos a terem alguma fé, a terem uma religião, mas ele mesmo não consegue crer!

Trata-se no exposto acima de dois exemplos desastrosos do contrário da fé e da segurança da salvação: boas pessoas negando justamente aquilo que as pode salvar, a única salvação, a fé Jesus Cristo no que Ele é, Deus, homem e Salvador!

A porta da perdição é larga, conforme afirmara o Senhor Jesus e a da salvação estreita! não que ser salvo seja exatamente difícil ( Jesus dissera que a salvação seria difícil aos ricos mas por esses terem a sua atenção voltada as suas facilidades e a ilusão de se sentirem autossufientes! ) mas sem dúvida se perder, perder a sua alma é extremamente fácil, basta crer em qualquer coisa que não seja a Salvação na pessoa de Jesus Cristo!

Por isso a razão e o objetivo dessa simples postagem: é necessário, é imprescindível "guardar a fé", guardar aquilo que é realmente mais importante e relegar a segundo plano tudo o que é mais passageiro, mutante, de época, cultural.

A nossa experiência na igreja ou nas igrejas é cultural, tratando-se apenas de uma experiência tão característica de uma época, de um tempo! Em quarenta e um anos desde que atendi ao apelo do querido pastor Márcio Valadão, em um culto de segunda-feira a noite, chamava-se "Culto de Poder", quase tudo mudou na mesma igreja, muitas coisas para melhor e talvez muitas para pior, mas não era e não é para a cultura da igreja que  eu deveria ou devo olhar... olhando para ela quantos convertidos sinceros e abençoados a deixaram e muitos, de uma forma pior deixaram a fé em Cristo!

O mesmo sempre ocorreu e ocorre em tantas denominações! Alguns por sorte, mantém a sua fé deslizando de denominação em denominação, de igreja em igrejas, colecionando alegrias e tristezas, bençãos e desapontamentos, boas novidades e coisas ruins que vão minando a sua fé e passando muitas vezes algo ácido para seus descendentes, parentes, filhos criando uma barreira para que esses um dia nem cheguem a crer e serem salvos!

O propósito de Deus, e algo indesculpável pelo ser humano é que Deus não nos dá motivos para que percamos a fé. A segurança de que ninguém pode arrebatar-nos de suas mãos é real, verdadeira! e não como erroneamente é entendida como "uma vez salvo,salvo para sempre" como se o então "salvo" pudesse fazer o que fizer e continuar a ser salvo! Deus não é Deus de injustiça e confusão! Igualmente a salvação pela graça, bandeira única e irretocável de todos os Reformadores, não é coerente com a presunçosa predestinação calvinista. Se alguém fosse salvo predestinadamente deixaria de ser de graça e graciosamente, teria que ter um motivo e uma razão, a não ser que tenha sido um sorteio cósmico, coisa que certamente não foi, pois "Deus amou o mundo" e Jesus Cristo veio para que "todo aquele que nele crer tenha a vida eterna!"

Um dos criminosos nas cruzes ao lado do Senhor Jesus foi um homem salvo, sem ser religioso, sem ter testemunho de uma vida honradamente religioso, sem uma oração com imposição de mãos sobre a sua cabeça invocando que Deus o recebesse e escrevesse o seu nome no Livro da Vida, ele apenas após defender o Senhor Jesus diante da zombaria e escarnio do colega, se dirigiu ao Senhor Jesus e lhe dissera pessoal e objetivamente: "Senhor, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino"!

Um soldado romano próximo à cruz dissera de forma audível aos que estavam a sua volta: verdadeiramente é o Filho de Deus!"

O que salva um ser humano da sua condição de perdido não é o conhecimento de um Jesus Cristo como personagem histórica! Poucos duvidam que tenham havido um Napoleão, um Alexandre, determinado Faraó, muitos da mesma forma creem em um Jesus histórico! os judeus acreditam que tenha havido um judeu historicamente conhecido como Yeshua ( Jesus ) tanto que o denigrem e e o difamam ativa e sistematicamente até os dias de hoje! os muçulmanos igualmente, não negam a existência de Jesus como profeta, até dizem que ele voltará, mas o denigrem e mudam as características que provariam a sua divindade! os kardecitas igualmente destacam o  seu exemplo de amor, mas negam a sua divindade e negam o que Jesus enfaticamente dissera sobre o inferno, sobre o juízo e sobre realidade de apenas uma única vida para o ser humano nesse mundo, negando peremptória e objetivamente a possibilidade de reencarnação e uma pressuposta putrificação e/ou evolução a partir dela.

Que fé Paulo, o outrora e anterior Saulo guardara em seu testemunho final em uma de suas cartas?
Paulo, antes Saulo cria sinceramente e totalmente em Deus como Criador, Soberano, e todos os demais atributos revelados  no Antigo Testamento! a nova fé de Paulo era justamente  a fé oriunda, resultante do encontro real como ressuscitado Jesus Cristo o qual ele, Saulo, veementemente não acreditava e combatia!

A fé que devemos guardar e não devemos que nada e nem ninguém nos roube em circunstância nenhuma é a fé do encontro pessoal com Ele, a mesma fé que um dia nos deu a percepção da realidade de que Ele é, que Ele existe e é tudo o que Ele mesmo disse um dia!

Imagine que tenha conhecido uma grande personalidade humana um dia, qualquer uma! décadas depois tudo mude, a respeito daquela pessoa, e todo o contexto em volta dela e relacionado com ela. O que valerá para você? o seu contato pessoal com ela ou tudo o que ocorreu independentemente desse contado, o que as pessoas passaram a dizer, o que essa mesma pessoa se tornou, etc?

Ouvi essa história real de uma pessoa que teve tal experiência: um engenheiro brasileiro esteve no Iraque trabalhando lá em uma época que o Brasil e construtoras brasileiras tinham grande cooperação com o governo iraquiano. Quem governava o Iraque era o ditador Sadan Russen. Após voltar ao Brasil, muito impressionado com a rigidez mas hospitalidade oferecida por uma cultura oriental, no caso a iraquiana, anos depois, em seu aniversário o tal engenheiro mineiro, recebe pelo correio, uma caneta de ouro com uma carta assinada pelo próprio Sadan Russen.

Todos nós hoje conhecemos o triste final e os atos bárbaros do então governante iraquiano, porém para esse engenheiro, mineiro, brasileiro de Minas Gerais, ficou e ficará até ao final de sua própria vida a impressão do contado pessoal com aquele homem!

Essa deve ser a fé a ser guardada diate do Senhor Jesus! o nosso contato íntimo com Ele um dia ainda mais que contrariamente ao que foi o ditador Sadan Russen, Jesus Cristo é o mesmo hoje e sempre! Não deve haver mudança no que que creio a respeito dEle para pior! Ele é imutável, é o mesmo Jesus que andou por aqui na Terra há pouco mais de dois mil anos atrás! É o mesmo Jesus que nas minhas primeiras orações eu me dirigi a Ele e senti sendo ouvido e recebido! Ele não mudou! Ele não mudará! Por que então minha fé tenha que mudar?

Ele é a pedra de esquina, é a rocha firme sobre a qual devamos todos estar firmados! Ele é a nossa segurança! A nossa máxima, total e única segurança!

Não é o fato de ser batista, pentecostal, tradicional, reformado, calvinista, neo pentecostal, etc que me dá segurança, ou nos dá segurança, ou aumenta a nossa segurança! Se cremos nEle, todos já temos total segurança nEle!

Essa é a semente caída e brotada no melhor solo!

É legítimo estarmos em uma igreja, em uma denominação, em contato com irmãos e crentes mas nem isso mesmo é a nossa segurança, tudo isso apenas é um contexto que pode ser mais ou menos favorável, como morar em um país melhor ou em um país pior, em uma cidade pior ou em uma cidade melhor, em estudar em uma escola mediana ou ruim ou em uma escola melhor, mas o que conta finalmente é o que somos apesar das circunstâncias e contexto em que estamos.


Quanto tempo perdido e a quanta atenção despendida com o que não é definitivamente o mais importante!

Após o falecimento de minha sogra, soube por depoimento de minha esposa que preste a morrer em decorrência de uma pneumonia, no leito sem melhoras ela perguntara ultimamente: "... e Deus, ode está Deus?" ao que não sei se houve tempo ou uma resposta que lhe desse paz definitivamente naquele momento.

Minha mãe morreu no hospital em decorrência de um câncer para o qual não havia mais solução médica. Um dia em uma visita, por causa do horário da visita, tivemos que acordá-la, ao que ele ao acordar dissera: "Huum! vocês me acordaram... eu estava num lugar tão bonito!"

Minha sogra não quis seguir o exemplo de meu sogro e se converter ao Evangelho... minha mãe creu antes de mim e me levou a conhecer a Cristo.


Essa é a diferença!

Há um provérbio mais ou menos novo nascido na modernidade evangélica, mas é verdadeiro:

"Você pode viver sem Cristo! mas você não pode morrer sem Ele!"


Que essa postagem seja de alguma forma benção para você na sua vida!



Por Helvécio S. Pereira*


* graduando em teologia

domingo, 20 de agosto de 2017

IMPERDÍVEL! HEBRÁICO BÍBLICO, COMO E ONDE APRENDER? GRATUITAMENTE OU PELO MENOS DE FORMA BASTANTE ACESSÍVEL


D
epois da conversão, o amor as coisas de Deus e o desejo de conhecer mais e mais de Deus e da Sua Palavra Revelada, constante nos livros das Escrituras judáico-cristãs, a Bíblia é não śo legítimo e constante e algo certo e inteiramente louvável.

A teologia, é na maior parte das vezes o passo seguinte, que na maioria dos casos pode ser benéfica no fortalecimento da fé mas, infelizmente há casos que ocorre o inverso, tornando o indíviduo cheio de si, presunçoso, independnte e errático, levando não poucas vezes à confusão de muitos que possam vir a segui-lo (a ).

Entretanto a teologia não é boa e nem ruim por si mesma, depende do uso e do lugar que o crente a coloca em sua vida, muits vezes no lugar do próprio Deus. Lembrando que a medida espiritual de alguém não é medida pelo saber, o sabeer é apenaws uma intrumentação. Para entendermos issomelhor, um médico pode fazer mais que um enfermeiro em prol de um doente mas não faz efetivamte tudo o que o doente necessita que obvia e naturalmente é feita na maior parte das vezes pelos enfermeiros. Cada um faz o que melhor é capaz de realizar diante de cada situação diferente.

Nem sempre o "teólogo" é o melhro que ora por alguém, nãoé o que prega melhor, não é o que expulsa demônios ou cura algum enfermo. Da mesma forma quem ora pode nao ser o melhor a dar uma explicação pedida, e assim por diante.

Visto isso, uma aula longa, a primeira de uma série oferecida por umprofessor na web, e nela o endereço, o contato para, caso você se interesse, possa recorer a ele ou a outros professores, cursos e aulas disponíveis hoje para todos os que sinceramente se interessarem e desejarem aprender essa língua na qual o Antigo Testamento, ou maior parte dele houvera ser escrita em seus originais.


Outrossim vale lembrar que ninguém em pleno século XXI ao estudar o hebráico ou o grego bíblico, irá depois de vastamente explorada e estudada tanto por crentes como por descrentes descobrir e ver algo que ninguém jamais vira: isso seria uma vaidade estúpida e uma presunção horroros e inútil. No máximo o que se obtém legitimante é ter uma interpretação mais ampla em certos momentos e em outros mais exatamente cirúrgica, algo que que pode ser perdida em uma tradução em uma língua moderna e contemporânea, mesmo o hebraico e o grego moderno.

Assim entendido, que seja algo abençoado para nós todos. Amém!

Por Helvécio S. Pereira*

*graduando em teologia



AULAS DEMONSTRATIVAS


Professor um e aula 01







Professor dois e aula 01



Professor 03 e aula 01



Professor 04  aula 01



Professor 05 aula 01


Professor 06 aula 01


Professor 07 aula 01 a 10



Lições seguintes do mesmo curso e do mesmo professor ( links ): da aula 05 em diante favor localizar no canal do professor no Youtube!

LIÇÃO 02 /10

LIÇÃO 03/10

LIÇÃO 04/10

sábado, 19 de agosto de 2017

POR QUE NÃO CREEM EM JESUS? SAIBA ASSISTINDO O FILME: " O OUTRO LADO DA CRUZ"


É
realmente tempos de benção para quem se interessa, deseja e busca! mais uma vez por acaso ou providência, ou ambas as coisas me deparo com o esforço e algo produzido que traz tanta elucidação por uma fato e uma realidade: a resistência de grandes massas de gente de determinadas culturas que resitem ao simples conhecimento e qualuer informação e reação positiva diante da pessoa história de Jesus Cristo ainda hoje em pleno século XXI.

Assista do ínicio ao fim esse importante vídeo-documetnário e logo após acesse o endereço para receber uma coóia de um precioso filme realizado pelos mesmos produtores e ministério evangélico importante!

Por Helvécio S. Pereira*

*graduando em teologia





Publicado originalmente no Youtube em 22 de out de 2015:


O tão aguardado filme "O OUTRO LADO DA CRUZ" já está pronto e Você poderá receber uma cópia! Por favor escreva um e-mail para receber a sua cópia, para:sales@hotelGilgal.com e o ministério "Trombeta de Salvação para Israel" terá satisfação em lhe enviar uma cópia do filme em DVD. Este filme é uma poderosíssima ferramenta que irá demolir fortalezas construídas com mentiras ao longo de séculos sobre quem Yeshua é, e irá revelar a verdade acerca d'Ele tanto a judeus como a gentios em todo o mundo.

Esta produção é o resultado de uma visão que Deus colocou no coração de Jacob Damkani - um judeu messiânico com uma conversão notável e que deu origem ao respeitado ministério evangelístico"Trombeta de Salvação para Israel":glorificar a Yeshua (Jesus) com um filme destinado especificamente para israelitas e usando a sabedoria de historiadores reconhecidos mundialmente e usando modernas técnicas de produção cinematográfica. Milhares de pessoas serão reeducadas e as vidas de muitos judeus transformadas para sempre! Desfrute então deste filme, aprenda através dele e passe a mensagem.


O DVD "O Outro Lado da Cruz" está em hebraico, e colocámos legendas em diversas línguas: português, holandês, inglês, finlandês, francês, alemão, hebraico, italiano, coreano, russo, espanhol e sueco - por isso queremos encorajá-lo a partilhar o filme com o máximo número de pessoas que puder! Não estipulámos um preço para o filme, mas por favor considere enviar uma oferta, que reverterá a favor da missão e produção do nosso próximo filme - o qual será também activamente distribuído em Israel e por todo o mundo.
Para encomendar a sua cópia e enviar a sua oferta, envie e-mail para:
sales@hotelGilgal.com

NOTA IMPORTANTE:

para enviar uma oferta para o DVD e/ou o ministério "Trombeta de Salvação para Israel", vá ao site:

fazendo se o desejar a sua doação via PAYPAL ou com cartão de crédito



VEJAM COMO UM VÍDEO BÔNUS, COMO ALGUNS JUDEUS HOJE REAGEM AO LEREM PELA PRIEMIRA VEZ A PASSAGEM DE ISAIAS QUE SE REFERE AO MESSIAS, AO JESUS HISTÓRICO QUE ELES IGNORARAM E QUE LHES FORA ESCONDIDO PELOS SEUS LÍDERES RELIGIOSOS POR INCONTÁVEIS GERAÇÕES ATÉ OS DIAS DE HOJE...

ATUALIZADO!!! IMPERDÍVEL!! ESSA POSTAGEM É ESPECIAL, NÃO É ESSENCIAL, MAS PRAZEROSA PARA QUEM AMA A BÍBLIA COMO A ÚNICA E PODEROSA PALAVRA DE DEUS

Não é essencial saber ler e compreender o hebráico, menos ainda falá-lo nos dias de hoje, trata-se de um privilégio e uma benção para quem penosamente pôde ou pode de alguma forma aprendê-lo.

Conheça um site em, protuguês do Brasil, em que você poderá:

Traduzir ou ter traduzido qualquer texto do Antigo Testamento, lê-lo transliterado ( coms sons aproximadamente revertido dos originais em alfabeto latino ), vê-lo em alfabeto hebraico e ter explicações em vídeo acerca do vocabulário e gramática tão singulares e diverso das línguas ocidentais modernas, além de ouvir o som original do texto hebraico.

Não é sensacional?

E em sua casa! gratuitamente!


Isso seria impossíveL, há alguns anos, muito trabalhoso e difícil, penoso na verdade e hoje só em bons cursos muito caros, ou justamente caros, pois requer professores e doutores que investiram muitos anos de suas vidas nesse aprendizado!

Você poderá também , além de ouvir quantas vezes desejar, baixar ( fazer o download ) de verso por verso em hebráico! não é legal? salvá-los em uma pasta no seu computador e cellar e ouvi-lo quando e onde quiser!

Há ainda a disponibilidade de vídeos no Youtube, e palavra por palavra de verso por verso!

Não é muito bom?



Nessa postagem uma amostra do site e o link para tudo isso!

Bom proveito, seja abençoado!

Por Helvécio S. Pereira


Uma outra opção ( entre várias ) é esse canal no Youtube e um curso de taxa única de apenas R$100,00 para acesso ilimitado por cinco ou seis meses com certificado!

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

NOÉ, JOSÉ, MOISÉS, DAVI, SALOMÃO, DANIEL, NEEMIAS: A MOSTRA QUE A ESPIRITUALIDADE E A CAPACIDADE DE FAZER COISAS, DE REALIZAÇÃO, DEVEM ANDAR JUNTAS

Muitos ultimamente têm se levantado contra a chamada "teologia da prosperidade" o motivo não é primariamente a teologia em si, mas o ciúme primitivo e infantil insuflado pela simples razão que o outro está a fazer algo que supera claramente o que eu faço. A questão nem é se é essa teologia verdade ou não, fato é que tem mudado o rumo social e espiritual de milhões de pessoas em oposição à práticas e pregações de igrejas que têm mantido por gerações a fio, pobres pobres e mais favorecidos, mais favorecidos. A Bíblia traz registos de pé rapados, de pessoas sem nenhuma perspectiva social em sua própria época e cultura que tiveram seus destinos mudados, mas essa polêmica secundária e nem que está certo ou errado nessa falta do que fazer é o objetivo dessa postagem. O foco para todos, que é proposto aqui, nessa breve reflexão é outra, como se verá até ao seu final.

Diferenças litúrgicas, exageros e bravatas no discurso e nas pregações sempre houve, sempre existiram, prosperidade sempre houve e há entre os que pela bajulação e oportunismo conseguem melhores posições em igrejas que confessam teologias pressupostamente mais espirituais!

A pergunta é: é legítimo um crente supostamente desejoso de espiritualidade viva e sobreviva justamente enquanto incrédulos, ateus, ou cristãos pouco ou nada "espirituais" façam todo o trabalho, se arrisquem, paguem o preço do conhecimento e do desafio enquanto esse crente e cristão simplesmente se omite, por preguiça ou por pressupostos ideais mais elevados?

Certo pastor oportunista ( e não sou eu que estou dizendo, há testemunhos ) escreveu artigos contra a teologia da prosperidade, mostrou na Bíblia o que segundo ele provam que essa tal teologia seria "diabólica", entretanto a sua vida de um misto de empresário mal sucedido e pastor espiritual o deixaram cheio de dívidas e visto como caloteiro ao pronto de ter de fugir da cidade que tinha atividades, da cidade, dos negócios e da igreja! Vindo para uma igreja de renome, consegui espaço, emprego em um programa de Tv tipo talk show  muito bom e bem apresentado, sua dívida foi paga pela igreja que o recebera em vindo as eleições para debutado se lançou candidato e pela simples recomendação da igreja sem maior investigação, foi finalmente eleito.

Eleito o tal, houve um episódio na câmara pela manutenção de certas mordomias parlamentares, como auxílio moradia de módicos cinco mil reais. O voto dele foi... a favor! questionado nas redes sociais pelos irmão eleitores-admiradores, bloqueou quem podia e se calou raivoso! branco, com boa visibilidade social, fala agradável e emprego garantido aproveitou todas as as oportunidades. Sua esposa consegui a um salário de dez mil reais, enquanto ele ocupado com a política se afastara do que fazia na igreja, realiza um chá para mulheres uma vez por semana com umas gatas pingadas para não dizer que está recebendo dinheiro da igreja à toa! Esse tipo de religioso que vive a custa de denominações históricas e que nunca se envolve em polêmica espiritual e social acha ruim a dinheirama que outra igreja por outra estratégia pede todos os dias e faz mais projetos e interferência social que ele faz no seu falatório que nem deve ser tanto assim no espaço político, que cá entre nós no máximo garante alguns privilégios e soluções urbanas para a denominação que o acolhera na base de uma mão-lava-outra!

Claro que é legítimo cada um, cada ser humano, descobrir e conseguir seu espaço e fazer dele o melhor que puder, para si e para os outros e se essa máxima for válida para alguns deverá ser para todos, dentro de sua época, cultura e oportunidades, "dando a César o que é de César e a Deus o que é de Deus"!

As personagens citadas na chamada dessa postagem, se analisadas cada uma de suas biografias bíblicas, são a prova de que novas tendências litúrgicas e na maioria de agrado de jovens crentes em igrejas renovadas ( versões politicamente corretas de pentecostais, vista como "bregas" ) gastam muito tempo em sua reuniões com cânticos e canções inspiradas em movimentos assemelhados à Igreja Betel dos EUA, em dos berço do movimento neo-calvinista, do inspirador "Jesus Culture Band" ( reformados, de confissão calvinistas e pentecostais! ) em uma cantoria que no Brasil chega a ser cansativa e a olhos vistos forçada, sendo que com Kim Walker e demais irmãos de lá é de fato inspirador e emocionante, como um nova fórmula a ser imposta ao auditório como única boa para um bom culto "espiritual". Afinal certas coisas são boas quando somente autênticas, pessoais e daquele modo com aquelas pessoas. Servem de exemplo, inspiram, mas cópia por cópia vemos o desastre que está!

O problema ou o dilema parece ser o mesmo de sempre: espiritual e descompromissado com as coisas mundanas, muitas delas tão essenciais para a manutenção da nossa complexa sobrevivência social ou "carnal", "mundano" e "pragmático" e sem espiritualidade!

Como disse parágrafo acima a lista de personagens bíblicas no título dessa chamada se analisadas seriamente conseguiram o equilíbrio em lidar, no seu tempo, na sua cultura com as duas coisas!

A seguir um vídeo, científico e ativista, tratando de uma realidade invisível a quem se julga ou se omite da realidade a título de ser "espiritual", como se as duas coisas não fossem possíveis, alcançáveis e necessárias!

Assista-o e leia em sua Bíblia, ou reveja, cada uma das histórias reais e desafios de Noé, José do Egito, Moisés, Davi, Salomão, Daniel, Neemias e outros os quais não citei.

Que essa reflexão nos abençoe com iluminação e equilíbrio.


Amém!


Por Helvécio S. Pereira*

*graduando em Teologia


Ao assistir ative a legenda em PT-BR ou outra, clicando em CC ou baixe separadamente através do programa Google2SRT a legenda na língua que desejar e salve em seu computador.







domingo, 6 de agosto de 2017

AS PREGAÇÕES VÃO MAL, QUAIS OS PROBLEMAS, QUAL A SOLUÇÃO?


C
ertos grupos afirmam que ninguém pode conhecer a Deus por si mesmo. Isso é em parte verdade e em parte mal compreendido quando afirmado sinteticamente e não analiticamente. Fato é que "como ouvirão se não houver quem pregue"?

A Bíblia afirma, mostra, registra fatos que Deus se revelara a alguns seres humanos, esses como testemunhas e tendo recebido uma revelação de Deus testemunharam e ensinaram a outros acerca de Deus.  Na Parábola do Rico e do Lázaro, o pai Abraão, que é a figura do Deus Pai, ao ouvir o clamor do Rico pedindo que alguém do inferno fosse ter com seus parentes ainda vivos disse-lhe que eles tinha Moisés e os profetas. "ouça-nos" ( atenção! e não "ouça-os"! Lucas 16:19-31 )) Poderia serem citados muitos textos bíblicos que corroboram para essa compreensão, mas deixarei por conta do leitor essa tarefa, já que esse assunto específico, pode e deva ser tema de outra postagem. Fato é que a pregação é algo inegavelmente desencadeante para a fé no Evangelho e portanto para a salvação!

Cada um de nós deve ensinar a outro sobre Deus, e o fazemos na medida que nós mesmos sabemos algo acerca dEle, aprendido de outros ou eventualmente testemunhado, um milagre ou livramento recebido, etc. A vaidade humana é tão patética e não notória que não poucas igrejas e denominações no passado e também hoje, com muitos membros e seguidores e socialmente instaladas, se basearam no fato de seu fundador haver tido uma compreensão particular, uma visão de como fazer a obra de Deus ou até uma revelação supostamente dEle, Deus, diretamente entregue por algum "anjo".

É evidente que nesse processo há de tudo: erros e acertos, poderíamos perceber sempre o joio e o trigo juntos. Se humanamente, desajeitadamente, tentarmos tirar o joio o bom trigo também será perdido.

Pregadores e pregações não fogem a essas possibilidades: são aprendidas com outros pregadores e de tempos em tempos uma tendencia e um estilo se estabelece, com adaptações naturais de vocabulário, maneira de como se relacionar com a plateia, etc.

Alguns pregadores hoje

Há pregadores coléricos que em suas pregações é facilmente percebida a característica de impor uma correção áspera a seus ouvintes, avisando-os duramente de erros que segundo o pregador, estejam correndo o risco de cometerem ou estejam cometendo. Tiveram muito sucesso esses pregadores durante duas ou mais décadas, principalmente entre os pentecostais. Apelos a uma melhor conduta como crentes, especialmente relacionado às roupas, cabelos, não uso de jóias, lazeres como Tv e filmes, futebol, etc, mantiveram gerações fiéis às igrejas ao mesmo tempo que lançaram compulsoriamente ao "mundo" muitos crentes que jamais voltariam a nenhuma igreja.

Excesso houve, pateticamente, mas esse tipo de pregação de de pregadores sem dúvida fizeram que muitos tomassem uma atitude menos dúbia diante de Deus, embora o rigor direcionado a costumes e ao que chamavam erroneamente de "doutrina" fosse eficiente na pregação da sua mensagem. Talvez porque se aproximasse caricaturadamente da maneira como o próprio Senhor Jesus ensinava, "com autoridade"

Hoje tempos o pastor Claudio Duarte com enorme sucesso com as suas pregações no estilo stand up, com uma clara postura de ator comediante, mas isso não é novo, tive a experiência de no passado ter ouvido muitas boas pregações com pastores sanguíneos, que além de pregarem muito bem ou pelo menos satisfatoriamente a sua mensagem, faziam a todo rir muito. O sucesso para certo público mais desatento e resistente, e o modo como as coisas são ditas sem rodeios e os apelos diretos, sempre foram e ainda são hoje um eficiente meio de atingir as pessoas e fazer com que elas ouçam. O pastor Lucinho da Igreja batista de Lagoinha mistura os dois estilos naturalmente e com isso consegue admiradores e críticos ferozes.

Notem que não estou falando ao conteúdo da pregação mas apenas como o pregados a partir da sua personalidade comunica às pessoas a sua mensagem. João Calvino pregava por horas, sem microfones e aparelhos de sons como temos hoje e ao final de sua vida,por causa de uma tuberculose, pregara sentado por mais de dois anos. Talvez fosse João Calvino um pregador fleumático como o também hoje calvinista, o reverendo Augustus Nicodemos. Pregadores fleumáticos e melancólicos se detém em um rol extenso de argumentos e demonstrações lógicas e têm naturalmente sucesso diante de um tipo específico de público, de bons leitores ou pelo menos bons ouvintes.

Charles Taze Russel fundador das Testemunhas de Jeová, possivelmente teve enorme sucesso em demonstrar eradamente suas teorias a um público ávido por novidade e de ouvintes ávidos e sedentos por alguém que lhes explicassem muitas coisas e lhes troussessem respostas a muitas questões. Alguns vão mais além como o fundador da igreja dos Mórmons, que descaradamente espalha aos quatro ventos que tenha recebido uma mensagem pessoal entregue por um anjo, coisa pouco ou nada original e que por si só já caberia as seus ouvintes e seguidores duvidarem seriamente.

Fora do cristianismo o analfabeto Maomé, por ser de temperamento falador e colérico, tal o qual o nosso patético Lula, sendo um líder natural, arregimentou não poucos seguidores e sua mensagem se estabeleceu culturalmente no mundo, pela pífia afirmação que recebera de um "anjo" sua revelação redentora da humanidade.

Muitas vezes não é a justificativa de uma revelação sobrenatural que ajuda ou reafirma a mensagem proclamada como uma "verdade"mas sendo a mensagem verdadeira, no caso o próprio Evangelho, um revelação dá a esse evangelho um caráter mais urgente e verdadeiro que outros, no caso do falecido missionário David de Miranda, uma visão dos céus em que mulheres de cabelos longos e virgens eram recebidas pelo Salvador enquanto outras de cabelos cortados eram lançados no fogo do inferno, ajudou a milhões de seguidores levarem a sério a sua pregação verdadeira do Evangelho largando radicalmente o "mundo"!

Humana e naturalmente, qualquer pregador tem ou tende a estabelecer algum grau de empatia com seus ouvintes. O apóstolo Valdomiro Santiago naturalmente estabelece um jeito caipira, bem mineiro, para quem conhece esse jeito mineiro de ser, com seus ouvintes, pregando a sua mensagem com um misto de autoridade e humor e simpatia distribuídos com a sua platéia. Já o missionário R.R. Soares parece naturalmente um Sílvio Santos, sendo cirurgicamente comedido e educado cativando desse modo não poucos ouvintes e no caso telespectadores.

R.R. Soares foi de fato o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e em dado momento a igreja ao ter que decidir quem a presidiria escolhera o seu cunhado, bispo Edir Macedo, esse com características claramente coléricas, um líder eficiente como todos os líderes de temperamento colérico, sejam políticos como o Lula, Paulo Maluf, Leonel Brizola, etc. Edir Macedo não se importa com o que alguém pense dele, característica das pessoas de temperamento de perfil colérico.

Notem mais uma vez que o teor da mensagem ainda não é a fonte de análise nessa postagem, apenas uma reflexão de que como a personalidade do pregador dá corpo a forma como ele prega a sua mensagem a outros. Embora em certa obscuridade, o pastor mineiro Mário de Oliveira fez com que a igreja do Evangelho Quadrangular tivesse enorme crescimento décadas atrás, assim como o missionário Davi Miranda, a voz empostada emprestava à sua pregação objetiva e pouco rebuscada biblicamente, um grau de autoridade. Já o pastor Márcio Valadão, por quarenta e cinco anos completados agora, a sua sobriedade e equilíbrio teológico, atributos naturais de seu temperamento têm igualmente levado em mais de quatro décadas milhares de pessoas a Cristo. de forma que nunca vi, nem um dia sequer, qualquer de seus apelos, o caso de nenhuma pessoa se render a Cristo! sem dúvida um salutar exemplo a ser observado por todos os demais pregadores!

Entretanto, por mais méritos que haja pregadores com o temperamento e estilo do consagrado ministério do pastor Márcio Valadão, em tempos de tão grandes rupturas de moralidade, ideológicas e sociais, falta a dureza necessária para o confronto como de um outro colérico, a do pastor Silas Malafaia. Augustus Nicodemos, Caio Fábio, hábeis nos argumentos, faltam-lhes autoridade, fica a sensação de um "evangelho de blá-blá-blá e mimimi, com algumas pitadas de humor e ironia, talento dos reconhecidamente fleumáticos mas nunca da energia necessária, da contundência para se afirmar ou negar algo! Caio Fábio de formação presbiteriana, depois um arminiano, desdenha do calvinismo, destilando ironias contra os calvinistas, já Augustus Nicodemos desdenha do pentecostalismo contando piadas no púlpito, mas ambos não são contundentes contra o ativismo homossexual! o que sobeja em uma característica aparece em falta em outra situação!


Mas o que fazer?

Primeiramente temos que entender que nenhum pregador do passado bíblico, do longo período da história da igreja foram ou o  são de alguma forma algum exemplo de pregadores  perfeitos! Há muitos e muitos anos ( não o conheci pessoalmente mas o ouvia em espaços alugados no rádio aqui em Belo Horizonte ) um missionário, já falecido há anos, chamado Geraldo de Carvalho. Semi analfabeto, sem escolarização e conhecimento bíblico necessário, foi um certo tipo de kamicase cristão, alguém que se lança a fazer algo para Deus sem muitas condições naturais para sê-lo ou fazê-lo. Entretanto eu conheci um homem que saiu das ruas e não se matou por ouvir a sua mensagem e por receber suas orações em sua igreja, aquela época improvisada em um salão alugado, feio e precário! Esse homem está firme em outra igreja hoje e nuca mais abandonou a fé bíblica no Senhor Jesus.

Quem foi o melhor pregador, o exemplo a ser seguido por qualquer um que queira e se proponha a pregar a salvação às pessoas?

A resposta é inequívoca: o Senhor Jesus Cristo!

Ensinava com autoridade e fazia prodígios que segundo ele os que cressem fariam o mesmo e prodígios maiores que os feito por Ele mesmo!

Porém os pregadores mais eficientes, conseguiram o que o Senhor Jesus não conseguiram em seu próprio tempo:  serem convencidos pela mensagem!

O pregador em toda a Bíblia mas bem sucedido foi um sem amor aparente pelos seus ouvintes: Jonas!
Jonas era xenófobo, odiava por razões justas os ninivitas! em um primeiro momento se esquivara de, sob a ordem direta de Deus de pregar o arrependimento a eles! em em segundo momento levado até os ninivitas, a força por Deus, após o sucesso de sua pregação, lamentou a morte de uma árvore que lhe servia ocasionalmente de abrigo.

O segundo pregador bem sucedido foi o apóstolo Pedro, sanguíneo, que a princípio cria sinceramente que as boas novas eram somente endereçadas aos judeus! em uma pregação cerca de três mil pessoas foram salvas!

O mais mal sucedido sem dúvida foi Noé! Ninguém se convertera! se talvez não fosse a sua autoridade patriarcal, de chefe de família nem a sua família entraria na Arca com ele!

O mais omisso, se pudermos imaginar que Ló pregara a alguém, no máximo aos seus futuros genros...ele se assemelhara a nós todos que mesmo convivendo com pessoas não salvas ao nosso redor e não nos omitindo de vez ou outra darmos um "toque", um folheto, um abraço, um apoio, claramente deixando-nos sermos identificados como cristãos, evangélicos e crentes, ninguém passa para o nosso lado, nem parentes!

Aos pastores convém e podemos dizer é obrigatório pregar!

A nós membros de igrejas e fora de púlpitos, é nos ordenado, testemunhar!

São duas coisas diversas e diferentes!

Pregadores tem que ser diligentes e eficientes nas suas pregações e aí quando  analisamos um aqueda de "qualidade" ligada a certo desleixo e irresponsabilidade é um problema  a ser resolvido cortando-se os excessos, todos eles: de inexatidão bíblica, seja qual for; de temeridade ou seja o preenchimento de lacunas com "achismos"; com a aparência pela aparência, um sermão bem feito mas inócuo, ineficiente; pela patética cumplicidade humana: um sermão não é para ser agradável ao mundo mas para sacudi-lo!

Testemunhas devem se limitar a dizerem às outras pessoas o que Deus tenha feito por elas e diante de seus próprios olhos! Eu sou testemunha do que Deus tem realizado na vida de muitas pessoas convertidas que conheço e em meu próprio favor! nenhuma  teologia em particular, nenhuma diretriz teológica e denominacional vai me dizer o que não é! tenho aprendido de Deus a partir de coisa que tenho visto sua intervenção! esse é o meu testemunho! ouvir falar desse Deus mas tenho sido testemunha do seu operar no mundo! mesmo que a realidade esteja  sendo tão caótica fora e dentro da igreja! a minha fé não se baseia somente em discursos de "a" ou de "b". É pela experiência que sei que alguém está errado ou certo e as duas coisas em muitos momentos!

Por último devemos ter em mente que a Palavra de Deus pregada porque quem quer que seja em qualquer circunstancia tem poder próprio! não voltará para Deus vazia mas fará o desejo de Deus, de julgamento ou de salvação,logo o problema não pode ser limitado pela "qualidade do pregador" ou da pregação!

Muitas das pregações do pastor Benny Him, são bíblicas, mesmo que você e eu ponhamos ponderadamente dúvidas sobre o festival de quedas em suas reuniões, embora também em seus livros uma coleção de asneiras teológicas e mentiras factuais seja fartamente encontráveis, como no seu livro "Bom Dia Espírito Santo", um fato ocorrido em um citado hospital, jamais acontecera! A Palavra de Deus não pertence a nenhum pregador, denominação ou igreja em particular e a prova maior disso que sendo o Antigo Testamento, um livro e propriedade cultural-religiosa dos judeus, fora apropriado por todas as igrejas cristãs legitima e incontestavelmente! A Bíblia é de Deus dada aos homens, usada por homens com o dever de anunciá-la com todas as nossas limitações possíveis e passíveis: educacionais, de temperamento e circunstanciais!

Muitos se esmeram em analisarem e criticarem pregações feitas por diversos pregadores, especialmente os que hoje detém e desfrutam de maior visibilidade. Gostaria de lembra-los que todos os do passado, todos os do presente, cometeram e comentem deslizes bíblicos, razoáveis, em suas pregações ou posições: Lutero pregou a morte os judeus me sua época; João Calvino o inferno a quem acreditasse no que a ciência dizia já em sua época: a realidade que a Terra não fosse o centro do universo, isto está nos escritos de João Calvino; Augustus Nicodemos e outros calvinistas atuais se contradizem sobre a eficácia da oração e se são ou não "eleitos"; pastor Márcio Valadão afirma vez ou outra que todos nós nascemos como Deus nos imaginara um dia ( um misto estranho de onisciência e predestinação muito mal explicada ); e eu poderia gastar uma postagem inteira relacionando afirmações eventuais sinceras e não bíblicas de grandes e bem sucedidos pregadores atuais, verdadeiros ganhadores de almas, que sem o seu ministério e pregações e ensino, muitas almas teriam se perdido em pelo menos quatro décadas de avivamento espiritual e evangélico no Brasil.

Atentemos novamente finalmente, para o que é maios importante: que Jesus Cristo seja anunciado a tempo e fora de tempo e que muitos ainda possam ser alcançados e salvos.

Quer realmente ajudar a obra de Deus?

Quer ajudar os diversos pregadores em seu árduo trabalho para o qual nenhum de nós está cem por cento capacitado?

Ore por eles, por todos eles! não só por quem é de sua simpatia em particular e denominacional e teológica!

Ore por TODOS! para que a unção e o transbordar do próprio Deus, através do Seu Espírito venha fazer através deles algo maravilhoso ainda em nossos dias e mais uma vez!

Amém!

Por Helvécio S. Pereira*

* graduando em Teologia


PARA MELHOR COMPREENSÃO DA RAZÃO DESSA POSTAGEM, POR FAVOR, SE PUDER, LEIA A POSTAGEM ANTERIOR A ESSA SOBRE O MESMO ASSUNTO EM:

PREGAÇÕES, COMO ESTÃO NAS IGREJAS HOJE? É REAL O SENTIMENTO QUE A QUALIDADE DAS MESMAS DEIXAM A DESEJAR?



UMA PREGAÇÃO À MODA ANTIGA... SE ESSA EXPOSIÇÃO E TESTEMUNHO NÃO O SACUDIREM ESPIRITUALMENTE O QUE O FARÁ?





-

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos