COME TO ME

quarta-feira, 8 de junho de 2011

O CRENTE E A INFORMAÇÃO: UMA, AS VEZES, DIFÍCIL EQUAÇÃO

Gostaria de tocar em um assunto, o qual julgo de grande relevância, que é justamente o da informação. Ninguém chega a esse mundo, à vida, sabendo as coisas necessárias não só as interrelações humanas mas ao aparelhamento tecnológico, instrumental, tão necessário à sobrevivência, à vida. É importante ressaltar que embora o conhecimento da verdade, conforme revelada  nas Escrituras judaico-cristãs, na  Bíblia Sagrada, seja imprecidível á salvação, outros conhecimentos aparelham convenientemente o ser humano para o pleno exercício da vida. Desde a produção de alimentos, de moradia, do trabalho, passando pelo exercício do sexo quando legitimado e legítimamente, a reprodução, a formação e a manutenção de uma família, incluídas a direção, proteção e educação dos consequentes descendentes, são não só tudo isso desejáveis e imprecindíveis.

Portanto, estudar, conhecer, se profissionalizar, constituir patrimônio, quando circunstancialmente providos, devem ser aspirados, buscados e legitimamente apropriados. Segue-se a isso o conhecimento não escolar e profissional mas dos acontecimentos do dia a dia igualmente necessários para a construção de uma cosmovisão necessária, embora sob a autêntica ótica cristã-evangélica, estejam submetidos a ótica de Deus, conforme ex]pressa nas Escrituras, mas não desassociadas da comunhão real com o Senhor, autor de nossa fé.

É justamente sobre esse último elemento que pretendo discorrer, ainda que rapidamente pela natureza desse espaço, algo pouco abordado e menos ainda aprofundado. Muitos cristãos ( crentes )tomam pessoalmente uma das duas atitudes: se alienam do conhecimento e das informações plurais advindas naturalmente do mundo e por mão dos meios seculares ( jornalistas, escritores, cineastas, professores, especialistas, filósofos, sociólogos, imprensa, radio, tv, web, etc ), delas duvindando irrestritamente ou numa atitude universalista e unissista misturando irrestitamente todas as informações acriticamente.

Os primeiros deixam de ver jornais televisivos ( sob a desculpa de serem arbitrários e parciais e portanto suspeitos de autênticos ) ouvir rádio, lerem jornais, acompanharem informações na web, etc. Os outros, por medo e defesa de serem taxados de ignorantes, fundamentalistas e ortodoxos e até por questões de baixa autoestima real, se esforçam por estar entre as cabeças mais iluminadas do nosso tempo, apresentando opiniões tão "politicamente corretas" quanto as dos piores incrédulos. Um outro grupo é exatamente os que por meios paralelos legítimos edificam uma academia evangélica-cristã com títulos de doutor, mestres, pós isso, pós aquilo e uma hierarquia de títulos que dão aos que os venham detê-los de algum modo um "status" de sapiência  e distinção intelectual que os separa dos demais crentes ignorantes, anônimos e isolados academicamente.

As idéias desse último grupo são alicerçadas sob uma lista de escritores e defensores de idéias e discursos variados. Mesmo sendo cristãos e no caso, crentes evangélicos, na prática, cada idéia é respaldada, não na Bíblia primeira e diretamente, mas em pessoa "x", sujeito "y", escritor "tal", teólogo "z". Não que isso em si seja errado e ilegítmo, mas apenas uma constatação que no âmbito pessoal, essa é a preocupação e a verdadeira relevância. Não lhes convenientemente pacífico dizerem simples e diretamente: assim dizem as Escrituras. Uma opinião reproduzida a partir do que escritor "x" tenha dito ( preferencialmente estrangeiro de modo que além de patética essa ênfase é decididamente constrangedora ) desprezando os diferentes contextos e situações de igrejas que embora, muitas vezes tenha o mesmo nome denominacional, estão ou estiveram em situações reais diversas de suas homônimas brasileiras, daí derivando reflexões e conclusões completamente opostas e diversas. Trata-se de um simplismo máximo pensar que crentes oriundos de uma cultura diferente, condições econômicas diversas, história e pratica eclesiásticas diferentes, experiências e ênfases diferentes tenham, se calcadas apenas nisso e não nas Escrituras, reflexões e conclusões diferentes.

Grupos de cristãos mais alinhados a esse grupo citado como exemplo por último não discriminam nenhuma informação e são acríticos a maior parte, senão a todas elas. Dessa forma o chamado jornalismo informal e via web, fala de tudo, sobre tudo, aponta para tudo, apenas para ser atual e sabedor de todas as coisas. Importa sabê-las e proclamá-las não importando se são ou não importantes, se têm elas importâncias diferentes, e que resultados causarão ao ouvinte, espectador ou leitor. Fica a eles, sejam que forem e onde estejam e em que condição estejam a última consequência: se digerirão convenientemente a informação dada, seja um fato incontestável, seja uma meia-verdade, uma mentira, algo edificativo ou um escândalo que destruirá a fé genuína de alguém.

A ignorância não é de fato desejável sob nenhuma justificativa, valendo isso para o crente e para qualquer indivíduo, independente do gênero ( homem ou mulher ), condição ética, condição social, condição circunstancial ( histórica, local, nacional, etc. ), por outro lado é razoável compreender que a cada um há uma possibilidade de informação que poderá ser compreendida e usada a favor do próprio indivíduo e das suas interrelações sociais. Não é possível e nem salutar que todos saibam as mesmas coisas e do mesmo modo em todos os lugares. Para o bem ou para o mal o conhecimento humano é plural, heterogêneo, singular, individual, pela própria natureza do fenômeno ensino-aprendizado, seja formal ou não, ocasional, localizado, especializado, dirigido, necessário ou apenas aferido simpaticamente.

Descartar o tendêncionalismo  da informação, o que para mim é normal e até salutar, pois faz com que se saiba porque cada grupo, pessoa, etc, manifesta determinada opinião, e assim ajuda uma eventual, e as vezes necessária, comparação entre posições opostas entre si não é certamente a melhor atitude. Negar fatos incontestáveis a despeito de simplesmente defender um ponto de vista ou uma suposta fé não pelo menos honesto e coerente. O desafio é viver em um mundo contraditório onde escândalos, declarações ilógicas, pululam em todos os lugares e todos os dias. 

A igreja local, a denominação, a religião já não podem ser legitimamente defendidos com base da negação de fatos ocorridos e da negação de declarações pessoais de religiosos, etc. O conhecimento dos fatos, sejam quais forem, onde ocorram e que interpretações possuam  e a defesa irrestrita que todas as coisas estejam sujeitas a uma verdade superior a existência e a qualquer visão humana, ainda que verdadeiras, devam ser a nossa atitude como cristãos e crentes cuja fé e conhecimento encontram derradeira iluminação só e somente no pensamento e olhar de um Deus único e supremo como o que é revelado nas Escrituras.

Espero voltar a essa reflexão tão necessária ao meu ver em outro momento.

Deus nos abençoe.

Por Helvécio S. Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos