SANDI PATTY LOVE IN ANY LANGUAGE

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A FRAGMENTAÇÃO DA MENSAGEM CRISTÃ: OS DOIS LADOS

O tema dessa postagem é de urgente demanda, se por um lado não esgota o assunto e não aponta apenas uma única saída ou ação, e nem tem essa pretensão. O que desejo levantar como problema e nem sempre, as vezes é somente um aspecto natural e legítimo, a fragmentação da mensagem cristã.

Senão vejamos, todos nós não podemos ( de potência ) por razões apreensiveis, apreender ( guardar ) toda a informação necessária sobre qualquer assunto especifico. Trocando em miúdos: nenhum de nós é capaz de conter em sua mente,  compreensivamente, toda a informação sobre qualquer coisa, incluídas aí a fé cristã, a fé no evangelho que só ele ( através da pessoa para qual aponta, Jesus Cristo ) nos salva, como é propósito de Deus, salvar todos os que crerem. Entretanto somos conduzidos, na maioria das vezes, o que varia de pessoa para pessoa, a conceber uma síntese do que acreditamos. Geralmente após um primeiro contato, buscamos no caso da igreja evangélica ( mas de fato trata-se de um mecanismo referente a toda e qualquer religião, ideologia, mito, superstição, posição científica- que é um ato de fé ou simpatia também- etc. ), uma igreja que contemple o máximo de explicações razoáveis sobre um conjunto maior de questões.

É verdade também que em todas as pessoas tem o mesmo nível de ansiedade e de necessidade. Algumas são mais racionais e outras mais emotivas e aí escolhem uma congregação que lhes dê maior sensação de estabilidade e portanto um prazer derivado de uma segurança assentada sobre uma certa lógica. Trata-se de um mecanismo, uma tendência natural. Todos nós funcionamos em certa medida desse modo. Os fariseus odiaram a Jesus pois Ele com os seus ensinos demoliam e desestabilizavam justamente esse mecanismo que nada tinha de santidade e sopro de divindade. Isso se repetiu tantas outras vezes dentro do cristianismo, dentro da igreja protestante, dentro da igreja evangélica histórica, dentro da igreja evangélica renovada, pentecostal e neopentecostal. De repente irmãos de fé passam a se odiar por detalhes, por coisas que em tese, ambos podem estar errados, e não só um em relação ao outro e tudo aquilo que é mais importante em termos de fé cristã é desprezado e tudo que estiver a mão é usado para destruir o "irmão" agora visto como inimigo e inimigo perigoso não só a denominação, `igreja local, mas ao próprio indivíduo de posição tida como fragilizada pelo que o outro afirma e defende.

Dessa forma debates infindáveis são inevitáveis, e em um país ou nação onde haja certa liberdade desejável de expressão e possibilidade de contribuição financeira ( como o Brasil e a América por exemplo, eles antes de nós ) pode vir a existirem legitimamente, editoras com cast de autores, escritores, estudiosos teólogos, pregadores, artistas compositores, cantores, músicos, comerciantes, logistas, investidores, etc, múltiplos talentos que irão consolidar posições ( sejam quais forem ) e reforçar acertos e/ ou erros. Nada disso é necessariamente "santo", "divino ", "bênção absoluta", etc. Pode ser e pode não ser. Pode ser uma das infindáveis possibilidades de abençoar alguém mas não a forma única de levar e concretizar a bênção na vida das pessoas.

Jesus Cristo é O caminho, portanto o único caminho para o Pai m para a bênção, para a salvação e dessa forma outros meios, ferramentas , ainda que legítimas e contribuidoras para que as pessoas conheçam a Palavra de Deus e suas promessas e bênçãos, não são de fato substitutos imediatos a Ele, Jesus Cristo. Cuidado para que, após conhecê-Lo não incorrer em um erro simples e descuidado, de entronizar outra pessoa, outra idéia, outra coisa, outro elemento em Seu legítimo lugar.

Mas eu falava do particionamento da fé cristã, e como esse particionamento natural e legítimo possui dois lados:

1) concretiza a propagação da mensagem urgente da Salvação em Cristo;

2) faz com que se busque construir a "síntese perfeita" da fé cristã, o que é impossível, ao meu ver, de modo prático. O que se tem é igrejas que contemplam um leque maior da compreensão da fé cristã e outras menos. Há as congregações, denominações que se afastam mais e há as que se afastam do foco principal mantendo focos periféricos.

O problema é então de fundo pessoal e privado: cada pessoa se inclina para um aspecto para ela relevante buscando um grupo de congregação (as vezes denominação ) que lhe agrade, que lhe faça sentir bem. Li, certa vez , nas próprias palavras de um pastor de uma igreja batista, dizendo que em sua igreja havia um leque de irmãos oriundos de outras denominações, pentecostais, neopentecostais e tradicionais, ou seja a sua igreja local é uma ilha de insatisfeitos em várias outras igrejas e que lá encontraram justamente uma igreja ligth, sem os excessos, das denominações em que, em tese, conheceram a Jesus Cristo e espera-se tenham nascido de novo. Algo compreensível e legítimo, mas de novo, a sua fé se assenta em um mecanismo e não, diga-se a verdade, em um andar com Deus, em um nível mais exato. 


Há também os que permanecem em determinado meio e congregação crendo e se posicionando justamente contrário ao grupo, ou simplesmente insatisfeito ou critico ou sulapando internamente a fé dos mesmos. Há ainda a divisão interna da liderança, entre pastores de posições e convicções diferentes. Não é pouco comum, não poucos em reuniões menores entulharem a congregação local de idéias absurdas, anti-bíblicas, teórico-místicas, justamente junto aos que menos condição de refutá-las: os neófitos, os que chegam a igreja a cada dia. Uma coisa é a denominação manifestar publicamente o que acredita, dois exemplos claros: a IURD e os irmãos calvinista, é possível saber claramente a prática de cada um dos grupos e o no que crêem; as Testemunhas de Jeová  e os Adventistas do Sétimo Dia ( cristãos tecnicamente paraprotestantes ). Claro que nos quatro casos demanda, em cada caso o mínimo de investigação teológica objetiva.

Mas, mais que uma alternativa e um recurso  que possibilita a propagação  da mensagem da Palavra de Deus, profunda e não simplória e eficaz, é o problema do ocultamento dos reais problemas de síntese de compreensão e que sempre implicam em profundas e claras incoerências, essas perceptíveis facilmente, de acordo com a própria e inerrante Palavra de Deus.

Enumeremos algumas poucas nessa nossa breve reflexão ( essa lista não tem a intenção nem ao menos  próxima de ser a mais exata e que contemple todos as possíveis contradições seja em igrejas, denominações e posições teológicas, trata-se,de fato, de exempĺos pontuais cujas contradições são exemplos de contradições outras em outros grupos de cristãos ):

I)Testemunhas de Jeová, levantam o problema do "nome de Deus" aparentemente legítimo, mas sobre esse erro simplório atacam a doutrina da trindade e a divindade de Cristo, só para começar. A ética cristã herdada do calvinismo ( pela biografia de seu fundador ) é preservada superando as vezes, em muito, de outros "evangélicos ou crentes", não apresentando problemas que esses outros sem as incorreções teológicas desses apresentam.

II) Adventistas ( um grupo inicialmente genuinamente evangélico - a igreja adventista original desapareceu logo após o seu início ) divididos em vários grupos incluindo calvinistas e carismáticos ( da Reforma e da Promessa ), partindo da ênfase nos Dez Mandamentos e na guarda do sábado, negam o inferno e a morte eterna, crendo apenas no céu para os salvos. Esse grupo em recente pesquisa, por sua excelente maneira de escolher alimentos, cultivo por música cristã apurada, e hábitos distantes do secularismo, possui dentro os demais cristãos nos EUA o maior número de longevos do mundo. Eles guardam o sábado antigo testamentário e israelita, mas só sobrevivem porque todos os perdidos e incrédulos mantém os serviços necessários a todos ( e a eles ) desrespeitando a guarda sabática. Mas isso não fica claro em uma aproximação com o grupo.

3) Poderia citar dezenas de denominações e posições teológicas só para provar de forma observável que não há denominação, igreja e posição teológica absolutamente isenta ( Nem Deus jamais pretendeu dar a Sua glória a nenhuma congregação legitimamente cristã - afinal "a Igreja" do Senhor Jesus não é uma igreja em particular ) mas citarei nessa breve reflexão que não é conta pessoas, contra grupos, mas uma análise pragmática de posições, é justamente os calvinistas em suas várias divisões. 

Calvinistas defendem a salvação legítima pela graça e só através de Cristo mediante o novo-nascimento, a condenação dos incrédulos, a existência do céu e do inferno e tantas posições comuns a que os demais cristãos devam crer, mas escondem nas pregações rotineiras que a salvação provida por Deus não segundo a sua compreensão particular "para todos", corrompendo a declaração de João 3:16, em que aparece a palavra "mundo". Para eles Deus não amou " o mundo" mas somente aos eleitos, sobre os quais não se pode em absoluto ter certeza quem de fato são. Isso jamais fica claro nos primeiros encontros, mas muitos outros detalhes são negados francamente aos poucos, como a cura divina ( não importando a terminologia que se dê ) e alguns chegam a asseverar, e de fato o fazem e dizem que não há eleitos sem serem calvinistas.

Outros mais comedidos e ponderados reconhecem que haja salvos até mesmo entre arminianos inocentes. Alguns afirmam, que não se importam em ver parentes próximos ( mães, pais, irmãos, filhos, amigos,sejam quem forem ) morrerem sem serem salvos, como "sinal" de uma "não eleição para salvação", ou "predestinados a perdição". Fica a grande lacuna, se nós salvos somos predestinados para tal e a salvação é pela graça e não por méritos ( por obras e portanto meritória ) essa "salvação predestinada" seria lotérica? fortuita ou claramente e observadamente injusta? Porém criticar essas lacunas e incoerências é praticamente impossível dado o enorme volume de citações bíblicas que distorcem, se afastam e desconhecem o significado de "toda a Escritura".

Esse tipo de erro não mal intencionado não é característica dos calvinistas somente, mas todo grupo cristão é mais ou menos passível de um e de outro, por ingenuidade, erro crasso de seu fundador, corrupção doutrinária ao longo do tempo, ou defesa apaixonada de um ponto em prevalência de outros ou de outro preponderante.

Será que é pelo simples prazer de dinamitar a fé particular de alguém  que alinho essas ideias com essa reflexão breve e resumida? Não. Não se trata disso definitiva e sinceramente. Apenas desperto e conclamo a reflexão sincera que pregar o Evangelho, deixar-se se guiar e instruir-se pelo próprio Deus, pode após a conversão ( a maior experiência cristã e a única que nos reata a real comunhão com Deus ) assumir uma pseudo ocupação religiosa-cristã-evangélica. Podemos passar a comunicar aos outros não o evangelho que nos salvou ( se fato tivemos essa maravilhosa experiência ) mas uma outra coisa, apenas teórica, bonita de se cultivar e ver, mas inoperante. Um tipo de experiência religiosa que se rivaliza e é facilmente rivalizada por religiões não cristãs e não bíblicas  de modo claro e inequívoco. Pior: passamos a exemplo dos fariseus contradizer a realidade, puramente para defender a nossa síntese, construída coletiva ou individualmente, deixando de tomar a decisão certa e de ver as situações como devem ser vistas do ponto de vista genuinamente bíblico. Mais ou menos como o Rabino e o Bom Samaritano.

É razoável ficar feliz com a morte de um ente querido sem salvação, só porque a minha teologia particular, reforça a idéia de que não era um "eleito" e portanto sob todos os aspectos incapacitado, impedido de ser salvo, mesmo se por acaso temer a morte, o inferno, e a perdição?

Assemelha-se ao impedimento ao Testemunha de Jeová de receber transfusão de sangue nem que seja para salvar a vida do ente querido. Ou ainda do católico romano de não prevenir a gravidez ainda que a mãe eminentemente corra o risco de vida por uma gravidez ou ainda uma gravidez desastrosa por consequência de um estupro. Aliás falando em estupro, um calvinista pensa muito sinceramente que uma vítima inocente ( menor de idade, casada, virgem, idosa, seja quem forem, do sexo masculino, etc.) seja um "ATO DE DEUS!"

Isso porém não aparece no sorriso bonachão de um simpático pastor calvinista. Pode parecer implicância e muitos não devem ter lido até aqui, mas tem que ser dito. Se a igreja Universal do Reino de Deus a despeito de suas práticas em nada ortodoxas, pragmáticas mesmo, estampam em seu templos a frase" Jesus Cristo é o Senhor" os pastores calvinistas, deveriam muito apropriadamente e sinceramente: "A Salvação não é para todos, só para os eleitos" . Isso porem jamais é dito, mas guardado para compreensão posterior. Se dissessem ao mundo com todas as letras: "Não há nenhuma esperança!" "Todas as coisas já estão determinadas, a probreza, a riqueza, a cultura, a ignorância, a virgem e a puta..."Não há mensagem que possa mudar minimamente as coisas..." Não poderiam chamar a isso, a essa mensagem de "EVANGELHO" - de BOA NOVA, pois de fato não seria sob nenhum aspecto lógico ou razoável.

Claro, ser calvinista, arminiano, adventista, católico romano ( muitos ficam assustados com isso ) de fato não impedem, no máximo dificultam e não facilitam, o conhecimento da salvação, ou seja: nenhuma igreja, denominação e teologia salva de fato. Só e somente Jesus Cristo e portanto um encontro e uma fé individual nEle e com Ele. Portanto, meu irmão ou qualquer outra pessoa, não titubeie em lançar fora tudo o que excede ao verdadeiro Evangelho ou que impeça que a efetiva pregação do que realmente a boa e potente Palavra de Deus declara e nos oferece plenamente: Salvação a todo o que crê e vida com abundância. Isso sim é uma Boa Nova, uma excelente e a melhor notícia, de fato o verdadeiro Evangelho. Amém.

Por Helvécio S. Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos