COME TO ME

segunda-feira, 31 de maio de 2010

ÊRRO É ÊRRO E NÃO ESTAMOS IMUNES A ELES, MAS NÃO RECONHECÊ-LOS JÁ É OUTRA HISTÓRIA

PROMETI NÃO VOLTAR A DEBATE SEMELHANTE E NÃO O FAÇO AGORA NOS TERMOS EM QUE A DISCUSSÃO ACONTECIA, MAS COMO DEVER DE PROMOVER O DEVIDO ESCLARECIMENTO A QUEM INTERESSAR. É SIMPLESMENTE O OUTRO LADO DAS COISAS.

Imagine que alguém tenha amado sinceramente ao Senhor Jesus, crido nEle como o unigênito Filho de Deus e aquele quem comprou a nossa salvação, pagando o resgate pelos nossos pecados  e concedendo Ele mesmo a vida eterna a todo o que nEle creia.

Essa pessoa viveu a mais ou menos cinco séculos. Não teve um a vida tão longeva, mas gastou todos os seus últimos anos em uma unica ocupação que um tripé: pregação, ensino e defesa da Palavra de Deus. Uma coisa contudo o inquietava: sendo o evangelho algo tão maravilhoso, e de mensagem tão clara, porque os homens de sua época preferiam dar crédito a um  cristianismo distorcido, quando não o negavam totalmente?

Não conseguiam entender, crer e serem salvos porque por si mesmo isso seria impossível. A resposta simples foi de que não eram  eleitos, escolhidos, predestinados para a salvação e não sendo, Deus que dava o entendimento e levava o salvo a salvação, não fazia nada por eles. Essa arquitetura doutrinária parecia e parece a muitos hoje, quinhentos anos depois algo bastante lógica. Não crêem porque não podem fazê-lo por si mesmos. Só Deus pode fazê-lo e se Ele , Deus não faz é porque  a estes Deus não quer ver salvos. Daí uma outra idéia resultante aparentemente inocente e com sentido é que Jesus não morreu por todos, só pelos predestinados, aqueles escolhidos, lá atrás, antes da fundação do mundo. Jesus já veio a este mundo com todas as figurinhas carimbadas. A despeito de tudo isso, esses irmãos ainda pregam, para que os escolhidos que serão salvos de qualquer jeito, ouçamo evangelho, creiam e aí sejam salvos ( mas não seriam salvos de qualquer jeito? ). Mas não acabou, para que os não salvos não se metam a engraçadinhos e desmantele essa curruptela teológica tira-se lhes toda a escolha, senão alguém pode escolher aceitar o evangelho e para onde vai a nossa teologia forçadora de barras?

A Bíblia não fala de nenhum livre-arbítreo mas esse é eleito como inimigo número um dessa teologia, mesmo sendo uma idéia da filosofia pagã e por conseguinte e construída alheiamente à revelação das Escrituras. Afinal é preciso que um ser humano sem escolhas e sem liberdade, não possa apenas não crer, mas também não rejeitar tamanha graça ( que é realmente tamanha escriturística e bíblicamente ). Mas é preciso garantir que não haja nenhum erro e nenhuma saída, nenhuma dúvida de que haja eleitos e que concidentemente nós os que cremos somos esses eleitos ( Graças a Deus!). Cria-se então um Deus solitário rodeado de seres que são apenas marionetes ao seu redor. 

Que Deus é absoluto, maior do que toda a Sua criação, qualquer que ela seja, sem rivais, sem iguais, não há nenhuma dúvida. Mas daí a ser Deus alguém que fala consigo mesmo por toda a eternidade, dá bofetões em sua própria face e que grita com seus bonecos enquanto os manipula por cordas como marionetes, fazendo-os se movimentarem de determinado modo e a fazerem uma série de coisas, depois grita com eles dizendo: " Eu o quemarei no inferno seus desobedientes!" a despeito de todo debate teológico com maquiagem de profundidade, é discurso de um néscio completo.

Quando eu era pequeno, por ser na prática filho único ( meu irmão era exatamente vinte anos mais velho que eu e não morava mais conosco ) brincava sozinho. Criava dois times com bonecos de soldados e índios ( aqueles de exército americano e índios, também americanos ). Era Cruzeiro e Atlético, dois maiores times de Minas Gerais. Uma minúscula bola de papel, e eu movimentava os "jogadores" ( soldados e índios americanos ); Havia outros times, Santos, Palmeiras, Botafogo, etc. Eu criava campeonatos e cada partida tinha exatamente os gols que eu imaginava para dar equilíbrio ao meu campeonato imaginário. Cada bonequinho representava um jogador real. Eu narrava as partidas enquanto manipulava tudo. O campeão era sempre o meu time, o Cruzeiro Esporte Clube. O vice, o terceiro e o quarto lugar eram os times que eu determinava a partir dos vários resultados em cada partida. Havia jogos "difíceis", "fáceis", "goleadas", decisões por pênaltis, defesas e gols de faltas fantásticos, bolas na trave, tudo. tinha tanta ou mais emoção como nos jogos de futebol dos atuais e virtuais jogos de vídeogames e computador. 

Pois é exatamente assim Javé dos Calvinistas. Não é um pequeno erro. Não se trata de uma pequena resvalada  teológica a despeito de tanto falatório, livrório, seja o que for dito ou escrito. Se  a predestinação calvinista e antes luterana estiverem certas não é necessário mover um apena para pregar-se o evangelho mesmo porque  nenhum homem ou mulher, nenhum crente está de fato pregando ou testemunhando nada, pois não temos escolha, ação, não pagamos nenhum preço, não nos custa nada, somos apenas marionetes do lado certo da história.

Curiosamente somos salvos pela graça, segundo dizem! Predestinados o são, e isso é razoável, de fato bastante razoável, por alguma razão e se assim é, não é mais pela graça! Um eleito é eleito por alguma razão não pode ser pela graça, ou então é pela sorte..salvação pela sorte! imerecida, injustificável como numa loteria! Mas não pára por aí...numa mesma casa, todos pecadores ( pois todos pecaram e destituídos estão -estamos - da glória de Deus ) um, dois, são eleitos, os mais "nós cegos", e a mãe que deu a vida para deixar esses fedelhos crescidos, estudados, sadios e livres para se esbaldarem durante anos...não é eleita! Mas como? não é eleita, pronto! Ela não entendeu o evangelho, não creu...portanto, infelizmente não é eleita...azar dela, sinto muito... Mas não dá para saber quem é eleito, quem não é...mas só o eleito sabe que é eleito e que outros que "humildemente" crêem são eleitos. Ah! tem mais uma coisa: "eleitos" pensam  igualmente sobre um monte de coisas, outras não, mas sobre o fato de serem "eleitos" não abrem mão.

Se algum irmão, que não compartilha desse minha reflexão e naturalmente defende a predestinação e a eleição salvívica  leu até aqui, e pensa exatamente como calvinista, não gostou da maneira aparentemente jocosa com que construí este texto. Mas asseguro sinceramente que  o fiz para dar cores fortes ao conjunto teológico construído a quinhentos anos, e assim com cores berrantes deixar ligeiramente mais claro as implicações simples e sérias dessa forma de ver Deus, o homem, a salvação, a perdição eterna, a pregação do evangelho, etc. Não o fiz para zombar das pessoas, nem do passado, nem do presente. Me moveu o fato também de ter lido que um certo irmão como qual tive um ligeiro "bafafá teológico" em torno de algumas questões referentes a atual igreja evangélica no Brasil, entre outras coisas de sua longa história cristã, está prestes a abraçar a predestinação. Bem ele faça o que quiser mais certamente há posicionamentos mais salutares a fé cristã do que esse. É bom defender a predestinação entre tantos cristãos nominais, católicos, evangélicos, paraprotestantes, reformados, etc. Que tal ser defensor da predestinação na China, no Irã, na Palestina, no Iraque? Afinal,  para ser chato tem que ser em circustâncias bem cômodas.


De fato , nenhum crente será mais salvo ou contráriamente perdido por ser calvinista, arminiano, unicista, etc. Será salvo se crer em Jesus e perdido se negar a Jesus. Mas os outros perdidos, que ainda vagam pelo mundo dependem de uma postura mais correta  minha e sua.
Seu marido, suas esposa,seus filhos, sua mãe, seu pai, sua avó, seu tio, seu médico, sua parteira, seja quem for a pessoa a quem você deva alguma coisa ou ame muito, muito...

Considere o fato do inferno existir...eleito ou não eleito, predestinado ou não predestinado...se você se sente salvo e ama de todo o coração ao Senhor Jesus, meu e seu Senhor e Salvador...considere a desgraça da perdição dessas pessoas... elas não estão perdidas por não serem eleitas...não seja louco... elas estão perdidas por que não acham que devam fazer alguma coisa, que tem de fato poder de escolha e que contra tudo, devem escolher crer, devem escolher aceitar, devem escolher se entregar, devem escolher largar o que for preciso, e devem escolher seguir a Jesus, haja o que houver...é de fato a única escolha que devem fazer antes que a vida de cada uma delas se acabe...

Não importam os debates teológicos aparentemente tão bem fundamentados...importa a verdade que "quem quiser pode beber de graça da água da vida". Alheia a concepção filosófica ou a uma  ou outra posição teológica a Bíblia descreve com todas as cores e nuances o embate entre criaturas rebeldes a soberania de Deus que, embora absoluta, nunca se impôs atropelando as suas criaturas, seja Satanás, os demônios e o homem. O universo e o que haja nele e forma dele são e serão  testemunhas que Deus sempre esteve certo e que sempre foi perfeitamente Justo  e só por esse reconhecimento que toda língua confessará a sua justiça e santidade absolutas.

Não citei um monte de versículos bíblicos como fazem os defensores dos dois lados. Citarei apenas uma passagem que mostra que Deus deu as suas criaturas incluídas aí o homem alguma liberdade verdadeira e autêntica. Após o pecado as Palavras proferidas pelo Deus criador em Gênesis 3:22 foram as seguintes, encontradas em toda e qualquer tradução da Bíblia Sagrada. 

Gênesis 3:22E o Senhor Deus disse: "Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal. Agora, pois, cuidemos que ele não estenda a sua mão e tome também do fruto da árvore da vida, e o coma, e viva eternamente."


COMO NÃO TER LIBERDADE SE DEUS TEVE QUE LANÇAR FORA DO JARDIM O HOMEM E SUA MULHER? SE NÃO HOUVESSE ESSA POSSIBILIDADE DEUS NÃO PRECISARIA TOMAR NENHUM CUIDADO NÃO  É MESMO? A BÍBLIA DE FATO ESTÁ REPLETA DE EXEMPLOS: DE ADÃO E EVA, PASSANDO POR CAÍM, PASSANDO POR ABRAÃO E SARA, JACÓ E ESAÚ, RUTE, SANSÃO, DAVI E TANTOS QUE A LISTA SE TORNA ENORME. A VOCÊ SÓ BASTA RELER OS REGISTROS REFERENTES A VIDA DE CADA UM DELES, PASSAR PELOS ENCONTROS DE JESUS COM AS PESSOAS, RELER AS PARÁBOLAS CONTADAS PELO SENHOR, CHEGAR AO LIVRO DO APOCALÍPSE, E RELER AS CARTAS ESCRITAS AS SETE IGREJAS. EM TODA A BÍBLIA O HOMEM É INSTADO A TOMAR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS, A TOMAR DECISÕES, O  QUE IMPLICA EM CERTO GRAU DE LIBERDADE OBVIAMENTE. ISSO É ALGO INEGÁVEL.


Por Helvecio S. Pereira

domingo, 30 de maio de 2010

TEMA POLÊMICO: SATANÁS O INIMIGO NÚMERO UM DO HOMEM SEGUNDO A BÍBLIA, TENTA PESSOALMENTE A QUALQUER UM OU NÃO? OU QUEM SERÃO OS SEUS ALVOS PREFERENCIAIS?


O cristinanismo se estabeleceu após a morte e a ressureição de Jesus, cojmo religião institucionalizada, aos poucos. Resumindo, quando definido como legal e não mais como fora da lei ( e isso não foi algo ruim como muitos acham ) criou para si mesmo características religiosas humanas semelhantes a todas as religiões existentes antes e depois dele. Um local para reunião, uma forma e uma organização para esse espaço onde as pessoas se reuniriam, formação e "status" para os condutores do culto, uma música, representação inconográfica, casta de religiosos separada dos fieis, dógmas, teologia, etc. Nada disso é errado e por si impróprio mas torna-se alienante quando agora escolhe, segundo o agrado, preferência, e circunstâncias o que se deve crer, como se deve crer quando isso vai contra o que é revelado nas Escrituras Sagradas.

Eu creio que Deus deixou a Bíblia escrita de forma que o mais simples até o mais erudito pudesse ver e entender as mesmas coisas. Uma informação acessória, seja, histórica, linguística, embora contribuitiva não se faz tão necessária a ponto de prejudicar a revelação no que se deva crer e exercitar a fé genuína. Muitos crentes, muitos cristãos não crêem em determinadas coisas mostradas nas Escrituras porque a sua denominação, o seu ministério, a sua liderança circusntancial não crê e não compreende de determinado modo.

A Bíblia não mudou e sempre traz em seus registros informações que temporalmente são entendidas ora de um modo, ora de outro mas que sempre estiveram lá daquele modo. Uma igreja comodamente situada em tempos de bonança social, conservou até certa dose de fé no Deus nas Escrituras mas desconheceu por completo o cenário e as implicações de todos os elementos que a Bíblia revela no cenário da história humana.
Dessa forma uma igreja de gente culta, com educação acadêmica e vivendo em relativa paz social se torna absolutamente simplória na sua cosmovisão.

Satanás existe como vimos em postagens anteriores relacionadas. Ele não é um Deus e nem tão pouco um "deus" ainda em postagem anterior também relacionada. Embora tenha poderes sobrenaturais esses são limitados e nem de perto se rivalizam com os atributos só atribuidos ao Deus único e criador de todas as coisas. Contudo há a premente necessidade de vê-lo na sua real perspectiva. Desprezar a sua existência e atuação consiste, de fato, em colaborar com sua influência no mundo.

Recordando, Satanás não é onisciente, portanto não sabe e não conhece todas as coisas. Não lê pensamentos  e não está em dois lugares ao mesmo tempo. A seu favor conta com um experiência anterior a criação do homem e a obervação, ao aprendizado sobre nossos hábitos e comportamentos. E embora as suas ações nos afetem indiretamente, você e eu só somos alvos diretos dele, do príncipe desse mundo, se formos ou nos tornarmos importantes nos planos de Deus.

Vale para pastores, ministros, líderes,pregadores, etc. Se você está mais próximo de um religioso profissional do que um enviado a fazer a obra de Deus, Satanás nem toma conhecimento de você e da sua igreja. Desse modo você não vê e não tem inimigos, nem no mundo, nem na própria igreja e não sente nenhuma oposição sobrenatural em nada que faça, porque você é simplesmente um zero a esquerda. A sua proximidade e efetiva ação no Reino de Deus chama ou não a atenção de Satanás para o que você faz. A essa altura você deve estar resmungando: mais uma heresia. Não é Bíblico conforme demonstrado a seguir.

Pedro, antes da conversão de Saulo, após a morte e ressurreição do Senhor Jesus, era o que se prontificava a ser o mais ativos em todas as situações. Diz a Bíblia, registrando palavras do próprio Senhor Jesus que Satanás reclamou-o para cirandá-lo como se fosse trigo. Podemos observar os acontecimentos semelhantes na época do nascimento de Moisés, na vida de José, na época do nascimento de Jesus. Face a um evento importante, um ato de Deus premente, Satanás arregimenta forças no mundo com vista a tentar mudar os rumos da história, seja numa visão macro dos acontecimentos ou micro.

E nos dias atuais? É muito fácil e absolutamente cômodo, julgar pregadores e pastores como  Jimmy Swaggart ( primo de Elvis Presley ) e o brasileiro Reverendo Caio Fábio. É absolutamente fácil acusá-los e chamá-los de adúlteros, hipócritas, etc. Se fossem simples membros de igrejas, se não estivessem cada um na sua época a frente de importantes projetos evangelísticos, se não estivessem investindo cada um deles, ocupando um espaço importante em favor do crescimento do evangelho, quem se lembraria dos seus referidos pecados?

Ambos indiscutivelmente talentosos para potenciar a pregação do evangelho as demais pessoas, a um mundo enfim. Hoje o evangelho cresce enormemente na China, mas na década de oitenta, o Pastor Jimmy Swaggart havia recebido graciosamente a licença para pregar através da televisão em uma rede por toda a China! No Brasil o Rev Caio Fábio, ganhava espaço e respeito diante da classe economicamente mais abastada e da elite intelectual. E sabemos que onde o rico vai, o pobre vai atrás. Os dois foram atingidos justamente nas suas fraquezas. Jimmy Swaggart nunca foi acusado de ser um propagador de heresias bíblicas, antes ao contrário combatia os pornógrafos americanos com veemência. Do mesmo modo o Rev. Caio Fábio tinha sempre em seus livros e pregações uma palavra equilibrada, de difícil alvo e de acusações de exageros e descabidas declarações anti-bíblicas. Hoje poucos defendem o passado de ambos e se gloriam em execrá-los mais e mais. De fato, nunca mais foram os mesmos, e Deus os substituiu, a ambos, por outros que pudessem levar o Seu Reino adiante.Se você é um "zero" para Deus, será um "zero" para satanás e seu reino. A sua igreja e o seu ministério não são o "sal" da terra, pois se não salga, palavras do próprio Senhor Jesus, "para nada mais presta".

Por outro lado, se Satanás pessoalmente não se envolve com quem não representa nada, tem projetos para a humanidade, para nações, para povos, para cidades e até para pessoas que não conhecem a Deus, especificamente. O uso de meios como a música, a arte em geral ( cinema, histórias em quadrinhos, moda, etc), a elevação extemporânea de artistas sem inigualável talento repentinamente, até artistas absolutamente medíocres, a status de celebridades, cativando a muitas milhões de pessoas, o culto a essas personalidades, fazem parte indiscutuvelmente de suas ações. A divisão na igreja , causada e mantida em torno de temas secundários é ação Satânica, indiscutivelmente. O desvio do foco principal, a valorização exarcebada de elementos secundários, etc.

Mas como Satanás faz isso se não é onisciente e muito menos onipresente? Pela observação do comportamento humano e pelo acesso a um certo número de pessoas que por meio religiosos mantém contato com o mundo das trevas sendo dessa forma por ele e por seus demônios inspirados. Qualquer pessoa distante do conhecimento divino e principalmente do relacionamento divino é, em potencial, um indivíduo capaz de ser útil as trevas e aos propósitos Satânicos. Aliás não basta referir-se a Deus e às coisas de Deus. Sem comunhão com Deus ( e só o crente fiel tem essa experiência ) é plenamente possível manter-se uma igreja, denominação e ministério, e todo ele, todos os seus membros e lideranças servirem inteiramente aos propósitos e planos Satânicos e nunca, digo nunca mesmo, se aperceberem disso.

Há três níveis de acesso Satânico:

Influência> Inspiração> Possessão  

Influência é o mais distante mas de consequências importantes. Na influência, uma decisão, uma escolha, uma votação pode ser apenas momentânea e nunca mais ocorrer. É como uma ferramenta usada e descartada após o seu uso. Há muitos casos históricos que não daria para se mencionar no momento como efetivos exemplos.

Inspiração ocorre quando uma idéia aflora e faz com que o indivíduo tome determinada atitude ou assuma determinada postura. Pode ser um incrédulo, um ateu e até um cristão. Só que na Inspiração a idéia, o comportamento, permanece se não houver arrependimento ou  repreensão adequada. Pedro foi alvo dessa inspiração e duramente repreendido por Jesus quando este ( Pedro ) afirmara "façamos aqui três tendas, etc, etc. "

Possessão ocorre quando o próprio Satanás ( geralmente, na verdade , nunca ele, mas os demônios hierarquicamente abaixo dele ) passam por consentimento da pessoa a habitar literalmente nela, extemporâneamente ou integralmente, casos de Maria Madalena a primeira situação e o Gadareno a segunda situação.

Por hora é lamentável dizer que há crentes e cristãos em denominações que negam a atuação sobrenatural de Satanás nesse mundo e que afirmam que " não acredito que satanás ou seus demônios possam entrar em uma pessoa". Há ainda os que dizem que o crente está livre dessa atuação, demônios não tem nenhum poder sobre o o crente e não há biblicamente crente endemoninhado". "Essas mega igrejas neopentecostais demonizam o cristianismo para ganhar mais e mais adeptos pelo terror". "Como eleitos ( dizem de si mesmos os calvinistas )Satanás não tem nenhum poder sobre nós". Nesse último caso, podem os calvinistas negarem a eleição de Pedro, tanto como Apóstolo do Senhor- eleito para um ministério, serviço- como salvo? São os "eleitos" do século XXI mais imunes ao grupo de primeiros crentes?

Finalmente crentes em épocas distintas e que tiveram profunda responsabilidade no avanço do Reino de Deus, só para citar dois, Lutero e Calvino, enfrentaram todo o ataque possível de Satanás e seus demônios  para que a Reforma não ocorresse em seus dias e nações respectivamente. Não foram perfeitos em toda a sua teologia, mas foram vencedores e não podemos imaginar, quão grandes lutas e enfrentamentos pessoais
travaram contra o próprio Satanás,que deva ter lhes oferecido, desde barganhas, benesses, até o terror e dor para que desistissem da obra grandiosa que sentiram, cada um deles, imbuídos de levar avante para nosso benefício hoje. Do mesmo modo, reconhecer as suas estratégias, reconhecer "in loco" em que ele está e o que causa nas pessoas, desalojá-lo no nome de Jesus e expulsá-lo, seja do corpo da pessoa ou da área geográfica de um bairro, cidade ou nação é algo que só os que cnehcem ao Senhor e tem olhos espirituais para discernir essas coisas podem fazê-lo legítimamente.

Por Helvecio S. Pereira

ATUALIZADO! COM SORAYA MORAES "QUÃO GRANDE É O MEU DEUS" ( OUÇA VEJA,CHRIS TOMLIN, O PRÓPRIO AUTOR DESSA BELÍSSIMA CANÇÃO DE ADORAÇÃO )


CHRIS TOMLIN
é O autor dessa canção de adoração que já é cantada por crentes em todo o mundo em versões feitas em várias línguas espalhadas pelo mundo a fora. Ouça,assista e adore juntamente com os adoradores que juntam as suas vozes em gratidão ao nosso Deus.


Soraya Moraes / Brasil / Quão Grande é o Meu Deus



 How Great is our God / Hillsong Austrália



-

sábado, 29 de maio de 2010

EU CREIO QUE A GRAÇA DE DE JESUS É CAPAZ DE TUDO! VEJA UM VÍDEO EMOCIONANTE COM A CANÇÃO FEITA POR JOHN NEWTON NO SÉCULO XVIII

John Newton foi um capitão de navios negreiros convertido ao cristianismo em pleno século XVIII, é dele a letra e a melodia desse que é um dos mais importantes hinos do cancioneiro cristão de todos os tempos. Assista o vídeo abaixo que traduz o testemunho original de John Newton e de milhares de novos crentes todos os dias.


UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA



Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para católicos que se sentem sinceramente como cristãos mas que insconcientemente incorrem no erro grosseiro da falsa divinização de Maria mãe de Jesus, que de tão teológicamente infantil nem chega a ser um dilema teológico e que só se mantém por absoluta falta de abordagem teológica profunda. Recomendo.

Clique no link abaixo e acesse gratuitamente esse livro eletrônico. Leia, imprima-o e distribua-o.

                                              UM DEUS EM QUATRO PESSOAS

quarta-feira, 26 de maio de 2010

HÁ ALGO COMUM ENTRE OS QUE AMAM A JESUS: QUEREM QUE OUTRAS PESSOAS TENHA UMA EXPERIÊNCIA COM O SENHOR

Consenso não há entre as centenas de denominações e grupos protestantes. há porém um ponto comum mesmo com todas as notáveis divergências de linguagem, de prioridades, de práticas: todo crente quer levar Jesus as outras pessoas e se alegra profundamente quando mais alguém se rende ao Senhor Jesus. Isso é inegável e sugere a realidade do fermento que leveda toda a massa.

Deu na web:





Priscila Mastrorosa atrai para a igreja bola de neve polêmicas musas do imaginário masculino.

chamada.jpg
MUDANÇA
Priscila passou a adolescência surfando
e fumando maconha. Até a conversão
Jesus Cristo era um personagem vip. Tinha um temperamento tão agradável que na primeira vez que encontrou seus discípulos os convidou para ir à balada. Mesmo no meio de bêbados e mulheres marginalizadas, o filho de Deus mantinha seus princípios. Continuaria comportado ainda que se deparasse numa festa com a desregrada Maria Madalena, de copo na mão, dizendo: “E aí, Jesus, você vem sempre aqui? Shake your body! (mexa seu corpo!)” Essa leitura sui generis da passagem do Filho de Deus pela Terra pode parecer uma blasfêmia para a maioria das pessoas, mas tem sido a pedra fundamental do discurso de evangelização da pastora Priscila Mastrorosa, 36 anos, da igreja Bola de Neve. É com essa linha de pregação que ela arrebanhou os mais de 1.200 fiéis que frequentam seu templo localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Não por acaso, ela fala a língua deles. A grande maioria dos presentes nos cultos é de jovens com jeito de surfista, cabelo rastafári, bermudões e tatuagens. Algumas vezes, a pregação de Priscila é interrompida por gargalhadas. “A mensagem de Deus não pode ser algo chato, maçante”, justifica. Nesse estilo, a líder religiosa cativou pessoas conhecidas, entre elas ex-símbolos sexuais como Regininha Poltergeist, Marinara Costa ou Georgiana Guinle. Com mais outras três subcelebridades convertidas, está produzindo “Boladas”, um programa de debates para a tevê. Também escreveu uma comédia teatral e planeja lançar até novelas. Tudo em nome de Jesus.
Do debate, que será uma espécie de “Saia Justa” (programa feminino do canal pago GNT) evangélico, já foram gravados pilotos discutindo temas como drogas e sexo. “Essas coisas (drogas) acontecem pela falta de Jesus”, conta Regina Oliveira, que na década de 80 povoava o imaginário masculino como a sexy Regininha Poltergeist, estrela nua de várias capas de revista. “Quanto ao sexo, é preciso ter cuidado, escolher a pessoa certa, ou então vai se relacionar com meio mundo e, no final, se sentir infeliz.” A pastora adianta que a pauta de discussões do programa seguirá assim, sem limitações. “Podemos tratar de qualquer assunto, desde que seja para passar valores de família, de vida”, explica Priscila. “Aqui não discriminamos ninguém, talvez isso tenha atraído essas mulheres para a igreja Bola de Neve.” A atriz Luciana Bessa (ex-“Malhação”), que com as atrizes Roberta Foster e Giselle Policarpo completa o grupo das seis “Boladas”, confirma essa impressão. “Não ouvi broncas, apenas orientação. Antes encarava o sexo como algo casual, hoje não.” Luciana é casada com um integrante da igreja.
A própria pastora já andou por caminhos tortuosos, digamos assim. Apesar de seus pais seguirem a religião batista, também protestante, ela se afastou dos cultos na adolescência. “Aos 15 anos fui para uma praia paulista, onde surfava e fumava maconha”, diz. Seguiu os passos de seu irmão, Rinaldo, que também gastou boa parte da adolescência surfando, usando drogas e só voltou a praticar a religião após contrair hepatite. “Meu irmão contou que teve uma experiência com Jesus. Eu dizia apenas: ‘Que bom para você’”, recorda. Três anos depois, por um motivo prosaico, foi a vez de Priscila se reconverter. Uma noite estava na praia, quando uma amiga perdeu a chave do carro. Então, ela prometeu a Deus que, se encontrassem a tal chave, se tornaria pastora. “Achei o chaveiro logo em seguida. Então resolvi cumprir a promessa.” Foi estudar teologia e pouco depois iniciou a parceria com o irmão, que havia criado a Bola de Neve. É casada há dez anos com o pastor Gilson, também integrante da igreja. O casal não tem filhos.
Apesar de embalar a pregação com cores modernas e joviais, no conteúdo a Bola de Neve não difere de outras denominações evangélicas. Defende o temor a Deus sem contestação, critica ícones das religiões afro-brasileiras e as práticas da Igreja Católica. A pastora refuta a bebida e o cigarro, define o homossexualismo como um comportamento que pode ser mudado caso a pessoa encontre Deus e desaconselha o sexo casual. “O que dizemos é que a relação sexual deve acontecer depois do casamento. Mas, se rolar, que seja com camisinha ou pílula anticoncepcional”, afirma. A informalidade, no entanto, dá outro tom a essas ideias tradicionais. Quando comenta sobre o comportamento daqueles que resistem à conversão, ela mais uma vez usa a linguagem dos jovens. “Quer continuar a ser um ‘manezão’? Não quer se transformar? Você é quem sabe...”, ameaça. Tanto Priscila quanto seu marido, o pastor Gilson, sabem que essa forma descontraída de falar combina com a linguagem da tevê e dos palcos. Por isso, “Boladas” deve ter um ritmo bem mais dinâmico do que os programas evangélicos tradicionais.
O próximo passo é montar em um teatro carioca uma comédia na qual Roberta Foster, que aparecia seminua como a Eva do programa “Zorra Total”, na Rede Globo, viverá o papel de... Eva. “Mas, dessa vez, será o verdadeiro personagem bíblico”, diz a pastora Priscila. Ainda está por vir um debate esportivo e um projeto de filme. Se depender do senso midiático de sua líder religiosa, a Bola de Neve fará jus ao nome e arrebanhará cada vez mais ovelhas.
g_pastora.jpg

IstoÉ/Notícias Cristãs




terça-feira, 25 de maio de 2010

QUÃO GRANDE É O MEU DEUS ( início de uma belíssima canção de adoração contemporânea ) ou QUAL A VISÃO QUE TENHO DA SOBERANIA DE DEUS

Novamente tenho que citar o blog Kálamos, do querido irmão Jorge, e a sua última postagem ( quando você estiver lendo nem deve ser mais a última ) que acabo de ler e de dar um " pitaco", uma pequena observação lá. A postagem tem por título "Deus não tem escolhas".

O caríssimo irmão discorre habilmente acerca das definições mais ou menos contemporâneas de liberdade e de livre. Não há nada de errado em corajosamente tocar nesse tema, pelo contrário é fato bastante louvável. Corretamente demonstra e eu concordo, que as definições por ele citadas ( não são dele ) correspondem únicamente a nossa visão humana e portanto só podem ser encaixadas mais ou menos corretamente aos seres humanos e não a pessoa de Deus por razões claramente óbvias. Tudo bem , a meu ver até aí. Entretanto passa a discorrer sobre hipóteses as quais Deus poderia fazer coisas improváveis e inlógicas ( ele não afirma que Deus as faria, não é isso que o irmão postula, apenas interroga o leitor ). 

Nada de mais se não gastasse bons parágrafos nessa digressão passando por possibilidades hipotéticas de Deus ter planos ruins e falíveis, fazer não tão boas escolhas, ou criar coisas imperfeitas -  o caro irmão não afirma  essas coisas, apenas indaga se seriam possíveis- concluindo que Deus não poderia fazê-las, ter escolhas que não fossem as que efetivamente fez, e nem ao menos antever duas ou mais possibilidades. 

Quanto a construção da reflexão e colocação das idéias, trata-se de um encadeamento lógico, e uma referência a possiblidades verdadeiramente factíveis. Eu mesmo , na adolescência elaborei a minha primeira idéia verdadeiramente sincera e pessoal a cerca de Deus em uma conversa casual, descendo a Rua São Paulo, a pé com mais dois colegas, todos vindos do Estadual Central em Belo Horizonte, uma menina bonita de dar dó e um colega, o Eduardo, um afro-descendente como eu, ele de inteligência e maturidade acima da média para as nossas idades a época. Disse eu a eles: "Esse negócio de Deus não ter princípio nem fim ...antes de Deus deve ter havido um outro Deus e antes do outro, outro...etc.", aos que meus dois colegas ( coitados ) sorriram e concordaram (!!!!). Lembro-me disso até hoje, e continuei lembrando depois de minha conversão. A importância foi o fato de pela primeira vez, mesmo sendo criado e influenciado no catolicismo, Deus de fato não despertava até então a minha curiosidade. Desse modo, acho  que a dúvida, o questionamento são importantes, mas eu não conhecia a Bíblia, as minhas dúvidas eram então sinceras mas soltas, sem nexo.

O que eu quero dizer então? Quero dizer que com as Escrituras em mãos não posso me dar a devaneios, dar ares a minha imaginação. Dizem as Escrituras: "o que não provém de fé é pecado". Agora não é a dúvida descarteana ( de René Descartes ) que me guia, mas a revelação das Escrituras que já tem de a muito a resposta. Não o que poderia ser,mas o que é.

Tem a Bíblia uma palavra a essas questões? Sim estão no Livro de Jó, curiosamente dadas pelo próprio Deus ao longo de vários capítulos da referida Escritura Sagrada.Logo o livro de Jó que hoje correntes teológicas convenientemente querem atribuir-lhe o status de mítico e/ou apenas literário. Porém gosto também  da compreensão da única personagem elogiada no que tange a fé, em toda a narrativa dos quatro evangelhos, a do centurião romano.

Mateus8:5¶ Tendo Jesus entrado em Cafarnaum, apresentou-se-lhe um centurião, implorando:
Mateus8:8Mas o centurião respondeu: Senhor, não sou digno de que entres em minha casa; mas apenas manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado.
Mateus8:13Então, disse Jesus ao centurião: Vai-te, e seja feito conforme a tua fé. E, naquela mesma hora, o servo foi curado.

Observemos então todo o texto que registra os seguintes diálogos:

5
E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe,
6
E dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado.
7
E Jesus lhe disse: Eu irei, e lhe darei saúde.
8
E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar.
9
Pois também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz.
10
E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé.
11
Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus;
12
E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.
13
Então disse Jesus ao centurião: Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou.


A fé desse homem não foi vista, encontrada por Jesus nem mesmo dentre o povo que tinha a informação e a formação legítima da revelação do que Deus era e quem era.

Esse centurião teve a visão exata ( se podemos assim dizer ) da soberania de Deus, visível e perceptível em Jesus ( Emanuel- Deus conosco). Enfim , Jesus ( verdadeiramente O Deus conosco ) podia exatamente tudo, qualquer coisa, porque, ele centurião romano,pela história sabemos, podia tudo, qualquer coisa, coisas injustificáveis, com os seus comandados. Ele centurião não tinha de dar explicações, satisfações, acerca do que decidia sobre os menores que ele hierarquicamente.

Ou seja: ele não teve dificuldades em compreender o que todos os dias temamos em complicar. Nós entretanto, cogitamos em colocar Deus em um tubo de ensaios e definir como Ele,como Ele, Deus funciona ou não funciona. Trata-se de um erro crasso e uma inversão de relacionamento, de perspectiva de como o vemos.

Há coisas que o temor e a sabedoria não nos permitem fazer  pergunta, como exemplo ( pode parecer grosseiro) como foi a relação sexual entre nossos pais da qual nos originamos.Ou imagine um segundo cônjuge de alguém perguntando ao primeiro como eram as relações sexuais do casal. Só um imbecil faria tais perguntas. Há coisas que só a Deus pertencem e cogitá-las não é exatamente algo sábio.

Sobre o que Deus faria ou deixaria de fazer, é a mesma coisa. Não saberemos, não é cogitável, é SANTO,e pronto, ponto final.Por outro lado, é saudável a fé , saber que "todas as coisas lhe são possíveis", mesmo não as entendendo as todas, mesmo sabendo mínimamente as que nos são por ele reveladas, as que nos são amorosamente devidas.
  
Ah sobre o livro de Jó, algumas passagens relacionadas a esse tema me são especialmente preciosas. Destaco algumas:

Jó 9:1-33 

1
ENTÃO Jó respondeu, dizendo:
2
Na verdade sei que assim é; porque, como se justificaria o homem para com Deus?
3
Se quiser contender com ele, nem a uma de mil coisas lhe poderá responder.
4
Ele é sábio de coração, e forte em poder; quem se endureceu contra ele, e teve paz?
5
Ele é o que remove os montes, sem que o saibam, e o que os transtorna no seu furor.
6
O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem.
7
O que fala ao sol, e ele não nasce, e sela as estrelas.
8
O que sozinho estende os céus, e anda sobre os altos do mar.
9
O que fez a Ursa, o Órion, e o Sete-estrelo, e as recâmaras do sul.
10
O que faz coisas grandes e inescrutáveis; e maravilhas sem número.
11
Eis que ele passa por diante de mim, e não o vejo; e torna a passar perante mim, e não o sinto.
12
Eis que arrebata a presa; quem lha fará restituir? Quem lhe dirá: Que é o que fazes?
13
Deus não revogará a sua ira; debaixo dele se encurvam os auxiliadores soberbos.
14
Quanto menos lhe responderia eu, ou escolheria diante dele as minhas palavras!
15
Porque, ainda que eu fosse justo, não lhe responderia; antes ao meu Juiz pediria misericórdia.
16
Ainda que chamasse, e ele me respondesse, nem por isso creria que desse ouvidos à minha voz.
17
Porque me quebranta com uma tempestade, e multiplica as minhas chagas sem causa.
18
Não me permite respirar, antes me farta de amarguras.
19
Quanto às forças, eis que ele é o forte; e, quanto ao juízo, quem me citará com ele?
20
Se eu me justificar, a minha boca me condenará; se for perfeito, então ela me declarará perverso.
21
Se for perfeito, não estimo a minha alma; desprezo a minha vida.
22
A coisa é esta; por isso eu digo que ele consome ao perfeito e ao ímpio.
23
Quando o açoite mata de repente, então ele zomba da prova dos inocentes.
24
A terra é entregue nas mãos do ímpio; ele cobre o rosto dos juízes; se não é ele, quem é, logo?
25
E os meus dias são mais velozes do que um correio; fugiram, e não viram o bem.
26
Passam como navios veleiros; como águia que se lança à comida.
27
Se eu disser: Eu me esquecerei da minha queixa, e mudarei o meu aspecto e tomarei alento,
28
Receio todas as minhas dores, porque bem sei que não me terás por inocente.
29
E, sendo eu ímpio, por que trabalharei em vão?
30
Ainda que me lave com água de neve, e purifique as minhas mãos com sabão,
31
Ainda me submergirás no fosso, e as minhas próprias vestes me abominarão.
32
Porque ele não é homem, como eu, a quem eu responda, vindo juntamente a juízo.
33
Não há entre nós árbitro que ponha a mão sobre nós ambos.

e Jó 38: 1-38

1
Depois disto o SENHOR respondeu a Jó de um redemoinho, dizendo:
2
Quem é este que escurece o conselho com palavras sem conhecimento?
3
Agora cinge os teus lombos, como homem; e perguntar-te-ei, e tu me ensinarás.
4
Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.
5
Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?
6
Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina,
7
Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?
8
Ou quem encerrou o mar com portas, quando este rompeu e saiu da madre;
9
Quando eu pus as nuvens por sua vestidura, e a escuridão por faixa?
10
Quando eu lhe tracei limites, e lhe pus portas e ferrolhos,
11
E disse: Até aqui virás, e não mais adiante, e aqui se parará o orgulho das tuas ondas?
12
Ou desde os teus dias deste ordem à madrugada, ou mostraste à alva o seu lugar;
13
Para que pegasse nas extremidades da terra, e os ímpios fossem sacudidos dela;
14
E se transformasse como o barro sob o selo, e se pusessem como vestidos;
15
E dos ímpios se desvie a sua luz, e o braço altivo se quebrante;
16
Ou entraste tu até às origens do mar, ou passeaste no mais profundo do abismo?
17
Ou descobriram-se-te as portas da morte, ou viste as portas da sombra da morte?
18
Ou com o teu entendimento chegaste às larguras da terra? Faze-mo saber, se sabes tudo isto.
19
Onde está o caminho onde mora a luz? E, quanto às trevas, onde está o seu lugar;
20
Para que as tragas aos seus limites, e para que saibas as veredas da sua casa?
21
De certo tu o sabes, porque já então eras nascido, e por ser grande o número dos teus dias!
22
Ou entraste tu até aos tesouros da neve, e viste os tesouros da saraiva,
23
Que eu retenho até ao tempo da angústia, até ao dia da peleja e da guerra?
24
Onde está o caminho em que se reparte a luz, e se espalha o vento oriental sobre a terra?
25
Quem abriu para a inundação um leito, e um caminho para os relâmpagos dos trovões,
26
Para chover sobre a terra, onde não há ninguém, e no deserto, em que não há homem;
27
Para fartar a terra deserta e assolada, e para fazer crescer os renovos da erva?
28
A chuva porventura tem pai? Ou quem gerou as gotas do orvalho?
29
De que ventre procedeu o gelo? E quem gerou a geada do céu?
30
Como debaixo de pedra as águas se endurecem, e a superfície do abismo se congela.
31
Ou poderás tu ajuntar as delícias do Sete-estrelo ou soltar os cordéis do Órion?
32
Ou produzir as constelações a seu tempo, e guiar a Ursa com seus filhos?
33
Sabes tu as ordenanças dos céus, ou podes estabelecer o domínio deles sobre a terra?
34
Ou podes levantar a tua voz até às nuvens, para que a abundância das águas te cubra?
35
Ou mandarás aos raios para que saiam, e te digam: Eis-nos aqui?
36
Quem pôs a sabedoria no íntimo, ou quem deu à mente o entendimento?
37
Quem numerará as nuvens com sabedoria? Ou os odres dos céus, quem os esvaziará,
38
Quando se funde o pó numa massa, e se apegam os torrões uns aos outros?

ou ainda: Jó 40: 1-9

1
RESPONDEU mais o Senhor a Jó, dizendo:
2
Porventura o contender contra o Todo-Poderoso é sabedoria? Quem argüi assim a Deus, responda por isso.
3
Então Jó respondeu ao Senhor, dizendo:
4
Eis que sou vil; que te responderia eu? A minha mão ponho à boca.
5
Uma vez tenho falado, e não replicarei; ou ainda duas vezes, porém não prosseguirei.
6
Então o Senhor respondeu a Jó de um redemoinho, dizendo:
7
Cinge agora os teus lombos como homem; eu te perguntarei, e tu me explicarás.
8
Porventura também tornarás tu vão o meu juízo, ou tu me condenarás, para te justificares?
9
Ou tens braço como Deus, ou podes trovejar com voz como ele o faz?

e finalmente Jó 42:1-4 

1
ENTÃO respondeu Jó ao Senhor, dizendo:
2
Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
3
Quem é este, que sem conhecimento encobre o conselho? Por isso relatei o que não entendia; coisas que para mim eram inescrutáveis, e que eu não entendia.
4
Escuta-me, pois, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás.

Creio ter sido um pouco longa essa postagem, mas espero que sinceramente seja objeto e instrumento de edificação de alguém.Que o Nosso Grande Deus nos abençôe. Amém.


Por Helvecio S. Pereira


CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos