SANDI PATTY LOVE IN ANY LANGUAGE

quinta-feira, 22 de julho de 2010

PERTO OU DISTANTE DO SENHOR

Se perguntássemos a cada cristão qual a sua aspiração como tal, certamente a resposta mais óbvia seria, ter comunhão com o Senhor, proceder e viver o mais parecido com o Salvador. Curiosamente, descontados o mau caráter de alguns líderes religiosos ocasionais, os quais nem crentes eram, a maioria, a imensa maioria de cristãos e crentes, criaram e fomentaram idéias mais ou menos errôneas durante todo o período da história da igreja cristã, por aspirarem serem melhores e desejarem uma igreja cristã melhor para o seu tempo, geração e futuro..

Não convém, e o espaço seria gasto de modo não tão confortável, em registrar os inúmeros exemplos  das mais diversas ações e invencionices teológicas ao longo do tempo até os dias de hoje. Debates menos amistosos, ódios, assassinatos e maledicências são algumas das consequências de tudo isso. Curiosamente, em muitos dos casos, o aparente zêlo pelas coisas de Deus, o pelo menos do que se vislumbrava como relação ideal com Deus  e o que realizar em Seu nome e para Ele, foram as causas precípoas de tudo que se fez.

Andar com Deus, próximo a Ele, ter autoridade a partir da confissão de fé no Seu nome, ter conhecimento advindo dessa proximidade e intimidade, reagir e agir como Ele. Ter compreensão das coisas de Deus, ensiná-las as outras pessoas, ter as respostas para perguntas e dúvidas comuns e que inquietam tanto os da fé, como os que se opõem a ela.

Portanto se analisar qualquer movimento, denominação, liderança, dentro do cristianismo histórico ou contemporâneo, a motivação é a mesma, considerando-se a sinceridade das pessoas, tanto no que diz respeito ao que as inquieta como ao que as motiva. Há exceções grotescas e claramente espúrias, mas não são com base nessas exceções, as minhas reflexões no momento. Pensemos, no quanto, nós cristãos e crentes, normais e comuns, sinceros e críticos de nossas próprias atitudes, podemos ainda incorrer facilmente em algum erro ou distorção, que por não atingir pícaros de insanidade, podem muito bem passar desapercebidas.

É fácil testar a nós mesmos, citando algumas figuras bíblicas, e tentar identificar a simpatia por cada uma delas devido a sua  pressuposta intimidade com Deus. Começando com Abel e Caim, passando por  Enoque, Noé,  Abraão e Ló, José, Isaque, Jacó, Davi, Salomão, Elias, Eliseu, Isaias, Jonas, Jeremias, Habacuque, Pedro, Paulo, João, e tantos outros que , aleatóriamente não citei.  Sem esquecer as mulheres: Haábe, Rute, Esther, Maria, etc.   Não se trata de um estudo ou defesa de um tema bíblico, mas apenas de uma reflexão passageira, e nem por isso menos válida.

Todos queremos estar próximos do Senhor, plenos no conhecimento de Sua vontade, tanto quanto possível. Um dilema aparentemente fácil e ao mesmo tempo impossível de ser alcançado. Embora sejamos, quanto possível e circunstâncialmente polidos, em afirmar que somos todos iguais e assim permanecemos diante do Senhor, internamente julgamos, ou pelo menos analisamos uns aos outros todo o tempo, e temos uma consciência de que ao nosso olhos, somos  melhores que os nossos interlocutores, sejam cristãos, crentes ou não.

Mas o que é de fato estar próximo de Deus? Não foram poucas as maracutaias bem ou mal intencionadas ao longo da história cristã, que foram e vão desde o isolamento absurdo, a alienação estúpida e inútil, até a autojustificação sob as mais diversas formas. Tudo para como desejo daquela mãe diante de Jesus,  que como uma mãe que era, pediu a Jesus que um de seus filhos se assentasse a direita de Cristo e outro a esquerda,  algo que nem para si mesma ela havia pedido. Ser preferido de Deus, é um velho desejo. Ser visto com distinção entre muitos. Essa pretensa proximidade pode ser vislumbrada e delineada idealmente sob diversas formas. Vai desde um enérgico defensor das coisas de Deus, como os fariseus e Saulo, que também era fariseu, até qualquer um defensor das coisas desse mesmo Deus hoje, com uma opinião legítima particular.

Outra possibilidade é ser um especialista, um mestre, um tem resposta para tudo que se relacione ao Deus cristão e a Sua Palavra, as Sagradas Escrituras. Isso sem contar os longos anos de serviço religioso, ministério, história para ser contada, posição na hierarquia-religiosa-denominacional-protestante-evangélica.
Digo o que eu digo, nesse momento, sinceramente, em nada direcionado a um grupo ou outro, denominação ou outra, movimento ou outro, pessoa ou outra. Trata-se, de fato, em um reflexão, na qual os parâmetros pensados, servem para mim também, ou seja, sinto me incluído e balizado, em minhas prováveis atitudes, igual   aos demais irmãos, sejam de que igreja forem, denominação, status religioso e ministerial, etc.

Todos igualmente, gostaríamos de estarmos mais próximos, mais íntimos e claro, mais úteis e agradáveis ao Senhor. Coitado de quem, ainda que insconscientemente, se julgue alguma coisa a mais na sua condição de cristão e crente. Quando olhamos para as personalidades bíblicas, com suas falhas e limitações, diante de desafios imensos, encruzilhadas em que tiveram que tomar uma decisão, cujas repercussões futuras, trou xeram consequências importantes do ponto de vista de Deus, tanto que ficaram registradas para nosso exemplo e consolo, ficamos pasmos, pois certamente não alcançamos o seu nível de intimidade com o Deus absoluto e criador de todas as coisas.

Com essa consciência que parece unânime, mesmo assim culpamos as lideranças, os modelos ministeriais, a má teologia ou  a falta da teologia legítima, as tendências contemporâneas, o secularismo, o conforto, o tipo de oração, enfim "n" coisas, todas fora de nós e esquecemos que andar perto ou longe do Senhor é, pelo menos  uma possibilidade individual, pessoal e intransferível. 

Se o véu do templo se rasgou em decorrência do sacrifício de Jesus por nós, dando livre acesso ao homem arrependido, por intermédio dEle  mesmo ( Jesus Cristo ) a Deus, o Pai, o que mais nos tolhe no nosso amor ao Senhor? Não somos mais os gentios, mas do número daqueles que se quisermos, podemos beber da água da vida.

Perdemos a humildade do dia da aceitação, do primeiro arrependimento, quando não éramos nada na hierarquia religiosa-denominacional-evangélica e não sabíamos praticamente nada da teologia que hoje confortávelmente abraçamos? Nos tornamos melhores no decorrer dos anos ou ficamos, de fato mais patéticos, cheios de nós mesmos, ainda que por motivos e elementos aparentemente legítimos? Será por isso que nosso cristianismo e vida cristã, seja altamente previsível e impotente embora eloquente na sua organização lógica  e discursiva? O erro do outro  ainda que aparente, justifica a nossa impotência e inoperância pessoal?

Será que por causa disso que o Senhor, observa a todos nós, esperando que todos nós, cada um de nós, examine-se a si mesmo e conserte-se, cada um a si mesmo, diante dEle? Chamamo-Lo de Senhor e a toda a hora dizemos com as nossas atitudes, e as vezes com palavras e discurso contundente, que Ele, o Senhor não está dando conta de pôr ordem no curral, e nas Suas ovelhas? Por acaso o Senhor não soube sempre, e sabe hoje, onde quer chegar e a que ponto estão a Sua obra e a Sua Igreja, da qual Ele afirmara que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela?

Finalmente esquecemos que somos objeto de Sua obra salvívica, não para em princípio, termos uma qualidade religiosa externa e aparte de uma relação de amor a Sua pessoa, mas de ter intimidade com Ele, de andarmos junto dEle e termos com Ele um acordo ( como andarão dois juntos se não houver entre eles acordo, di a Bíblia )acima de tudo?

Andar com Ele, como Enoque andou com Deus e Deus para si o tomou, ou ser fiel como Abraão, ao qual chamou do meio de sua parentela e tirou de sua terra, ou como Isaias que viu o  Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, ou como Elias que fez prodígios em nome do Senhor, como Moisés que abriu o Mar Vermelho, como José guardado e favorecido em terra estrangeira em meio a descrentes. Que dizer de Daniel, ou de Maria e José, pais terrenos de Jesus, sobre os quais sabemos praticamente nada? E os milhões de anônimos, no passado e no presente, cujas experiências com Deus  não só não são registradas e muito menos organizadas literáriamente e assim conhecidas? 

A sua distância ou proximidade do Senhor te satisfaz ou angustia? Conhecendo-O o que mais se pode fazer para torná-la mais ideal, sem se apoiar em falsas premissas ainda que aparentemente legítimas?

Que Ele nos ajude. Essa reflexão é para todos nós. Amém.

Por Helvécio S. Pereira




De vez em quando, um ou outro anúncio completamente divergente da fé cristã evangélica é veiculado oportunamente em nosso blog. Trata-se puramente de um mecanismo do Google de incluir anúncios que se interrelacionem com o tema e assuntos abordados no blog. Trata-se algo normal, desde que aceitamos a possibilidade de adição de anúncios em troca, da gratuita possibilidade desse serviço na web que leva as nossas reflexões a milhares de pessoas. Se você é um crente saberá desconsiderá-lo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos