SANDI PATTY LOVE IN ANY LANGUAGE

domingo, 18 de julho de 2010

AVERSÃO À TEOLOGIA OU CRÍTICA A SUA MÁ UTILIZAÇÃO?

A quantos porventura, casualmente acompanhem ou leiam as diversas postagens de esse blog, podem saltar a vista, como primeira impressão, um discurso contundente a certas posições tidas como absolutamente teológicas em detrimento aquilo que aparentemente certas denominações e igrejas mais contemporâneas realizam no dia a dia e que outras mais tradicionais e com aparente discurso mais coerente não realizam, por não conseguirem de fato fazê-lo, mais do que simplesmente discordar dos primeiros.

Trocando em miúdos, como diz o velho jargão, temos de um lado igrejas oriundas de classes mais populares e inicialmente desprovidas de escolaridade desejavelmente ideal, tendo impacto religioso na sociedade, com pregação questionável não só por religiosos evangélicos e não católicos bem como por classes sociais e pessoas intelectualmente mais privilegiadas, e de outro lado igrejas, ministros, membros de igrejas tradicionais com formação e conhecimento mais organizado da fé cristã-evangélica com bases históricas, bíblicas mais fundamentadas em uma teologia cristã construída através dos séculos a custa de inúmeros debates e combates intelectuais. 

Dessa forma um já crente, pode optar entre um modelo de igreja e de pregação e ensino e um outro. Na prática em um ambiente coisas acontecem de alguma forma, guardadas o relativismo das experiências individuais e em outro nada acontece, também guardadas o relativismo daquilo que cada crente vivência em seu próprio ambiente e vida cristã e na sua denominação.

Já o não crente, dando ouvidos a pregação de um ou outro grupo, pode naturalmente se alinhar, tornar-se membro, de um ou outro grupo, de uma ou outra igreja, de um ou outro modelo. Mas será só isso?

Na minha opinião, a partir da observação e de uma experiência interdenominacional de mais de trinta e cinco anos, há problemas em um e em outro grupo, como parece haver uma secção e um abismo entre a prática dos dois grupos. Graças a Deus,  por cada crente de um de outro, que sinceramente ama ao Senhor e que muitas vezes oferece a sua vida, o seu talento, o seu tempo, em gratidão , da melhor forma àquele que nos salvou a todos e que constitui a razão primeira e última da nossa existência, o Senhor Jesus Cristo. Oxalá uns e outros toquem, cada um  a sua vida, permaneçam fiéis, e não arredem um passo que seja, nem para um lado e nem para o outro e menos ainda para trás, até o dia em que todos estaremos diante dEle, nos céus, e consolados de todas as tristezas dese mundo e completamente livres do mal para sempre.

Por agora não são poucas as críticas, as reparações, as diferenças e as inimizades, que muitas vezes só desaparecem quando todos estão sob uma mesma perseguição e oposição por parte do mundo que os odeia. Entretanto a armas de um e outro grupo parecem ser, a princípio, um pragmatismo de um lado e a teorização absoluta de outro. Os primeiros rejeitam o conhecimento teológico que a duras custas possibilitou minimamente a organização da nossa fé evangélica contra toda oposição filosófica, ideológica, pseudo religiosa e os outros, a custa de uma defesa de posições absolutas, resistem os primeiros com base em um arcabouço lógico, válido, mas muitas vezes, e isso é verdade, desacompanhados de sinais que o comprovem e o manifestem ao mundo. Tal dilema não é novo e nem tão pouco moderno quando muitos aparentemente asseveram.

Não sou contra a teologia e seu valor, sou entretanto contra o seu uso como instrumento de poder, cerceando e impedindo que uma operação mais efetiva se realize por parte da igreja, seus membros e cada crente. A minha provocação razoável e lógica aos que a enfatizam em aspectos não práticos é a realizarem da melhor maneira, maneira bíblica o que combatem nos outros o que muitos, a bem da verdade se mostram incapazes de fazê-lo e nem se sentem vexados e não o poderem e nem tão pouco mostram disposição de resolver esse também "problema teológico".

Por que igrejas e ministros,cuja fé é aparentemente teológicamente bem organizada e transparente não atingem mais pessoas, não suscitam em seu meio transformações e milagres dígnos de nota, não só entre os do nosso meio, mas que impactem os de fora? Por que suas pregações tão bem preparadas não saltam do púpito e impactam as pessoas? Por que suas igrejas não crescem? Por que alguns são tão sem sal quando convivemos com eles pessoalmente? Evidentemente tais afirmações aqui colocadas não se aplicam indiscriminadamente a todos tanto de um grupo como de outro mas constituem a mais pura verdade em muitos e muitos casos. Essas exceções e aqueles que de fato não são assim, ficam as minhas desculpas tanto em um grupo como em outro.

Digo e afirmo que conheço as respostas a cada colocação feita acima e incrivelmente o problema nunca está neles mesmos, sempre no outro. Não assim mudança, arrependimento, renovação e o impacto do Senhor fazendo algo novo e extraordinário em suas vidas. Os embates permanecem entre o que eu e o outro achamos e nunca na busca sincera pelo que o Senhor acha de nós, uns e outros.

Algo dito em outra de minhas postagens, repito só de passagem: nos quatro evangelhos, em cada um há uma ênfase diferente sobre a mesma pessoa e sua missão, ou seja Jesus Cristo e Sua obra redentora. Cada ênfase é importante só para um tipo de interlocutores e ouvintes e não tão importante para os demais. 

Mateus é o evangelho para os judeus e revela o salvador e a Sua salvação com bases e aspectos só interessantes para um judeu conhecedor do judaísmo e da história e promessas dadas pelo seu Deus a seu povo unicamente. Marcos igualmente é um evangelho destinado aos romanos e o que ali é apresentado e a forma como é apresentado toca ao cidadão romano, orgulhoso de sê-lo mas, mas não incluso na promessa dada a Israel e a um judeu.  Lucas, por outro lado, destina-se a elite intelectual da época, berço da filosofia e com um grau de abstração intelectual ímpar, mas também excluídos da promessa dada a um israelita. Finalmente João traz uma mensagem capaz de ser compreendida pelos demais totalmente excluídos: não  judeus, não romanos, não gregos, simplesmente o resto, todos nós. Incrivelmente é dos quatro evangelhos, o mais popular através dos séculos,o de leitura mais fácil e com revelações mais abrangentes.

Os quatro evangelhos não são antagonizantes entre si, mas enfatizam e divergem na prática por focos diferentes. O objetivo é o mesmo, testemunhar através do registro histórico e quase jornalístico dos fatos acontecidos em um tão breve espaço de tempo. Todos aponta prioritariamente para a mesma pessoa, Jesus Cristo, dando-lhe a mesma importância e assegurando-lhe a mesma eficácia salvívica. Da mesma forma a teologia e a prática da igreja não podem apontar para outra pessoa e diminuir a eficácia da graça advinda do nome e da pessoa do Senhor. Dessa forma a distinção entre uma coisa e outra parece ser bem mais fácil.

Deveria a igrja preparar um bando de ministros igualmente cultos e alinhados com as melhores posições teológicas e confiar unicamente a esse bando de presunçosos ( não todos ) a pregação do evangelho que lhe conviesse pregar e ensinar? Afirmo que já tentamos e conseguimos fazer isso não poucas vezes na história da igreja ( na velha Europa e nos Estados Unidos há denominações śolidas históricamente, com seminários e doutores em divindade espalhando as piores coisas pelo mundo cristão ratificados por seus títulos e academias ). A outra possibilidade, são crentes movidos pela sua própria experiência e sem ou contra o aval acadêmico denominacional, se lançarem a prática, e espalharem entre as pessoas, quaisquer que sejam elas, a mensagem que há um Deus que opera em favor daquele que o busca e que não há limites para essa Sua intervenção, pois "para Deus todas as coisas são possíveis".
Os dois tipos de igrejas e de pregadores estão igualmente disponíveis hoje na sociedade. Ponha o pé fora de casa, ligue o rádio ou a tv, navegue na internet, seja para crer pela primeira vez ou para manter a sua fé no Senhor viva. A escolha é sua. Não há terreno seguro e opção tão fácil. Um pode despertá-lo, talvez até por métodos pelo menos estranhos, outro pode acalentá-lo em um cristianismo que vê apenas o tempo passar. Os dois lados tem virtudes e problemas. Os dois são igualmente inúteis se você não tem comunhão com o seu Deus, com o Senhor e Salvador Jesus Cristo. Não ponha a culpa neles, nem nas igrejas, nem nos pregadores de um ou outro grupo. Os sinceros parecem fazer o melhor que podem e você?

Em que consiste, de fato a sua vida cristã? Conhecimento? Experiência? As duas coisas? Manifestação do poder e intervenção divinas? Apenas uma compreensão organizada e aparentemente lógica do que Deus é , quem seja, e o que pode, quer ou não fazer? Que impacto tem em sua própria vida e na vida dos que estão ao seu redor e que dependem em maior ou menor grau da Sua experiência que antecede a deles? O seu modo de ver e compreender as coisas e o mundo a sua volta, esclarece ou dificulta ou até impossibilita a experiência e conhecimento por parte deles do Deus que representa a única salvação para as suas almas? Há uma "qualidade de vida cristã" única a ser aceita ou o encontro pessoal com o Senhor Jesus que é realmente a única coisa que conta finalmente?

A teologia pode ser boa mas não deve anteceder a uma experiência de conversão ao Senhor e não deve, de modo algum, após essa experiência ser algo, um elemento agora que agregado à vida cristã, e a possibilidade injustamente distribuida, a intelectual, ser um elemento agregador de qualidade espiritual em substituição a graça de ser salvo e de conhecer e ser amado pelo nosso único Senhor e Salvador, o Senhor Jesus. Amém. 

Por Helvécio S. Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos