COME TO ME

segunda-feira, 4 de abril de 2011

O VALOR REAL DA BÍBLIA...DEVE-SE DUVIDAR DA SUA VERACIDADE?

Não é de hoje a disputa entre religiosos e não religiosos, ou ainda entre religiosos, teólogos, crentes cristãos e religiosos não cristãos. Entre crer e não crer a disputa reside quase sempre em apontar erros e falhas no outro, no outro em relação ao que prega e ensina, ao que compreende e finalmente a própria Bíblia registra.

Para os que desejam desacreditá-la a despeito de curas físicas resultantes da pregação da sua mensagem, libertação de vícios e mudanças radicais de não poucas histórias de vidas, há sempre alguém que objetivamente deseja e se esforça para desacreditá-la, mesmo que não tenha nada para colocar em seu lugar. É assim como livro do Gênesis, particularmente o Édem, o Dilúvio, Babel, etc. Há ainda as contradições entre depoimentos, etc. Fariam esses dados diferença com relação ao seu conteúdo? Deixaria ela de ser o que é? Qual a relação dos efeitos de Sua mensagem poderosa e esses digamos pequenos equívocos? São originários dela, do seu registro ou acréscimos posteriores bem intencionados? É o que veremos em parte no texto reproduzido a seguir e depois o meu comentário a respeito.  

Deus nos conhece totalmente, e não poderia ser diferente, somos presunçosos e desonestos e facilmente torcemos as coisas, se o pudermos a favor de nossas opiniões e objetivos. Talvez Ele nos deixe tropeçar na nossa própria ansiedade, quando desviamos o foco para algo secundário apenas para negarmos, com o objetivo de nos eximirmos de algo, do que é principal.

O texto reproduzido abaixo é parte de um livro, que não é contra a Bíblia e não nega as Escrituras, mas coloca algumas coisas nos seus devidos lugares. 

Então vejamos:

o estilete a pena thumb A BÍBLIA NÃO DIZ QUE OS TÍTULOS QUE OS TRADUTORES COLOCAM ESTÃO TODOS CORRETOS
O título antes de Mateus 25:14 na Versão Revista e Corrigida é o seguinte: “O Sermão Continua: A Parábola dos DEZ Talentos.” Vamos contar? O homem deu CINCO talentos para um servo, deu DOIS para outro e ao último deu apenas UM. Muito bem. Se fizermos um rápida soma, teremos que mudar imediatamente o título para ”A Parábola dos OITO Talentos”. Exato! Porque 5+2+1=8.

Ah! Mas, pode ser que o titulista estivesse referindo-se aos talentos depois de multiplicados. Vamos ver: O que recebeu CINCO, granjeou mais CIN-CO, o que recebeu DOIS, batalhou e conseguiu mais DOIS, e o outro, o pusilânime, apenas escondeu o dinheiro, o qual não rendeu juros, nem correção monetária. Ficou, portanto, com apenas UM.

Fazendo-se novamente a soma, teremos que mudar o título para” A parábola dos quinze talentos, porque 5+5+2+2+1=15!

Na Edição Revista e Corrigida antes de Lucas 6: 17, está estampado este título: O SERMÃO DA MONTANHA”. Assim que o versículo começa, Jesus está DESCENDO com os discípulos e “parou num LUGAR PLANO” (Lucas 6: 17).
Onde o titulista foi buscar essa montanha?

Além de estar descendo, ainda parou num lugar plano. Isto só pode ter sido falta de atenção, ou então o titulista deduziu que o evangelista estava citando o mesmo sermão do monte que Jesus havia pregado.

O famoso Sermão do Monte, pregado por Jesus, segundo está registrado nos Capítulos 5, 6 e 7 de Mateus, foi realmente pregado em um monte, pois lemos:

“Vendo Jesus as multidões, SUBIU A MONTE … ” (Mateus 5:1).

O outro sermão que foi pregado por Jesus relatado por Lucas, apesar de conter palavras bem parecidas e vários conceitos serem repetidos, foi pregado não em um monte, como o primeiro, mas em lugar bem diferente.

Na RA ( Revista e Atualizada ) o título do Capítulo 25 de Jó é o seguinte: “DEUS NÃO OUVE OS AFLITOS PORQUE ESTES NÃO TEM FÉ”. Não está um pouco forte a generalização? É verdade que muitos aflitos não têm fé, mas será que nenhum aflito têm fé?

É a própria Bíblia que nos manda ficar aflitos, para podermos receber as bênçãos de Deus. Tiago dá como mandamento o seguinte ”AFLIGI-VOS, lamentai e chorai.” (Tiago 4:9).

Também no Velho testamento o povo era concitado, de vez em quando, a afligir suas almas, para receber o perdão de Deus. (v. Levítico 16:29).

Na Versão Revista e Corrigida e na Revista e Atualizada temos o título do livro de Salomão como “Cantares de Salomão”. No primeiro versículo, lemos o verdadeiro título: “Cânticos dos Cânticos”. Somente a tradução brasileira tem o título correto.

No título que encima o Capítulo 5 de Juizes, todas as traduções que consultei têm escrito assim: “O Cântico de Débora”. Houve aqui um injustiça quanto aos direitos autorais, pois a música de louvor ao Senhor não é de Débora, apenas, mas foi feita de parceria com Baraque. Leia:
“E cantou Débora e Baraque, filho de Abinoão, naquele mesmo dia, dizendo …. ” (Juizes 5:1).
O tradutor também cochilou na concordância verbal. Uma tradução mais correta está na RA: “E CANTARAM Débora e Baraque … ” Ou é porque ele queria mesmo puxar a brasa para o lado de Débora?

No título que antecede Lucas 24:36 na Versão Revista e Corrigida (Bíblia de Estudo), lemos: ”Aparição de Jesus aos Doze”.

Perguntamos: Onde foi que o titulista foi tomar emprestado o décimo segundo apóstolo, visto que Judas já tinha se suicidado? É claro que só havia mesmo ONZE e não doze! Matias só foi eleito depois da ascensão de Jesus e Paulo só foi chamado muito depois. Não existe qualquer motivo para o título errado, a não ser mesmo o cochilo.

Agora, algo que é realmente de pasmar. é que o apóstolo Paulo também por força do hábito, ao citar o texto em questão, parece não ter observado bem o número dos apóstolos existentes, Ele citou assim:
“E apareceu a Cefas, e depois, AOS DOZE,” (I Coríntios 15:5).

Só podemos pensar que “OS DOZE” era como uma espécie de instituição. Contudo, um evangelista mais cuidadoso, escreveu desta maneira:

“E OS ONZE discípulos partiram para a Galiléia, para o monte que Jesus lhes tinha designado. E, quando o viram, o adoraram. mas alguns duvidaram.” (Mateus 28:16,17).

Marcos corrobora tal afirmação. quando afirma:

“Finalmente apareceu AOS ONZE, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração …”(Marcos 16: 14).

Será que Paulo não disse ONZE e algum copista dos manuscritos originais cochilou e escreveu DOZE?
Nos evangelhos encontramos muitas vezes Jesus contando histórias da época para ilustrar alguma verdade e encontramos, ao mesmo tempo, títulos afirmando que são PARÁBOLAS*, quando são apenas histórias*.
Extraido do Livro: O que há Biblia não Diz

* Parábolas são "estórias" ( diferente de "histórias" que são verdadeiras, reais ) embora hoje nenhum professor de português reitere o uso com essa diferenciação em nossa língua- eu teimo em usá-la, é útil, não deixa dúvidas.  




NOSSA OPINIÃO:

Traduzir todos os textos antigos que compõem o que conhecemos como Bíblia Sagrada, não foi desde o início uma tarefa fácil e para pessoas que não tivessem quase total domínio e conhecimento do objeto de seu árduo trabalho. A primeira tarefa era de exatamente manter fielmente ao que se via registrado, sem se deixar mover pela natural a ansiedade de interferir com pequenas e apressadas correções.  Uma soma aqui, o ponto de um deslocamento tomado pelo próprio local do fato, as diferentes percepções de uma mesmo acontecimento por diferentes pessoas e a partir de seus depoimentos ( como no caso da experiência sobrenatural de Saulo ). Coisas pertinentes a tradução de uma língua para outra, das diferenças de culturas separadas por longos períodos de tempo e de regiões e povos diferentes, a divisão artificial em capítulos e versículos, a titulação dos eventos, a ordem dos livros, etc, etc. são realidades e fatos que de per si podem ser esclarecidos com mais informações. Aliás há outro tipo de livros que trata exatamente desses aparentes "erros".  A minha opinião é que a verdadeira Palavra de Deus é constituída de fatos verdadeiros e não como os demais livros humanos são por sua própria natureza:  pensamentos que ainda que previa e pesadamente elaborados não constituem a verdade. Portanto a verdade bíblica estão nos eventos e acontecimentos, do que foi e do que será, cujas testemunhas são sempre seres humanos que naturalmente enfrentam problemas, de como testemunhas que são em registrá-los. A Bíblia se prova verdadeira quando sua mensagem faz com que coisas sobrenaturais aconteçam, ou seja quando ela se cumpre na vida daquele que nela crê. Ela não contém a vida eterna mas ela ( A Bíblia ) testifica, testemunha  dEle, Jesus como a própria vida eterna. Ele realiza o que através dela tomamos conhecimento, ainda que haja pequenos problemas de tradução, organização, etc. Os fatos registrado se as possiblidades apontados em seus registros é que constituem objeto de real importância.
Por Helvécio  S. Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos