COME TO ME

sábado, 5 de dezembro de 2015

SALVAÇÃO. ESSE É O OBJETIVO DO EVANGELHO, DA ENCARNAÇÃO DE JESUS CRISTO, SUA VIDA, DA SUA MORTE E RESSURREIÇÃO... O QUE PASSA DISSO E DESVIA DA SALVAÇÃO É PERIGO E PERDIÇÃO, PARA SEMPRE!



Um dos muitos posters promocionais das ideias de João Calvino, com objetivo de levar o calvinismo aos demais crentes tidos como seguidores de uma teologia herética  por eles referida como arminianismo



A questão mais pontual relacionada ao Calvinismo ( escrevo com letra inicial maiúscula destacando a sua pessoalidade, sua singularidade e sua materialidade no pensamento humano, o que não é pouco ) e a sua particular cosmovisão cristã, é que embora o Calvinismo aponte para Jesus Cristo, e aponte corretamente ( e isso não é pouca coisa ), aponte para a Bíblia como A Palavra de Deus, também corretamente; resvala perigosa e acintosamente em inúmeras questões de forma tão graves, tão contraditórias, tão patéticas, que praticamente imobilizam todo esforço evangelístico e o resgate de pessoas perdidas, ou pela incredulidade ( ateias, agnósticas, sem religião ), pelo misticismo ou até mesmo por alguma religiosidade. Nesse ativismo e proselitismo muitos calvinistas incautos tripudiam sobre os demais cristãos, sejam católicos romanos, pentecostais e neo pentecostais ou outros.


Isso é fato notório e mais comprovável graças ao acesso,  à rapidez e à prova que é exatamente o registro digital nas redes sociais, muito mais passíveis de investigação e de detecção nos dias de hoje. Algo dito, afirmado, extemporâneo, pode ser resgatado e reafirmado mesmo depois de ser esquecido ou ate reparado. O desastre é grande e o impacto de cada um desses atos de responsabilidade isolada ou coletivo desastroso. Afora isso há ainda a teia de aranha teológica que prende o calvinista ainda que seja o cristão mais piedoso e o calvinista mais sincero.

Enquanto os desvios ( muitos e vários ) de diversos grupos cristãos no mundo podem ser facilmente demovidos ou caiam em desuso ou afirmação naturalmente com o tempo, os erros e vaticínios calvinistas permanecem renovados por uma consulta paralela ao penamento de seu criador, João Calvino como se fosse uma escritura bíblica paralela. Isso alimentado pela soberba denominacional. soberba histórica, ética natural de grupo e relações interpessoais nas próprias igrejas empederniam, endurecem, fecham a mente e o coração de quem abraçou após crer no Evangelho na cosmovisão teológica do Calvinismo.

Mas não seria essa uma análise dura, grave, injusta ou secundária demais para ser levada em conta? o que nos une, como crentes, não seriam mais os pontos em comum do que as diferenças? Sim e não considerando sim que há coisas, detalhes, pontos de fato relevantes e outros secundários, mas vale destacar que para a grande maioria deles, os pontos calvinistas não são secundários, debem ser cridos, abraçados e confessados, sem isso todos os outros crentes estão errados em não poucos pontos e a prática religiosa, piedosa deles é considerada pelos calvinistas, sem meias palavras: erráticas e herética, não importam quantas provas teológicas, hermenêuticas e bíblicas puderem ser apresentadas. Aos calvinistas ativistas e proselitistas só uma coisa importa: tornar os demais crentes calvinistas, algo festejado e de máxima importância para eles.

Livros sobre as contradições teológicas calvinistas versus ao que eles identificam e zombam como arminianismo há as centenas e milhares acredito.Qualquer um com paciência, condições cognitivas desejáveis e suficientes pode gastar uma vida em lê-los todos e estudá-los academicamente e depois decidir entre um lado e outro da questão. Esse entretanto e ao meu ver não é o melhor caminho, o caminho para todos, algo que todos possam fazer e chegar a conclusão mais correta, devido a inúmeros fatores internos, externos à cada pessoa e circunstanciais. Creio que nem Deus se interessa em exigi de todos e de cada um esse esforço: a coisas mais importantes, realmente espirituais, que Deus queira que aprendamos e façamos muito mais louvável do que essa odisseia quase que inútil espiritualmente.

Portanto, nessa postagem eu resolvi desviar de debates inúteis e ir direto aos pontos realmente importantes:

Primeiramente o Calvinismo não produz fé, não mais e tanto quanto qualquer igreja ou teologia cristã, seja qual for. A teologia tem o seu lugar, a sua significância, mas não salva, não é espiritual, e não pode produzir em nenhum ser humano nada alem de um verniz mental e cognitivo como qualquer outro saber humano, repassado para qualquer um de nós ou de nós para qualquer outra pessoa.

Produz sim, e muitas vezes, como em várias e particulares denominações e igrejas cristãs, bloqueio, cegueira espiritual, teimosia e autossuficiência pela presunção, algo oposto e naturalmente diferente da fé genuína. Ouro detalhe é que a maior parte dos calvinistas foram "mineirados" em outras denominações, já eram crentes, embora uma parte era católicos romanos, mas a maioria hoje e de crenes convencidos que era arminianos ( grande parte desconhecia esse detalhe teológico de sua denominação original ) e de que estavam teologicamente "errados"! nesse contexto o calvinismo surge como uma "re-iluminação", o que definitivamente não é, mas justa e exatamente o contrário!

Estaria eu dizendo, afirmando que o calvinista não é crente, não é espiritual, não é piedoso, não é salvo por ser calvinista? não, nada disso. Tanto como qualquer crente de qualquer igreja ou denominação cristã, a qualidade de vida cristã e a sua comunhão com Deus não se deve à sua denominação, teologia, pastor, lugar na denominação, mas na sua experiência com Deus. A confiança excessiva no lugar onde se está e no que lhe foi ensinado e se ensina a outros é que consiste  o real perigo. Isso vale para todos os crentes e cristãos em todo o mundo e em todas as épocas! não seria e não é diferente agora!

As razões pelas quais a teologia e cosmovisão Calvinista são o que são se devem a um erro inicial básico e tudo que se ergueu depois se deve a esse único desvio, simplório e basilar. A resistência em negar o Calvinismo como teologia e cosmovisão se deve unicamente a esse único ponto. Mas não é por aí que eles começam o seu proselitismo e a sua profissão de fé singular.

Geralmente o que acenam veementemente é a tal "Soberania de Deus". Consideram que todos o demais cristãos e crentes eram ou tem uma visão menor sobre essa "soberania" e claro, obviamente sobre o próprio Deus, induzindo os demais crentes a pensarem que eles de fato diminuem Deus a Sua grandeza, o que não é a verdade. Eles sim calvinistas, me uma análise mais séria e de suas falas e práticas tornam sim Deus um Ser amarrado e portanto limitado.

O ponto para eles, calvinistas, é que o homem ( e por consequência lógica e necessária à sobrevida de seu modelo teológico, os anjos, demônios, e todo ser a quem Deus tenha dado vida ) não possuem liberdade alguma! todos são marionetes ( eles não dizem isso com todas as letras ) nas mãos de Deus. Levado adiante e inconsequentemente, até Deus se encontra amarrado por Si mesmo em algum passado antes de todas as coisas, pois tudo já fora feito e decidido por Ele antes do início de tudo! Dito com essa ênfase, soa bonito, transcendente e espiritual. Alguns textos bíblicos tomados isoladamente favorecem essa ideia mas que é facilmente colocada um xeque graças a uma análise mais total da própria Bíblia. Esse ativismo e esforço tendencioso teologicamente leva os calvinistas a tirarem todo o valor do verso mais importante de toda a Bíblia no que se refere ao amor de Deus pelo ser humano, exatamente João 3:16, o terror dos calvinistas, torcido e diminuído em sua declaração de modo acintoso!

Para eles, calvinistas para não admitirem que a sua predestinação é algo biblicamente espúrio, afirmam que Deus não "amou o mundo", compreendido como todos os seres humanos vivos em dado momento, ou a toda humanidade em um sentido mais amplo, mas que esse mundo ( pasmem! ) é a igreja constituída de crentes já salvos antes da fundação do mundo, façam o que façam, impossíveis de não serem salvos, excluídos os já predeterminadamente perdidos, igualmente desejem, almejem, se angustiem-se, para não serem perdidos, procurem, busquem, se interroguem acerca da real salvação em Cristo!

Afirmam eles quando perguntados mais especificamente que essa é "a graça de Deus" de salvar que Ele quer salvar e deixar perdido quem Ele igualmente predeterminou serem perdidos. Mesmo que seja um piedoso pai, uma piedosa mãe, um médico que tenha salvado milhares de vida durante o seu exercício profissional, um filho, uma filha, patrão, amigo, colega, benfeitor, etc. Consolam-se com a morte de qualquer um que não compreendeu ou não creu no Evangelho, ignorando circunstâncias naturais e externas, como religiosas, culturais, cognitivas, interpessoais, amorosas, aproximadoras, esclarecedoras ou não, etc. Se eu entendi o Evangelho pela perspectiva singular calvinista eu sou certamente um "salvo", pois fui "predestinado" a sê-lo. Se não, não!

Quando muito pressionados acerca desse desvio teológico dizem que somente uma parte deles, execrados por eles mesmos pensam e agem assim: os "hipercalvinistas"! uma desculpa fraca para tão grande erro e precariedade teológica e humana. Se eu creio em uma salvação a perdição de qualquer um, ainda mais de uma pessoa querida é proporcionalmente angustiante e desconsoladora! não há como conformar esse sentimento, essa realidade com um Deus que ama infinitamente mais do que eu como simples ser humano.

Segundo essa compreensão como pode o "Evangelho" ser visto como a grande notícia, a boa nova, algo que constitui a redenção de uma vida, um divisor de águas que define a diferença e entre uma vida que era perdida nesse mundo e perdida para a eternidade e uma vida redimida para uma nova vida que começa aqui e e garantida  no céu?

O "Evangelho calvinista" dos quais os calvinistas se gabam e presumem ser o "Evangelho", o "Evangelho da Graça" é ao contrário aquele que ao ser anunciado deveria se dizer com propriedade: "pode não ser para você"... e não há nada que você possa fazer para ser salvo, não no sentido de alguma obra ou atitude,você não tem escolha se for um perdido: só para você o fogo eterno, o sofrimento eterno e nada mais, mesmo que se tenha dito a você que Jesus é o Salvador. Isso é definitivamente desastroso! terrível e maligno!


Em segundo lugar, como eu já havia dito, essas discrepâncias nunca aparecem em uma conversa inicial. indiretamente pouco ou nunca aparecem nas orações nos cultos ou nas reuniões de oração. No geral poucas coisas ou quase nunca a olhares menos atentos, parecem tão diferentes de uma igreja de confissão reformada ( batistas reformados ) e presbiterianos, ambas calvinistas para outras igrejas históricas, sejam elas mesmas batistas e presbiterianas de confissão arminianas em sua teologia.

Um calvinista não prega às demais pessoas o Evangelho ( segundo os calvinistas nesse caso os hipercalvinistas ) sob a sua perspectiva e compreensão os "salvos" irão às igrejas, serão atraídos à elas.Os demais calvinistas pregam a não calvinistas, não cristãos e a cristãos não calvinistas, inconscientemente tentando acertar quem é "salvo" eque durante a "pregação" se identificará naturalmente com a sua cultura religiosa, mensagem, etc. A contradição é justamente a atitude inconsciente de que quem está em uma condição geográfica e cultural que a torne o evangelho inacessível a ela, é de ceta forma um predestinado a não ser salvo, e assim não há a angustia natural por sua perdição eterna. É verdade também que apesar dessa terrível contradição, incontáveis calvinistas foram corajosos e ativos missionários, eficientes pregadores e encherem os céus falando a todos sobre a salvação em Jesus Cristo, entre eles o tradutor da Bíblia para a língua portuguesa, o grande missionário calvinista, o mais publicado escritor português João Ferreira de Almeida. A esses a condição teológica não os impediu de anunciar a salvação a incontáveis pessoas que só a eternidade revelará.

Mas em regra, e no presente, a cosmovisão e a teologia, fazem justamente o contrário: tornam muitos crentes calvinistas estéreis espirituais, presunçosos religiosos, e altercadores inúteis. Reiterando: não é a denominação, a cultura denominacional ou a defendida teologia que torna cada um de nós, cristãos, crentes ou filhos de Deus segundo a boa e mais plena vontade de Deus.No máximo a igreja, a denominação, os irmãos com os quais convivemos e partilhamos a fé no Deus da Bíblia, quando não nos torna melhores de fato apenas não nos atrapalha. A segunda situação, infelizmente parece ser a verdade na boa maioria dos casos.


O cerne do Calvinismo é a predestinação ( para salvação e para perdição).Nenhuma pessoa em nenhum dos dois casos podem mudar ou ter um destino diferente. Isso é tão radical e patético que deveria ser facilmente percebido.

Se Deus predestinou alguns ou alguém, isso poderia ser duro e em parte razoável. Deus não gosta de fulano e não quer vê-lo diante de Si, no bom e no melhor. A justiça e o pleno conhecimento de Deus seriam facilmente compreendidos nesse sentido, embora houvesse o problema da falta de meritocracia e impossibilidade de afirmar algo como um presumida "graça", uma salvação dada sem merecimento prévio. Entretanto o pior é o esforço e a impossibilidade real de justificar a salvação de quem não quer, nunca supôs, não procuraria ser salvo e nunca deu a mínima acerca da sua própria condição espiritual. Isso piora com a suposição de que Deus terá (ou teria ) que providenciar odos os meios do tal sujeito, de tal pessoa, "ouvir" o tal "evangelho", não ter escolha em dizer "não! eu não quero isso!".

Esse modelo "justo" segundo o calvinismo, que pressupõe ser o modelo amoroso e justo de Deus, excluiria quem quer ser  salvo, por uma angústia natural interna, medo da morte comum a todos o seres vivos e aos humanos, e forçaria a todos os desinteressados, rebeldes, inimigos de Deus a serem salvos, mesmo sem nunca terem desejado-o!

A despeito disso, calvinistas acusam de todas as formas e repetida e insistentemente os arminianos de terem um modelo e uma compreensão teológica frágil, por simplesmente reconhecerem que o ser humano escolhe a partir de um desejo, serem salvos desde que expostos à verdade da Salvação através de Jesus Cristo. E que a "Graça" do "Evangelho" consiste em dar a "salvação" a todo aquele que crê na mensagem que ocasionalmente ele chegue a ouvir, um modelo total e claramente exposto e amparado biblicamente.

É justamente esse modelo simples e efetivo que salva independente da igreja cristã, da cultura, da condição social, da etnia, da capacidade de apreensão teológica e cognitiva. Como diz muito bem e coerentemente com a Bíblia o filósofo católico romano, Olavo de Carvalho, quando em uma exposição acadêmica sobre salvação e outros assuntos, diz muito bem sem ser em linguagem teológica e biblicista, que quem "salva" é a pessoa de Jesus Cristo e não outra coisa. Segundo ele a revelação ( o próprio Evangelho ) a igreja , qualquer que seja ela com seu ensino e teologia, uma vida religiosa, não salva. Ele Jesus é quem dá a salvação, Ele como pessoa. Ter acesso à salvação é ter acesso a pessoa de Jesus, não menos e não mais. Desse modo são salvos o calvinista e o arminiano ou qualquer outro. Coisas basilares como crer e confessar Jesus como Deus e Filho de Deus e o crer que Ele, só Ele através de Si mesmo dará a vida eterna a cada um de nós e não de outra maneira, de outro modo ou através de um sacramento ou outro arremedo teológico.

Em síntese, pregar o Evangelho, que é só um, e não vários,é passa essa grande notícia e fazê-la efetiva seja para um querido e parente próximo, a um colega, um conhecido, a um vizinho, patrão, empregado, a um rico, a um pobre. A pessoa que ouve, entende, se posiciona, escolhe uma igreja para se unir a pessoas que já tiveram uma experiência  real com Deus e a partir daí se esforçará para conhecer mais e mais de Deus tendo como referência as pessoas que cujas vidas registradas nas Escritura, através de seus desafios, experiências, acertos e falhas nos levam a imitá-los e provarmos da realidade da intervenção e do amor desse Deus em nossas próprias vidas.

Todas as denominações têm algo que limita, ajuda ou atrapalha esse testemunho ao mundo e a todas as pessoas, algo normal. O Calvinismo entretanto tem elementos perigosos que impedem não o crente de ser crente, salvo e um bom cristão. Muito calvinistas o foram na história bem como muito arminianos, não é essa a questão. Mas vamos direto ao ponto: se você é calvinista, você é menos evangelista do que seria, por mais ardorosa e amorosa seja a sua relação com Deus. Você de fato está amarrado teologicamente, e dizendo tão diretamente quanto é possível, você verá parentes, pessoas queridas, morrendo sem salvação graças a sua conformação teológica a respeito delas. E se um dia, no futuro salvo, nos céus, você perceber que elas poderiam também estar lá, eu não consigo supor, que nem no primeiro momento isso não fique claro para cada um de nós. Se não como explicar no Novo Testamento, a angústia dos Apóstolos pelos perdidos ou durante a história da igreja cristã, o preço pago por incontáveis cristãos que dedicaram toda as suas vidas, om todas as limitações para levar a Bíblia e a história de Jesus Cristo a tantos cantos do mundo que até hoje, tantos séculos depois, pelo registro da história secular, dos nomes das pessoas, dos nomes das cidades e dos lugares, que alguém esteve entre eles e lhes falou pelo menos da história miraculosa do nascimento do Salvador, sua morte e sua ressurreição?

Finalmente um problema real:

Como na pratica tomar uma posição diferente, sem ter que escolher uma nova comunidade, novos irmãos, um novo pastor e ter que sofrer compulsoriamente a distância e a não convivência com os antigos e de fato ainda, crentes e irmãos?

Não há solução mais fácil ou mais palatável. Somos humanos e funcionamos melhor com os nossos iguais e pares e naturalmente nos afastamos e afastamos os outros por diferenças menores que apenas nos incomodam ou incomodamos.

Retaliações haverá e não como não acontecerem.É como um namoro interrompido, há uma ruptura ainda educada, consensual, amistosa. Calvinistas dizem que nenhum de nós tem escolhas. Arminianos reconhecem sim que sobre todas as coisas, e em todos os aspectos, temos escolhas e somos responsáveis por cada uma delas. Percebida a justiça e a necessidade premente de uma atitude, essa deve ser  tomada.

Oxalá, a partir dessa postagem, muitos calvinistas apaixonados pelo Senhor Jesus Cristo, pela preciosidade e riqueza da Palavra de Deus, única e poderosa, queiram deixar a frieza e o vazio teológico,serem transbordados do Espírito Santo em poder e sabedoria, terem uma segunda experiência com Deus, bíblica a de serem cheios do Espírito, e passaram a realizar através de suas vidas, aquilo que biblicamente, o Deus da Bíblia quer fazer nos dias de hoje, impactando pessoas, trazendo-as para a luz, levando-as a desejarem e escolherem serem salvas, crendo e se arrependo conforme a Bíblia no Novo Testamento deixa bem claro, fazendo o próprio Senhor Jesus ver o resultado do penoso trabalho de Sua alma, ficando satisfeito. Pois Deus não tem nenhum prazer na morte ( e na perdição ) do ímpio, mas espera que o pecador e arrependa e alcance a vida eterna através do Salvador, único e eficiente, o nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.


Por Helvécio S. Pereira 





P.S.:

Na real impossibilidade e descompasso histórico em poder discutir tanto no âmbito teológico quanto no secular as suas contradições o calvinismo mais tacanho tem se limitado, principalmente no Brasil na guerra dos bordões em apontamentos do que é considerado por eles desvios dos outros, sejam principal e curiosamente os outros crentes, justamente os arminianos, os pentecostais, os neopentecostais, deixando de fora os próprios calvinistas, incluindo os liberais, que necessitaria serem convertidos à verdade bíblica. Combatem esses mesmos calvinistas presunçosos aos próprios calvinistas, os neocalvinistas ( Bethel Church e Jesus Culture Band entre outros ) que impactam hoje boa arte dos EUA, Europa e Ásia acusando-os de heréticos e apóstatas do calvinismo original.


A situação é tão ridícula. que esses novos ativistas, através de poster bizarros e simplórios, por serem incapazes de debater honestamente a sua própria e deficiente teologia fartamente abordada por livros que vão ao mais profundo de seus erros, comprovável racionalmente, biblicamente, hermeneuticamente, de um aforma que eles não suportam ouvir e muitos com grave deficiência de ao menos acompanhar o raciocínio, zombam das demais igrejas e se mostram incomodados com o crescimento delas e com o número grande de pessoas que ao menos começam a conhecer e a buscar a Deus. \desprezam igualmente o impacto positivo na sociedade e fogem dos atuais e graves enfrentamentos nacionais e mundiais sejam social, política e ideologicamente.

Onde estão ou estavam esses diante do grave enfrentamento da maligna ideologia de gênero? Nenhum poster foi produzido por eles e poucos deles se manifestaram publicamente contra coisa alguma pelo temor de serem execrados e processados! Seu maior representante na atualidade o rev Augustus Nicodemos perdeu várias vezes a chance de permanecer calado, coisa que o fez várias vezes, enquanto outros pastores como Silas Malafaia e Marcos Feliciano ficaram expostos a processos e a execração pública por parte de incrédulos e de alguns crentes que não distinguem a mão esquerda da direita e vive versa.


Alguns posters patéticos produzidos e disseminados por ativistas calvinistas. Evidentemente a primeira vista, além de provocarem riso e parecerem lúcidos e bíblicos escondem entretanto as limitações reais do calvinismo, o cessacionismo ( a crença que não haja mais milagres ), a real relação do calvinismo original e  capitalismo, à prosperidade financeira e ao poder terreno,a supremacia calvinista ( e não a supremacia bíblica somente ) sobre as demais teologias, o exagerado respeito e culto a João Calvino, estranho historicamente e biblicamente, o respeito exagerado pelas instituições seculares ao ponto de não bater de frente e publicamente contra elas ( os fatos públicos comprovam isso ) e por aí vai. Os incautos e os que não distinguem a verdade em meio ao caos que é a própria religião cristã hoje e a situação secular do mundo( social, política e econômica ) realmente ficam impressionados com a aparente ( só aparente) lucidez dessa parcela de crentes.

No Calvinismo se negará mais do que se crerá, infelizmente essa é a pior característica desse movimento cristão que já se mostrou há tempos estar inteiramente ultrapassado, secularmente e principalmente, o que é mais importante biblicamente. No Calvinismo se zomba de tudo que se deva crer segundo a Bíblia, dos milagres, da possessão demoníaca, das profecias, do falar em línguas, do arrebatamento, transformando o Deus da Bíblia em um Alá do Corão, o Deus que faz o que bem entende, sem lógica ou razoabilidade no que faz e deixa acontecer. Para um calvinista o Diabo é servo de Deus ( não um inimigo de Deus ), Deus é o autor do mal, estupros, assassinatos, são atos de Deus pois o homem não produz nenhum ato por si mesmo, uma distorção absurda, erguida teologicamente para sustentar o erro máximo da predestinação e da eleição dos salvos ( eles claro! ). Isso tudo indo de encontro a tudo o que as Escrituras revelam sobe cada um desses pontos.

Os erros teológicos e a cosmovisão resultante do Calvinismo não são inocentes e sem consequências. A pior delas, do ponto de vista prático, é o calvinista crer, ser salvo e mesmo amando a Deus, não conseguir salvar muitas pessoas, por estar preso em uma teia teologia humana e errática. Meu irmão, minha irmã liberte-se dessa teia, seja livre em Jesus Cristo e vá dar frutos, muitos frutos para a a glória de Deus já!

Aviso de antemão que não será fácil e sem dor, escolhas terão que ser feitas e sustentadas, uma oura igreja cheia de defeitos ( porque toda a têm ) terá que ser escolhida, mas você estará se livrando de um  erro que traz limitações à sua jornada de fé.

Que Deus o abençoe! Ganhar almas, encher os céus, é melhor ( e sábio segundo as Escrituras )  que ter uma vida aparentemente piedosa fazendo prosélitos de uma teologia apenas singular, diferente e herética.


Os  posters abaixo podem soar como iluminadores, mas são apenas formas debochadas de apontar erros nos outros sem tirar do seu próprios olhos uma trave e visam fugir das próprias questões de sua própria teologia, atraindo incautos, convertidos de fato que passarão a viver uma vida cristã menos ativa e orgulhosa de si mesmo. Não caia nesse erro que não é novo na história do cristianismo.







segunda-feira, 23 de novembro de 2015

SALVAÇÃO... UM ASSUNTO SÉRIO DEMAIS, DESPREZADO, MAL ENTENDIDO E TANTOS GARANTEM DE TODOS OS MODOS A PERDIÇÃO E O INFERNO PARA SI MESMOS!


ENGANAM-SE QUEM IMAGINA OU PENSA QUE O ISLÃ SÓ PRETENDE SE EXPANDIR VIA GUERRA E MORTES... O ALVO SÃO OS CRISTÃOS ATRAVÉS DE DEBATES ONDE ELES SEJAM SEMPRE CONVIDADOS E EM MINORIA, SEMPRE BEM TRATADOS E ONDE SÃO CITADOS TEXTOS BÍBLICOS E POSTAS EM DÚVIDA A PRÓPRIA BÍBLIA...

Fiquei um bom tempo sem escrever nenhuma postagem nesse blog. Não por não ter tido um momento de inspiração, reflexão sobre algo relevante, mas abstive de escrever nesse período, penso por dois motivos singulares: abster-me de ser mestre em tempo integral, dono de todas as respostas e de tocar levianamente em algum tema, sem prová-lo antes ou sem ser com toda a certeza para edificação de alguém.

Ontem morreu um conhecido nosso, um rapaz do que não tínhamos e não temos nenhuma queixa, só elogios, simpático com todos, bom filho, bom irmão, trabalhador, honesto. Entretanto alguém do qual não temos elementos concretos, públicos de que tenha se apossado da salvação. Pior, a família impediu-o e ele não se mostrou independente e interessado em ouvir uma mensagem concreta de esperança. A contrário, ele e a família, recorreram segundo uma tradição insegura, mentirosa, mesmo na doença a fazer uma viagem cansativa, principalmente para alguém enfermo grave, à Aparecida do Norte, reduto e templo máximo de uma das facetas da idolatria de Maria, aquela que foi a mãe do único mediador e Salvador Jesus Cristo.

Fazer o quê? de fato com todas as letras, nós o perdemos, embora o queiramos em vida todo o bem, embora guardemos dele as melhores e honrosas lembranças, embora desejássemos a ele, saúde, vida, filhos, família e velhice, muitas vezes bençãos desfrutadas por pessoas tão menos dignas e úteis aos outros.

Iguais a ele se perdem todos os dias, pessoas boas, bons cidadãos, pessoas simpáticas, úteis à sociedade, fonte de alegria para todos os que desfrutam de sua preciosas convivência. São colegas de escolas, vizinhos, amigos,patrões, colegas de trabalho, médicos, enfermeiras, pessoas que nos ajudaram e socorreram a nós mesmos em tantas ocasiões, a quem devemos com justiça gratidão até ao final de nossas vidas; são amigos, padrinhos de batismo,testemunhas e padrinhos de casamento,  parentes, a irmãos, primos, tios, avós, pais. Pessoas as quais deixamos ( e elas se deixam ) que o acaso, o destino, o determinismo faça com que elas se salvem de alguma maneira finalmente.

As razões são várias, desde o respeito explicável, compreensível do direito da pessoa crer ( ou não ) no que quiser, direito inalienável... os erros teológicos vários, pelas mais incontáveis razões, as inumeráveis circunstâncias alheias ao nosso controle, teimosia, orgulho, prepotência, ignorância, amor ao erro e a mentira, incapacidade intelectual, falta de entendimento, cultura circundante, tradição familiar, etc, etc.

O resultado final, entretanto é sempre o mesmo e desastroso: a não apropriação da Salvação em Cristo, e por isso a certeza da perdição eterna! Eventualmente em praticamente em alguns anos, os crentes de alguma família têm essa sensação, essa percepção de alguém inexoravelmente se perdeu!

Não se falar sobre isso... deixar o tempo apagar essa consciência, é o que todos fazemos...isso entretanto não muda o destino de quem se perdeu! seja esse alguém um conhecido distante ou o parente mais próximo e precioso!

Os dois vídeos seguintes, encontrados casualmente na internet, mostra, em ambos, como religiosos podem gastar toda uma vida em um esforço intelectual obstinado em afastar-se a negar de todos os modos, a verdade de que Jesus salva, de que só Ele salva!notem que nesses dois casos, são duas pessoas que creem na existência do único Deus Criador, mas que endurecidas em ensinamentos erráticos, reduzem o Salvador, o único salvador, a nada, negando-lhe a pessoa que Ele disse ser e a eficácia plena de sua única salvação!

UM RABINO EM ISRAEL REJEITA A CRISTO!



A VELHA TÁTICA DE, EM UM DEBATE SOBRE COISAS CONTROVERSAS, ENFRAQUECER A DEFESA DE CRISTÃOS MUITAS VEZES NOMINAIS E AO MESMO TEMPO PROVAR PUBLICAMENTE QUE NÃO CONHECEM A SUA PRÓPRIA FÉ, E LEVÁ-LOS A TER CONFIANÇA E CURIOSIDADE EM CONHECER MAIS DO QUE NÃO CONHECEM, NO CASO O ISLÃ.



TESTEMUNHAS DE JEOVÁ, MÓRMONS, TODOS OS PARAPROTESTANTES E OS PROTESTANTES VERDADEIROS, PRESBITERIANOS E BATISTAS REFORMADOS USAM A MESMA TÁTICA: SE MOSTRAM MESTRES EM COISAS SECUNDÁRIAS PARA LEVAR O NOVO PROSÉLITO A SE INTERESSAR PELO QUE ELES TÊM A DIZER E QUE SOARÁ FINALMENTE COMO NOVIDADE, DESCOBERTA,ESCLARECIMENTO E VERDADE DEFINITIVA



UM SHEIKE MUÇULMANO REJEITA A CRISTO! PÕE DÚVIDA NO CORAÇÃO DE UMA CRISTÃ CATÓLICA SOBRE A DEIDADE DE JESUS CRISTO!




O ISLÃ É UMA RELIGIÃO DE PAZ?


NASCIDA EM UM PAÍS MUÇULMANO, MUÇULMANA DESCOBRE QUE O CORÃO DIZ SOBRE AS MULHERES



Muitos se perdem e se perderão por nascerem ou se tornarem adultos em locais onde seja impossível conhecer, confessar crer e tornar pública a sua fé, embora essa seja uma dificuldade, não é uma impossibilidade: muitos conheceram a verdade sobre a Salvação em Jesus Cristo somente em lugares e circunstâncias quase impossíveis. Estamos falando e pensando naqueles que tem contato, cujo conhecimento lhes é acessível, possuem informações e formação educacional para pensarem cognitivamente sobre esses assuntos e, mesmo assim, ativamente negam e induzem a outros a não crerem no Salvador.

Em outra postagem trataremos da dificuldade interna ao próprio cristianismo, como um esquisito amor a uma, teologia oficial particular de uma igreja ou denominação, a proclamação do Evangelho ou o testemunho relacionado à experiência e a urgência da Salvação em Jesus Cristo fica enfraquecida.

Dá, nessas situações, prioridade à forma do Evangelho em detrimento ao encontro, ao conhecimento, à decisão do homem em relação ao próprio Jesus Cristo. Para esses se torna irrelevante, desnecessária, uma tomada de posição, uma decisão se se crê, se se confia, se se espera total e perfeitamente em Jesus Cristo como Deus, Filho de Deus e único e suficiente Salvador, não pondo em dúvida ou negando uma só de Suas claras proclamações acerca desse assunto.

Por ora, fiquemos com essa declaração do próprio Senhor Jesus Cristo:

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João 14:6) 


Por Helvécio S. Pereira 

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

ESTARRECEDOR! NA ITÁLIA JESUS CRISTO, SEGUNDO PESQUISAS, É APENAS O SEXTO "SANTO" A SER BUSCADO PELAS PESSOAS EM SUAS ORAÇÕES, NO BRASIL EM CERTAS OCASIÕES NÃO É DIFERENTE: ELE A QUE SE CRÊ SER DEUS E FILHO DE DEUS, NÃO É CRIDO EM PRIMEIRO LUGAR




Essa declaração é feita por padre italiano em uma conversa informal com o comediante norte-americano, que dirige o documentário "Religius" que confronta diversos religiosos ( mas o objetivo claro é descredenciar o cristianismo ) deixando em situações ridículas em conversas espontâneas. A maioria apanha dele por ser muito difícil responder perguntas fora de um "script",mas os cristãos, sejam protestantes,católicos, judeus convertidos ao catolicismo, negros pentecostais, cristãos da teologia da prosperidade, todos não deixam por menos e defendem a sua fé, mesmo sendo ridicularizados o tempo todo. 

Ao assistirem o documentário ( que é muito bom ) incrédulos festejarão a incredulidade quase intradérmica do apresentador. Crentes de várias religiões festejarão os testemunhos, incluídos aí um ex-gay e um ex-judeu agora católico. Há momentos que você sente uma forte e sincera vontade de entrar na conversa ( eu queria entortá-lo ), mas vale pelas perguntas feitas que merecem ser respondidas a contento, e podem ser respondidas a contento.

O documentário é muito bem feito, técnica e ordenadamente com flashs de realidade incontestáveis, não se trata, embora direcionado a denegrir a fé de modo claro, não só dos cristãos, deles principalmente mas de todos os religiosos e de qualquer tipo de fé, não chega  a ser uma farsa. Fica, entretanto, uma lição importante e bastante prática para cristãos que crendo nas mesmas coisas fazem tão grande distinção, à certos detalhes, e uma pergunta: que ao invés de batermos uns nos outros, não deveríamos gastar energia uns contra os outros, aos da mesma fé basicamente?

Por isso, eu pergunto: quem se dispõe a enfrentar esses caras? Eles semeiam a incredulidade e descrença de cima para baixo: primeiro na ciência, depois na educação, depois no governo, daí nas igrejas e religiões e ai já estão todos descrentes. E para quem ache que só fazem barulho estão conclamando a todos os incrédulos de plantão a "saírem do armário" e combaterem o mal materializado  nas religiões em geral, embora o seu objetivo máximo seja Jesus e o Cristianismo que tanta "dor de cotovelo lhes provoca a despeito de que, a maioria deles, uma expressa maioria teve formação religiosa e bíblica invejável na sua infância e juventude em escolas cristãs confessionais.

Não farei propaganda do vídeo, pois os de pouca fé ficarão suscetíveis ao ar zombeteiro de quem conduz o documentário, porém o recomendo a quem desejar polir a sua espada da verdade, e treinar as melhores respostas para um justo revide a esse sincero paspalho ( paspalho por abertamente não crer, coitado ). Mas voltando a pesquisa aventada pelo padre italiano no documentário, essa pesquisa não só existe como é útil ao uma radical rechaçação a uma interferência católico-romana nas questões religiosas e políticas em nosso país: lá na sede do Catolicismo Romano, Jesus Cristo para o católico está em SEXTO LUGAR NA MEDIAÇÃO ENTRE DEUS E O HOMEM! é isso mesmo que você leu... Enquanto todos, reformados, calvinistas, arminianos, pentecostais, neopentecostais, teólogos da prosperidade, temos todos, com nossas diferenças menores ( e não listei nem uma parte delas com todas as suas subdivisões ) concordamos e cremos que Jesus Cristo é  o único mediador entre Deus e o homem. Aliás esse mesmo padre disse que esse negócio de inferno já acabou, não existe mais..."

Por Helvécio S. Pereira

P.S. Embora certos argumentos e questionamentos pareçam muito válidos e razoáveis, embora o comediante-apresentador conclame todos os ateus e ati-religiosos a "sairem do armário"e  dizerem abertamente, e pregarem a sua forma de "não-fé", atribuindo todo ódio e retaliação à religião, diretamente as três religiões abrâmicas ( cristianismo, judaismo e islaminsmo ) que históricamente se degradiam pelos mesmos espaços e detenção da verdade, a parte das religiões, e particularmente dessas, o que alimenta a ciência e o desenvolvimento da tecnologia bélica não são os religiosos. Ainda que as religiões tenham formado exércitos, incitado reis e governos, formulado leis umas contra as outras, não fabricaram e nem desenvolveram pessoalmente armas, teorias materialistas que sustentam em base mais profunda males pretensamente bem maiores. Então o problema e a resposta devem estar em outro lugar, no próprio homem, e aí nem a religião institucional e visível, pode mesmo com todo o seu sentido e foco no ideal, mudado esse homem, pelo menos certa prática religiosa, e não o verdadeiro cristianismo que nunca falha, que nunca falhou.

LEIA E ESTUDE A BÍBLIA EM SEU COMPUTADOR. BAIXE E INSTALE, ELA PASSA AS PÁGINAS UMA A UMA, COM SOM DE FOLHA DE PAPEL E TUDO. VEJA!


BAIXE GRATUITAMENTE AGORA MESMO UMA BÍBLIA DIGITAL PARA O SEU COMPUTADOR

sábado, 12 de setembro de 2015

NOVOS RECURSOS TORNAM A POSSIBILIDADE DE LEITURA DA BÍBLIA, ESTUDO E EDIFICAÇÃO MÚTUA, ESTEJAM CADA VEZ MAIS DISPONÍVEIS A CADA UM DE NÓS


Houve um tempo, e eu me lembro muito bem na época em que me converti, a persistência para achar uma rádio em ondas curtas, ou uma livraria evangélica interdenominacional que possibilitasse adquirir algum disco, livros, ou ou  material edificante. Aliás a mais tradicional delas em minha época, mais de trinta anos atrás, e ela já existia antes, fechou as suas portas há alguns anos, pela mudança na divulgação, produção e comércio de discos e livros principalmente. Funcionava na rua dos Tamóios, ao final de um beco estreito, lá no fundo era mais ou menos ampla e cheia de livros com uma sessão de discos evangélicos.


Mas que recursos mais abundantes, gratuitos e criativos estão a nossa disposição hoje? muito mais e mais ágeis, amigáveis, muito mais disponíveis, transportáveis e compartilháveis.

A vida cristã não consiste em pinduricalhos que muitas vezes podem chegar a exageros patéticos. Eu não zombo de quem usa e nem faço alguma reparação à outras pessoas mas eu não os compro e nem os uso, como os produtos da moda Fé, dos Valadões filhos, embora compreenda que esses produtos legitimamente financie projetos da igreja e dos também artistas André, Ana e Marina... Hoje temos mais carros convertidos do que os seus donos, com o escudo da "Fé", que é bonitinho e outros logos de gosto duvidoso. 

Mas também é verdade que como humanos, a identificação e a comunicação do que preferimos ou cremos, o sentimento de sermos parte de um grupo com mesmas convicções seja algo sadio e transparente e nos ajuda a não nos sentirmos isolados e impotentes, mas não é o fato mais essencial.

Eis uma série de Apps para dispositivos Android, tablets e smartphones ( e esses são só alguns que testei e instalei, são tantos e tão variados, não só cristãos ( católicos ou evangélicos ) mas de diversas religiões que se adaptam e se põem a fazer uma propaganda de si mesmos, de modo legítimo que ao usuário resta a liberdade de escolher e julgar o que mais lhe convém e edifica.

Há ainda uma variedade grande de Bíblias grátis em todas as versões e línguas que podem ser acessadas e usadas em qualquer celular ( smartphone ) a qualquer hora, rápida e facilmente incluindo nos cultos e reuniões nas próprias igrejas.

Para instalá-los, a cada um desses apps, basta acessar a loja da Google, imagine isso sendo replicado e acontecendo em todas as línguas e países, há um entre tantos exemplos de uma rádio cristã evangélica que transmite na web em chinês. Imagine o impacto dessa bendita propagação a um contingente de pessoas que ultrapassa em um quarto de bilhão de pessoas aos um bilhão já existentes?

Para instalar e baixar em seu telefone, basta pesquisar na loja do Google pelo tipo de aplicativo que espere encontrar. Caso o Google encontre algo dentro do critério de semelhança as sugestões disponíveis aparecerão. Basta escolher, testar e usar ou então desinstalar e instalar o que mais lhe agrade ou funcione a contento.


Por Helvécio S. Pereira















sábado, 1 de agosto de 2015

ATUALIZADO! QUEM SERÁ O ANTICRISTO? UM ESTUDO COMPLETO! NÃO SERÁ UM PAPA, NÃO SERÁ O OBAMA, NEM O NOVO PRESIDENTE DA GRÉCIA... E NÚMERO DELE SERÁ CONHECIDO NO MESMO INSTANTE QUE ELE CRIAR A SUA PRÓPRIA IDENTIDADE MUNDIAL, APÓS RECEBER O PODER DOS GOVERNANTES E PRINCIPAIS INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS. RESTA SABER, NÓS VEREMOS ESSE DIA?


Confesso que após ter conhecido a Deus a Bíblia, ao Senhor Jesus Cristo e ter posto definitivamente a minha fé e esperança nEle, os pregadores, os irmãos, os debates teológicos, enfim a própria conversa com cristãos, seja evangélicos ou católicos tem sido para mim desanimadora! 

Ao ouvir, ao ver os procedimentos de muitos deles, fico desanimado na maioria das ocasiões. E olhem que eu não estou falando de crentes dando piruetas, irmãs de origem afrodescendentes parecendo descontroladas pela nave da igreja, algo muito comum em igrejas negras nos EUA, não estou falando de apresentações de gosto duvidoso seja de dança ou música ou canto, não estou falando de redes cristãs de televisão que tentam entreter seus crentes com programas patenticamente simialares aos das tvs seculares, então temos desde anas marias braga, bozos, stund-ups, musicais alternativos, debates, desenhos animados, pastores moderninhos, cujo cabelo pateticamente não combina mais com a idade, gordos com camisas esportivas, no Brasil com camisas de futebol americano no púpito ( acabei de ver um na Tv da igreja que tecnicamente sou membro e por aí vai... 

Estou falando de pregadores, de pregações e não estou falando também e exatamente de pastores neopentecostais que mal ou bem falam às pessoas, a todas elas que Deus é a solução para o seu problema urgente, seja qual for, e que nesse pragmatismo estão mais que corretos... falo de pregadores que diferente dos neopentecostais sobem nos seus púpitos como mestres, investindo tempo em tornar as pessoas mais esclarecidas e mais conhecedoras de Deus e de sua vontade. As suas pregações são irrelevantes na medida que dão instrução sem a correspondente aplicação ou manifestação de uma realidade nova. Os mesmos que produzem em profusão, salvo também raras exceções, de livros que dissecam sempre a mesma coisa, o óbvio do óbvio e afasta todos da leitura pura das Escrituras.

Me desanimam calvinistas que acham o calvinismo a última batata do pacotinho, sendo que o calvinismo é  errático em seu bojo, em sua base, em seu início epistemológico, ou seja qualquer coisa que se tente acrescentar sobre ele é perda de tempo, é verniz, é falsa pintura! Me desanimam esses calvinistas, diferente de tantos outros que conheceram a jesus e a Deus em uma igreja calvinista e são gratos à sua igreja e a seus pastores e denominação mas que o fato de ser calvinistas é apenas um detalhe!

Me desanimam igualmente arminianos que  se prestam objetivamente e perseguir calvinistas, o que é diferente de fazer uma defesa esporádica de um ponto de vista diferente. Em princípio ser simplesmente arminiano não o faz um crente melhor que um também crente calvinista! Ou seja se ambos esquecerem essa pendenga, esse debate pelo debate, encontrarão diante de Deus algo mais para ser feito, e que a correção de posição teológica será, então a posteriori apenas um detalhe!

Há incontáveis posições secundárias que podem estar evidentemente erradas em qualquer teologia denominacional quanto mais na teologia pessoal, que cada um de nós desenvolve durante toda uma vida cristã. Mas embora tenha isso a sua importância, não é ainda a coisa mais importante a ser feita!

Logo o erro, a falta de exatidão teológica, o improviso e o pior: o pedantismo, não é um fenômeno e um acidente que possa ser imputado só aos crentes, pregadores pastores mais simples. Geralmente ao se ouvir um pregador intelectualmente limitado facilmente se descarta uma bobagem dita pelo mesmo, mas quando se ouve um pregador, viajado, recomendado, com um nome feito na praça, com cargos e diplomas teológicos, automaticamente se incorpora o besteirol dito por ele. E são muitas as bobagens, a irresponsabilidade ao se afirmar coisas das quais não se lembrará depois e que não se fará a devida avaliação.

Abriu-se a porteira e boiada passou e continua passando doida, louca, como cavalo em loja de porcelana! Isso não é novo, uma olhada mais atenta a história do cristianismo, se verá facilmente que sempre tivemos tudo isso o que temos hoje: em momentos de perseguição a fé em Jesus Cristo se manifesta inequívoca através de ações e confissões simples, desaparecendo ou esquecendo-se as arestas e diferenças secundárias; em época de oportunidade ou de grande progresso e liberdade toda a massa de espertalhões, superficiais, imediatistas, desonestos e atrapalhados se põem em ação dentro e em nome da própria igreja!

Crentes ou cristãos que antes se alegrariam com  sucesso de outros são agora concorrentes, desleais e desonestos, pateticamente sem sabedoria e éticos entre si, coisas que o mais vil do mundo, olhando para os crentes percebe.

Entretanto reafirmo para que não haja dúvidas: sempre foi assim, não é isso tudo, esse conjunto de coisas algo para que percamos a fé. De fato complica para que muitas pessoas creiam, sem confusão e sejam ainda salvas. Por muito disso boa parte de pessoas vão para o inferno todos os dias! se já é muitas vezes difícil para os de dentro da fé, crentes e cristãos em alguma igreja, blindarem a si mesmos e simplesmente se mantiverem firmes e animado em sua própria fé, imaginemos os de fora, cegos, sem conseguirem compreender e reconhecer Deus em todo esse caos a olhos vistos por todos os lados?

Bem isso foi só uma introdução! vamos agora ao assunto do título da postagem...


Quando se fala sobre os últimos acontecimentos acerca desse mundo, algumas elações vêem a tona, eis algumas delas:

 1) estamos muito próximos do fim do tempo
 2) estamos muito próximos da volta de Jesus
 3) uma grande destruição natural virá em breve sobre o mundo
 4) a igreja vai se esfriar e se tornar totalmente, ou quase mundana
 5) Jesus virá a qualquer desses dias ( hoje ou amanhã ) e arrebatará a igreja
 6) O anti-cristo já está entre nós
 7) O papa é o anticristo
 8) Obama é o anticristo
 9) Em um ufanismo extremo de brasileiro:o Brasil evangelizará toda a terra
10) escolhidos prá lá, escolhidos prá cá ( e não se trata da predestinação calvinista ) qualquer um hoje ou muitos se acha a última rosquinha do pacote...

Há muito mais, mas a título de simples ilustração, fiquemos somente com essas poucas, para se rir ou para serem repensadas...

Vamos por partes: 

Em primeiro lugar há de se redefinir dois conceitos importantes:

O primeiro:

A história humana embora seja caótica, não é algo que tenha sido deixada por Deus ao sua própria sorte, a história humana com tudo que tem sido, é sujeita a propósitos maiores, não se trata de algo isolado.

O segundo ponto:

As coisas estão sob controle de Deus, porque simplesmente Deus é Deus, é soberano, onisciente e onipotente, mas não está amarrada, pré escrita, seguindo um script já fechado e Deus apenas olha do alto de Seu alto e sublime trono sem ter nada o que fazer, tão espectador quanto nós seres humanos parecemos ser ou estarmos. A história e a criação são perfeita e altamente dinâmicas: Deus age, o homem age, Satanás age e desse modo há um complexo e justo conflito, permitido por Deus, com intervenção de Deus e que aponta para um ponto em um futuro definitivo.

Se você não entende isso, não entende nada e não entenderá nada e não sabe o que diz a outro irmão e muito menos a um incrédulo, a um ateu, enfim. Você embora creia, não entende e não tem as respostas para si e muito menos para outros. Graças a Deus você irá para o céu mas não convencerá nem ao amigo ou ao parente mais caro e importante para você mesmo. O seu evangelho se manifesta eventualmente na sua igreja, na sua denominação,e no que ela tem ou no que ela falta para agradar as pessoas e assim ter ou não ter novos membros.

E se continuarmos assim continuaremos lamentando e muito, tantos para os quais não conseguimos apontar o único caminho para o céu!

Por isso também não pode e não há e não haverá novo avivamento ( ou reavivamento )  enquanto qualquer um de nós ( sejamos calvinistas, neocalvinistas, tradicionais, históricos, reformados, pentecostais, neopentecostais ou mesmo paraprotestantes, católicos, ortodoxos, messiânicos, etc ) tivermos somente para mostrar aos outros as nossas patéticas particularidades, as mesmas, as quais defendemos em nós e apedrejamos nos outros.

Eu agradeço a Igreja Batista de Lagoinha, o seu pastor Márcio Valadão um pastor exemplar que por quatro décadas tem pregado o mesmo simples e velho Evangelho... mas a igreja IBL, a denominação batista, o fato de ser batista renovada, não contam em nada para mim... é como se chegar a uma janela para ver a paisagem lá fora, a janela não é importante. O foco, a razão, é a paisagem lá fora, a luz, o ar e os céus que podem ser vistos através dela, só e somente.

O avivamento ou o reavivamento vem a vida de cada um de nós quando temos uma visão desse imenso xadrez, no caso dos últimos tempos, ou mais exatamente do tempo em que vivemos exatamente hoje!

Há algo de muito grande e oposta e duplamente real acontecendo nos dias de hoje, e nós estamos de um ou outro lado dessa realidade, é impossível se estar no meio ou em ambos os lados!

Ter essa consciência é a diferença!


Por onde começar?

A primeira coisa: Jesus Voltará!

Entretanto Jesus voltará em reação a um acontecimento (por isso somente o Pai sabe - ou saberá- o dia! ) mundial, um ação humana fará com que Ele, Jesus voltem exatamente em tal dia, em tal ano, a tal hora!

Tomemos a Bíblia e leiamos um texto bastante conhecido escrito pelo maior dos apóstolos, Paulo aos gregos, mais exatamente habitantes da Grécia do início da era cristã, hoje ainda a segunda maior cidade grega com mais de setecentos mil habitantes:

1  Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,
2  Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.
3  Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,
4  O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.
5  Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco?
6  E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado.
7  Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado;
8  E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;
2 Tessalonicenses 2:1-8



A primeira coisa dita por Paulo é que os nosso irmãos daquele tempo, não ficassem perturbados, e não caíssem no erro de pensarem que a vinda de Cristo seria nos dias deles, ou para nós, que estivesse perto, como algo acidental e sem causa!  ( 2 Tess 2:1e 2 )

Que ninguém vos engane! quem estaria os enganando? não crentes? ateus? não: cristãos como eles! cristãos ignorantes? não novamente! por epístolas, por palavra, quer por espírito...  trazendo para os dias de hoje: teólogos, escritores cristãos, apologetas, pregadores e profetas! Ninguém vos engane! nem no passado, nos dias de Paulo e nem hoje tampouco!

Quais os motivos?

Motivo primeiro:

a apostasia! mas não uma apostasia qualquer, ou mais uma, ou o mesmo de sempre, mas a apostasia e a manifestação de um homem, o homem do pecado, o filho da perdição! ( 2 Tess 2:3 )

Esse homem, de carne e ossos não dirá que Deus não existe, mas contra tudo que se chama Deus, contra toda manifestação que aponte para Deus, ou mais exatamente um Deus que seja pessoal e tenha uma vontade e uma opinião acerca do homem e da humanidade! Ele não negará a adoração religiosa, pois ele se assentará no templo de Deus como se fosse Deus!

Diferente do ateísmo militante que pretende e se arvora em destruir o cristianismo, e as igrejas e por tabela as demais crenças tidas como manifestação de ignorância, esse homem não destruirá a religiosidade mas se aproveitará justamente dela e de sua enorme e pujante força.


A razão pela qual necessitamos de ver o quadro da história humana em um contexto mais amplo é o fato de todas as coisas estarem interligadas. Uma delas é que durante dois mil anos, o que em termos humanos não é pouca coisa, ou pouco tempo, o que o faz vir a existência e a tona nos últimos tempos que antecedem a volta de jesus Cristo é a igreja cristã, mesmo com toda a sua história terrivelmente conturbada! Como? o Espírito Santo veio e opera no mundo, e na igreja nesse vasto para nós período de tempo, em alguns lugares e épocas, mais em outros menos, mas sempre! E a igreja de Jesus, com o Consolador sem deixa-la órfã, é o empecilho, o incômodo, aquilo que tem impedido Satanás de ter sucesso em encontra alguém que personificasse os seus designo em meio a um conjunto de circunstâncias totalmente e pela primeira vez efetivamente favoráveis a seus propósitos!


Esse iníquo, um único homem será finalmente revelado ao mundo, a mídia tornará a sua figura conhecida e pública, mas não como o portador da maldade e do próprio Satanás... será aceito, aclamado e conduzido ao poder absoluto sobre um planeta que agora poderá ter cerca de dez ou onze bilhões de habitantes com uma tecnologia real que conecta cada um a todos quase que imediatamente!


Antes porém:

Como dito acima, o que ( aquilo ) que o detém tem que ser tirado, o impedimento tem que deixar de existir!

O Senhor Jesus veio a primeira vez na chamada na Escritura, a Plenitude dos Tempos. Isso significou que Ele foi enviado (conforme Jo 3:16 ) em uma decisão de Deus, na melhor época e no melhor lugar para isso ( ou alguém duvida? ), no sentido das circunstancias fazerem o maior sentido! O Império Romano havia organizado o mundo, dado a ele, o mundo conhecido à época, uma extensão e uma unidade ideias para a proclamação do Evangelho da salvação em Cristo. Uma língua que atravessava fronteiras, uma segunda língua, capaz de registrar com exatidão a nova mensagem, a língua grega, uma sede e uma época em que as perguntas certas, filosóficas, religiosas, estavam sendo formuladas. E um poder jamais visto na humanidade, poder político, jamais testemunhado em tão grande extensão.

Da mesma forma a segunda vinda será no momento mais propício do ponto de vista de Deus, segundo o relógio e a hora definida pelo Pai!

Esse relógio plenamente definido por dois fatos:

Um: Jesus ter nos preparado um lugar!

Dois: A oportunidade e a justiça por parte de Deus de confrontar a loucura e o pecado da humanidade!


O Senhor Jesus volta, pois o lugar onde Ele está e onde estaremos com ele já se encontra preparado e o mundo será confrontado sem a sua igreja fiel, sem os seus, e as taças podem ser derramadas sobre esse mundo tal qual foram as pragas sobre os egípcios no Egito ao tempo de Moisés em que os israelitas nada sofreram!

DANIEL CAPÍTULO 7

7  Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres.

8  Estando eu a considerar os chifres, eis que, entre eles subiu outro chifre pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas.

Daniel 7:7,8

Esse texto fala do anti cristo. é exatamente nesse texto de dois mil e quinhentos anos atrás, que podemos ter uma localização temporal e geográfica do nascimento, talvez não o nascimento biológico, mas do surgimento de sua pessoa como poder político surpreendente e porque não dizer repentino!

é importante ressaltar que o animal visto na visão por Daniel, o profeta, era diferente de todos os animais que apareceram antes dele... ( Dan 7: 7 ) esse animal é um reino, e o chifre que havia olhos como de um homem ( pois será um homem ) e falava grandes coisas é o anti cristo! ( Dan 7:8 )
 Por
Esse grande e terrível animal é historicamente o Império Romano. Por essa passagem do livro de Daniel sabemos, ou podemos saber, que o anti cristo, surgirá justamente de uma parte, de uma região do antigo Império Romano.

Logo ele não virá do Brasil, dos EUA, do Canadá, da Austrália, da África do Sul mas também não será de Roma ou da atual Itália. Não poderá ser o primeiro presidente negro dos EUA, com dupla origem étnica como eu ( e eu sei o que é isso ) nem dupla influência religiosa, cristã e islâmica como é o Obama. Também o anti cristo não poderá ser o papa, como desejaria as Testemunhas de Jeová, e noventa e tantos por cento dos protestantes e evangélicos, com a derrocada definitiva da Igreja Católica Romana ( que acontecerá ) encerrando uma falsa supremacia como igreja  cristã e do culto errôneo à Maria. Isso se dará, mas de outra forma: para que um novo modelo de poder se instaure os anteriores serão ( ou terão ) de serem eliminados... com ela e com todos os demais poderes, todas as denominações cristãs não católicas colapsarão de forma surpreendente!

O anti cristo não será um papa, não será um sheike, não será um pastor, nem nenhum um politico que tenha hoje uma visibilidade e poder marcante. Quem será ele?

A garganta e a força incômoda do islã, pelo menos como se conhece hoje, através de seus vários e estranhos braços será igualmente aniquilado e tirada toda a força...

O Novo Império Romano


O Novo Império Romano se materializou recentemente através da UE ( União Europeia ) e de uma única vez, quase que instantaneamente, após a queda da URSS, que deu independência as nações que a faziam ser a maior nação da terra e a Europa divida pela primeira e segunda gerras mundiais se une em torno de uma úncia moeda, mais forte que o Dólar, uma Europa que pode ainda anexar a si, países que antes faziam parte da antiga URSS, como Ucrânia e outros. Esse é o novo império Romano, o que parecia biblicamente uma impossibilidade é real hoje, basta viajar-se à Europa e pela Europa para constatar-se isso.

O antigo Império Romano contemplava domínios que iam desde o norte da África, passando pelo Irã, Iraque, Turquia, Síria e países do leste Europeu. A UE ainda não tem esse alcance, pelo menos geográfico, mas a sua influência politica no mundo rivaliza com a influência dos EUA, sendo dos EUA aliados mas com independência.

Os dez chifres são dez nações dentro desse mapa do antigo Império Romano, mas dez chifres, dez nações modernas, dentro do mapa do antigo Império Romano que se estendia até a proximidade da atual China e Índia!


Mas de onde ele, o anti cristo surgirá finalmente:

Em Daniel 8:8 e 9 lemos:

8  E o bode se engrandeceu sobremaneira; mas, estando na sua maior força, aquele grande chifre foi quebrado; e no seu lugar subiram outros quatro também insignes, para os quatro ventos do céu.

9  E de um deles saiu um chifre muito pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa.
Daniel 8:8,9


O grande chifre que se engrandeceu e fora quebrado é o Império Grego que precedeu o Império Romano. O império grego foi um império que se engradeceu sobremodo, surgindo de um pequeno país que hoje está na bancarrota e do qual pode-se até zombar hoje. Mas esse império preparou o terreno para o seguinte: o império romano. Em pouco tempo, Alexandre o Grande morreu aos apenas trinta e dois anos, mas em uma década, rápido como um leopardo, fez um reino que antes dos romanos chegou até aos limites da China e também Índia.

Os quatro generais de Alexandre constituíram, após a sua morte repentina, quatro reinos, que são hoje quatro países reais:

EGITO, GRÉCIA, TURQUIA E SÍRIA

e justamente em um desses países surgiu o pequeno chifre: o anti cristo!

Desses quatro países, três possuem fronteiras praticamente iguais a dos tempos de Alexandre, são eles:

O EGITO, A GRÉCIA E A TURQUIA.

Entretanto a Síria, constituí-se à época ( do antigo império grego ) dos atuais países:

IRAQUE, IRÃ ( BABILÔNIA )


Localizemos mais exatamente de onde o anti cristo surgirá:

Em  Daniel 11: 40 e 41 lemos:

40 E, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele, e o rei do norte se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas suas terras e as inundará, e passará.


41 E entrará na terra gloriosa, e muitos países cairão, mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e os chefes dos filhos de Amom.



Os termos  rei do norte e rei do sul, compreendidos na sua exatidão e perspectiva bíblicas, se referem a nações ou países ao sul de Israel e ao Norte de Israel. O anti cristo fará uma guerra contra o rei do Sul.

O rei do sul portanto se refere exatamente ao Egito de nossos dias, e o rei do norte a que país se referirá?

Durante algum tempo muitos identificaram a extinta URSS graças ao seu poder bélico e território imenso ao poder que viria do Norte sobre Israel e ao comando do anti cristo... mas esse texto deixa bastante claro a nós que não.

Entretanto a proximidade fica clara nos dois casos: reino do sul, Egito e reino do norte, a Síria!

Só que a Síria a que se referia Daniel, não é exatamente a Síria geográfica de hoje, ela incluía também o Iraque e o Irã!

O assustador é que há dois países dessa região temerosos e dois deles cautelosos com a nova força exterminadora e surpreendentemente aglutinante do IE ( estado islâmico ) que hoje domina parte da Síria, parte do Iraque e se aproxima do ainda tranquilo e seguro Irã.

Mesmo que o IE ( estado islâmico ) não seja o poder organizado a disposição do anti-cristo, pode ser a força que prepara o terreno para o seu surgimento!

É portanto, surpreendentemente dessa região do mundo que surgirá o anti-cristo diante dos olhos da maior parte das pessoas do mundo que ignoraram e ainda ignoram as revelações proféticas das Escrituras, da Bíbl
ia!




Lemos em Apocalipse 17:8 :
O apóstolo João, na sua visão na ilha de Patmos escreveu:

8 A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, ainda que é.

Esse texto fala de um ser que não é humano, mas sobre-humano, esse ser dará ao anticristo a personalidade sobre-humana que impressionará as pessoas em todo o mundo!

Mas qual o propósito desse homem, pois é um homem, não é um sobre-humano ou diferente de uma pessoa qualquer?
Alexandre o Grande, tão jovem, não pode ter construído um império tão grande, sozinho, humanamente. A besta nesse caso não é o anti-cristo ( nesse texto ) mas Satanás que pessoalmente fará surgir do anonimato esse homem, o anti-cristo, e lhe fará tão bem sucedido e de tal maneira que todos se maravilharão com capacidade de comunicação e de persuasão!


Em Daniel 7:25 lemos:
25 E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo.


O preparo ou mais exatamente uma amostra do que virá o do que será dito por ele, o anticristo, o mais possesso de todos os homens e mulheres possessas pelo próprio diabo está sendo dito pelo velho e novo ativismo ateu mas principalmente pelo ativismo de gênero. O primeiro diz e escreve coisa contra Deus mas o último, as vezes aliado ao primeiro exige, promulga leis contra Deus e contra tudo o que possa ser reconhecido como projeto de Deus!

O anti-cristo proporá a paz mas sobretudo agradará os que não estão preocupados com guerras, ao legitimar toda forma de relacionamento sexual, homossexualismo, pedofilia, zoofilia, necrofilia, todas a drogas recreativas, todo tipo de comércio, desde que cada um viva e deixe o outro viver conforme dita o seu próprio prazer! Não é isso que grande parte do mundo hoje reclama: prazer e dinheiro? Deus e a ideia de Deus não parecem ser o grande empecilho e o ruído incômodo que impede a todos de serem felizes?  Que força teria aos ouvidos mundiais o som agradável de que após uma guerra avassaladora em que ele ( o anticristo ) surge como um novo líder pacificador, que todo esse esperdício seja usada para o prazer e segurança para o prazer de todas as pessoas, sem diferenças e discriminações?


O anticristo fará uma revolução cultural sem precedentes!

...
e cuidará em mudar os tempos e a lei...

A mídia mundial terá enorme participação e no papel de construção positiva de sua imagem!

Muitos não sabem ou ignoram que toda a experiencia em menos de um século na construção de mitos e ídolos, passando pela música e pelo cinema, desembocará, na construção, no deliamento da figura pública mais perniciosa que já viveu nesse planeta.

O sucesso de um hit, uma canção por coreana atingiu rapidamente a estonteante marca de um bilhão de views na internet!

Imagine se toda a mídia mundial após tantos ensaios e tantas constatações feitas em grandes filmes de Hollywood, não poderiam e o farão com relação ao anti-cristo?

Há hoje no mundo, na cabeça das pessoas e mais direta e objetivamente dos que afortunadamente têm algum estudo, ensino médio ou faculdade, graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado uma afrontosa rejeição à Deus, particularmente ao Deus bíblico, aposta a uma crescente aceitação de um Deus genérico, impessoal, simbólico, distante, morto ou mesmo inexistente.

Todas essas pessoas asseiam por uma ilegítima libertação e a sua imensa maioria gostariam de dizer coisas inomináveis a Deus e viverem as suas vidas segundo os seus próprios narizes!!!

O anti-cristo dirá o que está em seus corações ingratos e em suas mentes pervertidas! por isso ele será aceito pela maioria, outros os que por alguma resistência lhe resistirem serão perseguidos pelos primeiros!


Após do Deus indesejado pelas pessoas for tirado de cena, as pessoas convencidas disso, ele o anti-cristo se autoproclamará como sendo ele mesmo: DEUS! ( o desejo inconsciente de Satanás desde que foi achada iniquidade nele!)

Satanás é como um cão teimoso que após afastado de algo que ele queira pegar, dissimula, espera, e vai até o objeto de desejo de novo! Satanás não é deus mas o prazer cultivado em ser adorado é doentio, e como um viciado ele não consegue se esquecer dele!


E Israel como se portará em todo esse tempo?

Israel, consciente ou inconscientemente acredita que aquela pequena região do mundo, foi lhe dada por Deus, e Israel e os israelitas amam aquela terra, não a trocariam nem pela imensa e verde Amazônia ou pelas belas florestas do Canadá. Mesmo sem entenderem só querem aquele lugar. O anti-cristo lhes dará a paz que tanto buscaram em toda a a história do povo judeu e que nunca tiveram definitivamente! Por isso e dessa maneira será aceito e reconhecido como o Messias político e rei, mas quando o mesmo se sentar no lugar santo, como se fora Deus Israel sozinho se rebelará... e se rebelará não contra um país, uma nação vizinha em particular, mas contra o que o mundo todo acredita e apóia.



No primeiro momento Israel refenderá o anti-cristo como Messias, isso será importante para que ele, o anti-cristo seja aceito mas em um segundo momento Israel o rejeitará! E aí haverá um conflito definitivo!

Antes porém o terceiro templo será construído: a reconstrução do templo em Jerusalém! Não sabemos como isso se dará mas os israelitas já estão com os projetos prontos e enseiam construí-lo em breve!


Jerusalém e sua divisão é um ponto nevrálgico entre muçulmanos e judeus... possivelmente o Islã perca a força antes, ou seja unido ao judaísmo teologicamente de alguma maneira.  Os árabes querem hoje para que haja paz, parte de Jerusalém, e o lado ocidental de Israel.

O anti-cristo terá uma solução para isso, não sabemos como, mas ele trará a paz através de um pacto político, o templo, o terceiro templo será construído finalmente.


Em Daniel 8: 24 e 25 lemos:
24 E se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo.

25  E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado.

Daniel 8:24,25



E em Daniel 11:37
37 E não terá respeito ao Deus de seus pais, nem terá respeito ao amor das mulheres, nem a deus algum, porque sobre tudo se engrandecerá.


Para ser aceito pelos judeus, o anti-cristo poderá e certamente terá uma ascendência judia de alguma forma. Há judeus praticamente em todo o mundo ou em boa parte do mundo nascidos em várias etnias aparentemente diferentes. Para ser aceito como o Messias político e rei, só poderá sê-lo sendo judeu, mas como a exemplo de tantos judeus apostatas como Karl Marx e outros o anti-cristo será apenas mais um judeus de nascimento como o fora Judas Iscariotes!

A prova de que se aproveitará do sentimento religioso e não negará a Deus e a sua existência  ( como Satanás fez no próprio Éden, não negou a Deus apenas inventou que Deus tivesse um aventado temor a uma eventual concorrência do simples casal humano, que seriam então como Deus, conhecedores do bem e do mal ) o anti-cristo incentivará o lado religioso da adoração para depois ele mesmo recebê-la!

Daniel 11:38
38 Mas em seu lugar honrará a um deus das forças; e a um deus a quem seus pais não conheceram honrará com ouro, e com prata, e com pedras preciosas, e com coisas agradáveis.


O número a Besta e o controle mundial do comércio e dos negócios

Muito tem intrigado as pessoas o incógnito número 666. Não pouca literatura, livros, vídeos, palestras e pregações tem sido destinada a esse único tema, bem como pesquisas e filmes produzido por Hollywood.

O que dizem as Escrituras?

Curiosamente e poucas pessoas se lembram disso, esse número não é encontrado na Bíblia apenas na mais conhecida passagem do Apocalipse. Incluído o texto famoso do Apocalípse há mais os seguintes textos nas Escrituras:

Os filhos de Adonicão, seiscentos e sessenta e seis. 
Esdras
 2:13
E o peso do ouro, que vinha em um ano a Salomão, era de seiscentos e sessenta e seis talentos de ouro, 2 Crônicas 9:13
E o peso do ouro que se trazia a Salomão cada ano era de seiscentos e sessenta e seis talentos de ouro; 1
Reis
 10:14

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. 
Apocalipse
 13:18


( VOCÊ PODE   SALTAR ESSA PARTE E VOLTAR A ELA POSTERIORMENTE PARA CONSULTA MAIS ACURADA )

número da besta ou marca da besta, é, de acordo com a tradição cristã, o número correspondente ao sinal da besta.
Os manuscritos gregos (na realidade cópias de um protótipo que, ainda que outros discutem a originalidade, foi escrito em hebraico) escrevem a frase como χξϛ´ (666 em forma numérica grega) ou algumas vezes ἑξακόσιοι ἑξήκοντα ἕξ("seiscentos e sessenta e seis", por extenso).
O texto grego de Codex Alexandrinus do Novo testamento recita:
"Ὧδε ἡ σοφία ἐστίν• ὁ ἔχων νοῦν ψηφισάτω τὸν ἀριθμὸν τοῦ θηρίου, ἀριθμὸς γὰρ ἀνθρώπου ἐστίν• καὶ ὁ ἀριθμὸς αὐτοῦ ἑξακόσιοι ἑξήκοντα ἕξι."
"Hōde hē sophia estin; ho echōn noun psēphisatō ton arithmon tou thēriou, arithmos gar anthrōpou estin; kai ho arithmos autou hexakosioi hexēkonta hex."
Na Vulgata, ou Bíblia latina:
"Hic sapientia est. Qui habet intellectum, computet numerum bestiae. Numerus enfim hominis est, et numerus eius est sescenti sexaginta sex'."
A tradução da tal profecia para o português seria:
"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, para que ninguém possa comprar ou vender , senão aqueles que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, porque é número de homem; e seu número é seiscentos e sessenta e seis."

A origem da profecia está associada ao trecho das Escrituras Sagradas Judaico-Cristã (o termo Judaico-Cristão é apropriado para caracterizar o conjunto de livros composto pelo Velho Testamento e Novo Testamento; a Bíblia Sagrada dos Cristãos), mais precisamente no Livro de Apocalipse (Livro de Revelações escrito por João Evangelista), no capítulo 13. O livro de Apocalipse trata de revelações dadas pelo Deus Bíblico, relatando acontecimentos proféticos de um determinado período do tempo da história, a saber, o último período da contagem dos dias antes do fim dos tempos. Sua essência foi usada como fonte de superstições no decorrer da história.
A associação do tipo de marca tratado em Apocalipse 13 faz ênfase ao costume comum de se marcar aquilo que lhe é de propriedade. Emblemas feitos a ferro e aquecidos ao fogo são usados para marcar e identificar animais de porte econômico como gados, cavalos, etc. Uma associação provável do uso de marcas em homens está relacionada à téssera, sinal marcado sobre os escravos romanos. Deste modo, o autor do Apocalipse estaria associando o uso de um sinal aparente, a marca da Besta, a um controle de escravização do homem, através de um sistema social, político, econômico e religioso (Apocalipse 13:16-17)


O número 6 das bestas-feras e o número de homem

"Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, porque é número de homem; e seu número é seiscentos e sessenta e seis." (Apocalipse 13:18)
O número chave que compõe a expressão "seiscentos e sessenta e seis" é o número 6 (seis), que aparece de forma triplice na sua forma descritivamente numérica: 666.
"E disse também Deus: Produza a terra seres vivente, conforme a sua espécie: animais domésticos, répteis e bestas-feras, segundo a sua espécie. E assim se foi. E fez Deus as bestas-feras, segundo a sua espécie,e os animais domésticos segundo a sua espécie,e todos os répteis da terra conforme a sua espécie. E viu Deus que isso era bom.
Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se rastejam pela terra... E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom; houve tarde e a manhã, o dia sexto" (Gênesis 1:24-26,31)
A primeira aparição bíblica que leva a citação ao número 6 aparece no livro de Gênesis. Em Gênesis capítulo 1, no trecho b do versículo 31, lê-se: "e foi a tarde e a manhã: o dia sexto". Perceptivelmente, durante o processo da criação dos seres viventes que estão enquadrados ao período do dia sexto da Gênesis, entre outras criaturas, aparecem: as bestas-feras (Gênesis 1:24) e o próprio homem (Gênesis 1:26).
"E da boca do dragão, e da boca da Besta, e da boca do falso profeta vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs, porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo para os congregar para a batalha, naquele grande Dia do Deus Todo-Poderoso" (Apocalipse 16:13-14)
No Apocalipse, todo o complexo dado para a formação da profecia do fim dos tempos possui uma estrutura revelada em forma de uma trindade: o dragão, a besta e o falso profeta. Visto que 6 é o número do homem, pois foi criado no sexto dia por Deus (Gênesis 2:26-31) ; o número "666" representa uma trindade humana imitando a trindade divina, a trindade: Pai, Filho e Espírito Santo. Sendo assim, três vezes seis deve referir-se a uma estrutura humana homem que se apresenta como a trindade divina. Assim como os imperadores romanos e muitos outros, antes e depois deles, o Anticristo se julgará igual a Deus (2 Tessalonicenses 2:4).

Segundo estudiosos, o mencionamento bíblico faz referências a duas bestas: a Besta que sobe do mar (versículo 13:1a) e a Besta que sobe da terra (versículo 13:11a); dando ênfase à duas atividades distintas de uma mesma manifestação proposital. Um monstro com várias cabeças, adornada com chifres e diademas, que se ergueria no cenário profético impactando aqueles que se deparam com tal profecia.

A besta que subiu do mar

"Então vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças nomes de blasfêmia." (Apocalipse 13:1)
Pesquisadores da profecia, em revelação apocalíptica sobre a Besta, levam a crer que as revelações sejam um sistema burocrático e político de escala mundial. Uma organização de um poder onde dois grupos: pessoas de cargos e supostos estandartes; são bíblicamente referenciados por palavras chaves como: cabeças, chifres e diademas (versículo 13:1a), e, leopardo, urso, leão e dragão (versículo 13:2); respectivamente.

A besta que subiu da terra

"E vi subir da terra outra besta, tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como dragão." (Apocalipse 13:11)
Pesquisadores bíblicos costumam afirmar que, neste trecho, esta segunda etapa da revelação da Besta levaria a um personagem bíblico identificado pelos estudiosos como o Anticristo (1ª João 2:18), que se exaltará como Deus e exigirá ser adorado como tal. As palavras chaves aqui são: cordeiro e dragão. As interpretações aqui dadas dão ênfase à palavra cordeiro com a intenção de pôr-se semelhante ao Messias, o Cristo, que também é chamado de "O Cordeiro de Deus" que tira o pecado do mundo; e a palavra dragão como um complemento profético distinguindo-o como uma espécie de "Messias do Diabo", já que a palavra Dragão o próprio Apocalipse dá o seu significado: "E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo" (Apocalipse 12:9).
Este trecho revela o surgimento de um suposto remidor (cordeiro) que fará oposição (dragão) a Cristo, e exigirá ser adorado, e sua adoração acarretaria em total idolatria, gerando a desqualificação do Deus bíblico (1ª João 2:22; 1ª João 4:3; 2ª João 1:7), acarretando a condenação perpétua do indivíduo que a tal criatura adorar (Apocalipse 14:9-11).

O Anticristo

Será alguém que pretenderá ocupar o lugar de Cristo, opondo-se a Ele (1ª João 2:18; 2ª João 7; Apocalipse 13:1-2). Muitas de suas atividades são citadas em profecias no Velho Testamento. Chamado de "O Assolador" (Daniel 9:27 e 12:11), terá seu foco no oriente médio, em especial, Israel e Jerusalém, onde estabelecerá uma aliança de paz com as nações vizinhas e onde fará a sede do seu governo mundial. Segundo uma das correntes que interpreta as profecias bíblicas, seu governo terá dois períodos: um de paz (Ezequiel 38:8) e outro de traição e guerra (Ezequiel 38:10-12,15-16). Cada período durará três anos e meio, formando um total de sete anos de governo.2

Ascensão ao poder

O Anticristo será um homem que surgirá em meio às crises mundiais existentes, de forma que sua aparição surpreenderá o mundo. Seu governo se tornará, em um curto espaço de tempo, num forte governo mundial unificando com sucesso todos os blocos de relações econômicas e políticas existentes no momento. Com a finalidade de trazer a paz, será reconhecido e aceito, e combaterá as crises mundiais implantando um largo sistema de integração financeira: o sistema 666 de compra e venda (Apocalipse 13:16–18).

Neste momento, com o auxílio de um "deus estranho" (Daniel 11:39, Isaías 14:12), exaltará a si próprio como sendo o "Cordeiro de Deus" que tira o pecado do mundo e exigirá ser adorado como Deus, declarando-se então ser o Messias de Israel (Daniel 11:36). Será então que, perseguirá todo aquele que, na Terra, não se curvar a ele para adora-lo como Deus, manifestando-se ser o que a Bíblia chama de "O Filho da Perdição" (2ª Tessalonicenses 2:3), o então Anticristo. Descumprirá o seu tratado mundial de paz e estabelecera então a guerra. Se voltará contra Israel e Jerusalém no lugar do antigo templo, para lá pôr o trono do seu governo mundial (Daniel 11:31).

A queda

"E da boca do dragão, e da boca da Besta, e da boca do falso profeta vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs, porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo para os congregar para a batalha, naquele grande Dia do Deus Todo-Poderoso... E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom... Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, eleitos e fiéis" (Apocalipse 16:13-14,16; 17:14)
Vulgarmente conhecida por muitos como a 3ª Guerra Mundial, a Batalha do Armagedom terá como principal foco a nação de Israel, onde as nações de todo o mundo, sob a representação do governo do Anticristo, pressionarão Israel e, com o pretexto de que Israel não reconhecera o Anticristo como autoridade divina, sitiará grande exército ao redor da nação para guerrear contra Israel. Segundo profecias citadas na bíblia, o Deus de Israel intervirá na guerra a favor da nação de Israel enviando a Jesus Cristo que Israel antes não reconhecera como o Messias. Nesta ocasião, Israel o verá e reconhecerá a Jesus Cristo como o tal.

O sistema 666 de compra e venda

"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome... e o seu número é seiscentos e sessenta e seis." (Apocalipse 13:16-18)
Com o passar dos tempos, este trecho da revelação do Apocalipse vem tomando forma, mostrando que o cumprimento de tal profecia está em evidência e em estado bastante avançado para os dias atuais. O primeiro aspecto a se analisar é a ascensão de um sistema de compra e venda diferenciado do convencional, indicando que o dinheiro em espécie, como fora usado durante muito tempo, sairá de circulação. O surgimento de um suposto "sinal" fará a substituição do dinheiro.

Instituições financeiras

À medida que o tempo avança, os grandes centros financeiros vão, aos poucos, substituindo suas formas de transação financeira. Os bancos vão, cada vez mais, adotando sistemas de automação capazes de substituir por completo o dinheiro em espécie.
Com o avanço tecnológico, hoje é capaz de criar gerenciamento monetário digitalmente, utilizando os cartões eletrônico que mantém um controle financeiro sem a utilização da cédula monetária. A modernização de bancos por computadores e a utilização de protocolos de comunicação como os da internet, junto com a utilização de sistemas de sinais de comunicação sem fio (Sinais de ondas sonoras e magnéticos, satélites, Redes WiFi, bluetooth, etc.), estão cada vez mais aproximando o fluxo de transação financeira de todos os cidadãos aos relatos proféticos da bíblia.

Codigo de produtos industrializado

Com a industrialização do comércio, surgiu a necessidade de se criar uma identificação para os produtos comercializáveis. Esta identificação, representada por uma estrutura de série numeral ou alfanumérico, atribui ao produto algumas características sobre, por exemplo, a origem de fabricação e o lote do produto.
A partir da criação desta identificação, veio o avanço computacional no sentido de melhorar o manuseio destes codigos pelos seus fornecedores e revendedores. Várias formas de utilização de codificação e leitura foram desenvolvidos. O Código de Barras é hoje a mais amplamente usada no momento onde, na aplicação comercial, encontra-se um leitor ótico de barras. Na utilização das barras, ficou definido as barras laterais e uma barra central como códigos de controle com valores de codificação com o número 6, dando ênfase a formação do código '6-6-6' sobre os codigos dos produtos comercializados. É bem provável que esta tecnologia possa ser substituida por uma outra tecnologia ainda mais sofisticada, no sentido de aprimorar o controle de produtos industrializados e descartando, assim, o uso deste sistema de codificação em barras.

Internet Protocol Version 6 (IPv6) e o 666

A principal tecnologia de troca de informação está, atualmente, voltada para a internet. Com a criação da internet, os meios de compartilhamento de informação tem se convergido para os protocolos de comunicação TCP e IP, formando, assim, o conhecido entre muitos profissionais e usuários de redes de computadores: o protocolo TCP/IP. Está previsto uma ampliação na estrutura IP de endereçamentos de pontos lógicos de conexão através de uma nova versão do protocolo IP, que atualmente utilizando a versão 4 (tecnicamente conhecido como IPv4). Esta atualização é chamada de IPv6. A Internet Society, responsável pela definição dos padrões de uso da internet, já houve uma mudança definitiva para o novo protocolo a partir dia 06 de 06 (junho) de 2012.

Profecia e revelação

A aparição do número da Besta marca na história bíblica o início da rebeldia completa de um povo ou nação pela representação de um governo mundial, o governo do Anticristo. O número da Besta representa a falsa adoração, ou seja, a idolatria ao Anticristo. No final terminará com o 666 (ou a vinda do Anticristo), aquele que deseja ser como o "Deus salvador", mas só Jesus Cristo salva. A Profecia visa levar ao ser humano o entendimento das coisas futuras que irão acontecer, para que quando vierem a acontecer o cristão não seja pego de surpresa, deste modo, no começo do Apocalipse, o escritor recebe a mensagem do Anjo para dar ao seus servos, e estes servos são o povo deste Deus verdadeiro, o Deus de Israel.

TRIBULAÇÃO

Passaremos ou não por parte dela?

Embora o controle mundial seja nítido tanto ao examinar-se as profecias como em uma avaliação referente a recente e eficaz globalização com base principalmente na tecnologia que avança prodigiosamente mais que em qualquer avanço tido como similar em qualquer outro período da história humana, o que de destaca é que o controle, a identificação, bem como a localização e a permissão ou não para se fazer qualquer coisa, inclusive comprar e vender passa por uma identificação mundial.

Imaginemos onze bilhões de pessoas ou perto disso, cada um com a sua identificação intransferível, insubstituível, absolutamente em tempo real, em todo o nosso planeta!

No início e no título dessa postagem, eu coloquei que o anti-cristo seria ou será final e facilmente identificável quando uma cerimônia e lançamento dessa identificação, a exemplo de todo político, para marcar a sua acessão e ligar o nome ao feito, a primeira identificação mundial for dele mesmo? que impacto positivo terá em cada telespectador, internauta, etc.

Isso de cara, fará que tal processo grandioso na sua forma e tecnologia  seja aderido e apropriado imediatamente pelas pessoas, por todas as pessoas.

Se a Igreja for arrebatada antes da assessão do anti-cristo não veremos essa cena em nossas tvs e na web, se for ao final dos três anos e meio, onde será dito que há paz e a Igreja de Cristo for arrebatada nessa altura dos acontecimentos, veremos a sua assessão e seremos levados embora antes dos três anos e meio restantes quando a terra e seus habitantes experimentarão uma tribulação jamais vista em nosso mundo!

No segundo caso, teremos que cada um ser um daqueles que terá sim na prática de recusar a marca da besta, ou seja a identificação global, colocada na mão direita ou na testa, e esses fiéis a Deus e Cristo, passarão muitas privacidades, e muitos hoje que lotam as igrejas, apostatarão de sua fé infelizmente!


Mas o sucesso do anti-cristo será apenas passageiro!

Lemos em Daniel 7:26

26 Mas o juízo será estabelecido, e eles tirarão o seu domínio, para o destruir e para o desfazer até ao fim.

E em 8:25 lemos:

25 E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado.



Por que Jesus voltará à Terra finalmente?

Para confrontá-lo e declarar diante de todo o mundo: o anti-cristo não é o Messias, ele é o falso cristo, o verdadeiro Cristo sou Eu!

Há legítima a crença, baseada no que a Bíblia revela, em um arrebatamento da igreja, invisível à humanidade e apenas um tempo depois ( que pode ser de sete anos conforme alguns entendem ou três anos e meio conforme compreensão de outros ) a volta definitiva e visível de Cristo?

Como conciliar um arrebatamento visível e uma vinda concomitante, em um único ato e o enfrentamento feito ao anti-cristo em uma guerra sangrenta em um único momento?

Como a Igreja de Cristo, com o Consolador ( o Espirito Santo ) no mundo poderiam conviver com a realidade da materialização do poder e presença Satânicos no mundo de uma forma sem precedentes?

Haverá conversões sem a igreja verdadeira ( já arrebatada ) e sem o Espírito Santo com a sua atuação na Terra?

Como será o estado do que restará de cristianismo após o arrebatamento misterioso e inexplicável de tantos crentes verdadeiros no mundo?

Deus nos ajude e abençoe!

Por Helvécio S. Pereira









-

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos