SANDI PATTY LOVE IN ANY LANGUAGE

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

COMPREENDENDO AS COISAS. A CIÊNCIA TEM RESPOSTAS MELHORES QUE A BÍBLIA?


                                         
Cena da Bíblia de Lutero (1534): reconstituição linguística da Gênese seria impossível

A Bíblia claramente existe como objeto e meio ( seus registros ) para atingir-se um objetivo. Daí adiantamos que a sua existência na cultura humana não é acidental, mas ao contrário providencial. mas providencial por parte de quem do homem, certamente que não justamente por ser resultado de inúmeros colaboradores separados no tempo e nos espaço por um período não menor que 3.000 anos. Alguém para intuir a sua materialização tinha que, no mínimo e obrigatoriamente anteceder e suceder todo esse espaço de tempo, cerca de seis vezes mais velho que as chamadas Américas, só para se ter uma  pálida ideia.

A Bíblia pretende dar todas as respostas, principalmente aos seres humanos herdeiros da grande ruptura cultural incluídas o iluminismo e todo consequente desenvolvimento tecnológico, maior suporte ao atual estado de conforto e desenvolvimento, embora conviva com incogruências sociais e filoóficas várias. É como se autor da Bíblia, Deus na razoável possibilidade,  não se obrigasse a dar-nos a satisfação que desejássemos mas tão somente aquilo que segundo o Seu ( dEle ) ponto de vista nos seria necessário para um sentido a nossa incógnita existência.

Portanto que exige mais do que tem não teria em tese esse direito mas se for sábio procurará pelo menos entender o que Ela, como Escritura, ponto de vista de Deus, traduzida em história, fatos e experiências humanas diz-nos exatamente o que precisamos urgentemente saber. Podemos tropeçar em dúvidas e acusações a esse Deus do qual muito não conhecemos, O qual muitos de nós nem  sequer amamos, outros supondo_Lhe a existência nem razoavelmente se acham na obrigação de serem-Lhe gratos de alguma maneira. Mas há ainda os que mais sabiamente entende-Lhe a voz, compreendem parte de seus desígnios, são-Lhe maravilhosamente gratos e sentem-se plenamente seguros com Suas promessas, as quais não encontram rivais nem na cultura, nem no pensamento concebido e arquitetado civilatóriamente, dos quais  eu me incluo com sorte e não me encontro sozinho.

Sobre a origem da linguagem, obviamente da raça  ou espécie humana, cujos primeiros capítulos do Gênesis, a contragosto de muitos é a luz que ilumina o cômodo da nossa origem o qual com todo investimento científico atual e divagações não poucas e não menos sérias a respeito constituem no fundo uma autêntica estaca zero. Leia o recorte fito abaixo e depois leia atentamente uma das traduções disponíveis da Bíblia, a autêntica Palavra de Deus.


Qual é a língua mais antiga do mundo? A ciência não tem uma resposta a essa pergunta, talvez porque não haja uma resposta. De fato, nunca existiu uma língua que pudesse ser identificada como "a primeira", como se os seres humanos tivessem começado a falar a partir do nada. Por mais que recuemos no tempo em busca de estágios cada vez mais antigos da linguagem (e essa viagem ao passado esbarra em limites práticos que nos impedem de retroceder mais do que uns 10 mil anos), sempre encontramos estágios anteriores em que já havia uma língua sendo falada.


Na verdade, nem sabemos se nos primórdios de nossa espécie havia uma única língua que, à maneira de uma torre de Babel, deu origem às demais por dialetação, ou se a linguagem emergiu espontaneamente (e de modo independente) em vários grupamentos humanos ao mesmo tempo. O que sabemos é que as línguas (salvo prova em contrário) obedecem a princípios universais, que motivaram a teoria da "gramática universal".



O linguista israelense Guy Deutscher inicia The Unfolding of Language (sem tradução) afirmando: "A linguagem é a maior invenção da humanidade - exceto pelo fato de que nunca foi inventada". A obra discute, à luz dos modernos conhecimentos científicos, como foi possível passar do estágio "me Tarzan, you Jane" às complexas manifestações do pensamento, como romances e tratados filosóficos. Dito em outras palavras, como passamos da protolinguagem, comum aos primatas, à linguagem propriamente dita, com seu extenso vocabulário e sua complexa gramática. A linguagem nunca foi inventada porque é fruto de longo processo evolutivo, quase sempre inconsciente, e paralelo ao progressivo desenvolvimento do cérebro. Mas a verdade é que não se sabe ao certo como o homem começou a falar de forma articulada. Uma hipótese é a de que a linguagem surgiu como exaptação do cérebro, um desenvolvimento colateral e acidental que não tinha função previamente determinada - até encontrar uma: pensar de maneira "desconectada", isto é, em coisas que não estão na nossa frente neste exato momento.




Aptidão simbólica
O pensamento desconectado é a origem da aptidão simbólica do homem. A partir do momento em que fomos capazes de pensar em coisas ausentes (passadas, futuras, hipotéticas ou abstratas), fomos capazes de representá-las mental e depois simbolicamente. Só que isso ainda não explica a crescente complexidade da linguagem. Para tentar esclarecer como isso se deu, Deutscher compara a linguagem a um recife de corais; no lugar dos corais, o que há neste caso são antigas metáforas, palavras cujo significado original se perdeu com o tempo: de tão usadas em sentido diferente, ninguém mais se lembra de seu significado original. Como num recife, as camadas mais internas, que um dia já foram colônias de pólipos vivos, hoje são estruturas fósseis; um dia, as camadas externas também vão morrer e servir de base às próximas gerações de corais - ou de metáforas. 


Numa linguagem primordial devia haver apenas palavras para denominar coisas físicas (como partes do corpo, animais e objetos), ações simples (como andar, comer, arremessar) e indicações (eu, você, isso, aquilo, aqui, lá.). As abstrações vieram depois, o que parece natural em termos do processo evolutivo do homem e da mente humana: os termos que designavam a língua ou a boca passam a ser usados com o sentido de "fala" e, depois, de "idioma"; a partir do substantivo "olho" surge o verbo "olhar"; inversamente, do verbo "comer" nasce o substantivo "comida"; a palavra para "rocha" também passa a significar "duro" e, a seguir, "difícil", e assim por diante. Portanto, as coisas do mundo físico vão adquirindo sentido figurado e se tornando termos abstratos.



Vosmecê

A lei do mínimo esforço leva a uma redução constante das estruturas: foi assim que "vossa mercê" virou "vosmecê", depois "você" e, hoje em dia, já se ouve dizer "ocê" e mesmo "cê". Inversamente, a busca da expressividade leva a construções mais elaboradas, que compensam o desgaste natural das palavras: o latim hic, "aqui", que já era bem curtinho, com o tempo perdeu o c final e virou hi. Para compensar, os romanos começaram a empregar a expressão eccu hi, "bem aqui, aqui mesmo". Com o tempo, eccu hi deu acquí e depois o nosso "aqui". Da mesma forma, o latim solum evoluiu para o português "só"; aí nós resolvemos pôr essa palavra no diminutivo para dar mais ênfase e criamos o adjetivo "sozinho".



Mas a linguagem não é feita só de palavras. É preciso ter também uma gramática. Como as palavras teriam então começado a se combinar para formar frases e pensamentos mais complexos? Segundo a teoria mais aceita atualmente, a comunicação humana passou da protolinguagem à linguagem articulada quando a vida dos nossos ancestrais se tornou complexa o bastante para exigir uma comunicação mais sofisticada. Segundo Keith Devlin, da Universidade de Stanford, o Homo erectus, nosso ancestral que viveu há cerca de 1 milhão de anos, provavelmente já se comunicava com algumas palavras, mas sua língua não dispunha de gramática. 



Ao que tudo indica, as primeiras línguas faladas pelo homem eram isolantes como o chinês (língua isolante é aquela em que a maior parte dos morfemas são livres, isto é, palavras com significado próprio, que dispensam afixos e outros elementos aglutinados para indicar seu valor sintático). Eram, além disso, formadas de palavras monossilábicas que representavam coisas, qualidades, processos ou demonstrativos. Com o tempo, algumas dessas palavras, por aparecerem sempre juntas, foram se soldando, formando palavras compostas. Depois, alguns desses elementos foram perdendo seu caráter lexical e se tornando partículas gramaticais, como preposições e sufixos. Por exemplo, a desinência -mi da primeira pessoa do singular dos verbos indo-europeus (esmi, "eu sou") devia ser o próprio pronome me, "eu". Portanto, as palavras derivadas eram originalmente compostas. (Em línguas como o indo-europeu, os radicais e afixos são todos monossílabos, o que revela o caráter originalmente monossilábico de sua língua-mãe. Aliás, em indo-europeu, sílaba e morfema eram a mesma coisa.)


Adão e Eva
Quanto à fonética da suposta "língua de Adão e Eva", é bem provável que só houvesse consoantes oclusivas (p, tk), aspiradas ou não, além de nasais (mn), líquidas (r, l) e talvez s. Provavelmente só havia as vogais a, i e u, por sinal, os três tipos mais extremos de articulação vocálica (central baixa, anterior alta e posterior alta). Os timbres intermediários (éêóô) só teriam surgido muito depois, como variações dos sons básicos. Aliás, até hoje muitas línguas, como o espanhol, não fazem distinção entre os timbres aberto e fechado do e e do o. Em outras, como o árabe, esses timbres intermediários são meras variantes sem valor fonológico das três vogais primárias.


Talvez nunca saibamos ao certo como tudo começou, e por isso mesmo o mistério da origem da linguagem seja tão fascinante quanto o das demais origens - do universo, da vida, da consciência. Enquanto a ciência não fornece uma explicação conclusiva, cabe à inteligência humana, aliada à imaginação, vislumbrar a resposta - ou ao menos deleitar-se com a pergunta.



Aldo Bizzocchi é doutor em linguística pela USP e autor de Léxico e Ideologia na Europa Ocidental (Annablume) e Anatomia da Cultura (Palas Athena) 
www.aldobizzocchi.com.br

Nosso comentário:

Uma conclusão breve é que o nosso estágio de fala não poderia ser alcançado paulatinamente embora a língua seja um produto cultural dinâmico e complexo é apenas resultado de um salto, de uma capacidade pronta de alguma maneira no ser humano. Um ser humano pode não desenvolver a fala mas isso é apenas um acidente, já um gorila jamais falará, a não ser que uma mudança de extra ordinária magnitude e imediata se fizesse no seu organismo. A estrutura linguística humana é única e as diferenças entre famílias linguísticas e línguas isoladas como vocabulário, sons emitidos e diferenças culturais são mínimas comparadas ao fenômeno da fala em si. A Bíblia registra que o primeiro homem já falava,que Deus falava com ele e ele falava com a primeira mulher, e que um ser que não era, nem o Deus criador e nem os únicos humanos, também falava com eles  ( Adão e Eva ) e que considerações complexas foram feitas, complexas até para o nosso nível atual, sobre a divindade, o bem e o mal, vida, morte e estado relativo a uma hierarquia complexa ( Deus, homens, anjos, animais, etc. )

Por Helvécio s. Pereira


LEIA TAMBÉM:


AS MARAVILHAS DA BÍBLIA em 


( clique no link abaixo ):


http://mensagemdopregador.blogspot.com/2010/11/as-maravilhas-ocultas-da-biblia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos