SANDI PATTY LOVE IN ANY LANGUAGE

domingo, 12 de setembro de 2010

A MALDIÇÃO DA LIBERDADE



Há um confronto tácito entre duas posições dentro do cristianismo. Embora um alinhamento a um dos lados ou ao outro não tenha nenhuma interferência na salvação do crente, do cristão evangélico ( bem que para ser salvo o homem, qualquer um, tem que apenas exercitar a fé no único salvador: Jesus Cristo e nada mais, algo inarredável- Sem Cristo, sem salvação! ) Os dois lados são os seguinte: é o homem livre ou não livre nos seus atos?

Em linhas gerais o raciocínio de ambos os crentes que se posicionam em um ou outro lado é o seguinte, em linhas gerais e simplificadamente para ma comparação adequada:

                                      O homem não é livre                /               O homem é livre

   Não é  livre pois isso implicaria em diminuição ou perda da soberania de Deus.

   É livre pois o homem faz o que quer.

   Observações necessárias: 

Os primeiros ( os que apreedem que o homem não seja livre, de modo algum ), vêem a soberania de Deus como um grande bolo que não pode ser repartido. Se se tirar um pedaço para alguém, independente do tamanho, da proporção dessa parte, Deus perde um pedaço, uma porção de Sua soberania.


Os outros crêem que o homem faz o que bem entende, o que queira, o que lhe der na telha. Para esses Deus pune, ou não está nem aí, ou apenas observa, registra e recompensa, ou pune esses homens ( no presente ou no futuro ). É um Deus ocupado matando baratas, matando moscas todo o tempo, ou indiferente, distante, fazendo as Suas próprias coisas, em outro lugar.

Os primeiros se baseiam em uma idéia lógica: Deus é o maior, é tudo em todas as coisas, conhece tudo, conhece todas as coisas, e como tal como poderia de modo lógico ser contrariado, ou deixar-se ser contrariado?

Os outros pensam: Basta olhar o mundo, os crimes, as atitudes, muitas tão terríveis que se Deus se importasse ( não que não pudesse, ou não  possa ) deteria muitas dessas ações, desses atos, pelo menos os mais terríveis. Se não o faz, então o homem é livre para fazer o bem e o mal, depende do que lhe vem a cabeça em determinada altura da vida.

Os primeiros se baseiam em uma idéia lógica, mas apenas uma idéia. Os outros se baseiam na lógica pragmática, do que vemos todos os dias, do que sentimos em nós mesmos, na nossa experiência  pessoal. Quantas coisas fazemos livremente na vida? Escolha de um time para torcer, nome de um filho, entre duas garotas ( falando de nós homens), entre o bife bovino e o frango, etc. É inegável que fazemos escolhas no mundo real, fato inegável para os primeiros e para os segundos nessa posição de pensamentos tão diferentes.

Adianto-lhes que na Bíblia não se encontra fundamentada nem a primeira  e nem a segunda posição, o que falaremos mais adiante.


                                            O homem não é livre      /   O homem é parcialmente livre


O homem não é livre pois tem a influência do pecado sobre si, algo explícito na Bíblia ( estamos falando de conceitos e posições cristãs ). O homem é pecador e portanto incapaz de fazer o bem, qualquer bem, em qualquer tempo. O homem só produz o mal, esse mal é inerente e intrícico á sua natureza.


O homem é parcialmente livre pois embora sob a influência do pecado, que funciona como uma tendência dominante, o homem pode fazer o bem, desde que se esforce para isso.


O homem não é livre pois Deus é que produz as ações em todas as suas criaturas. O homem, os anjos e qualquer ser vivo só faz o que Deus quer que seja feito e não há outra possibilidade ou saída.

O homem é parcialmente livre ( definiremos melhor e definitivamente esse "parcialmente" a seguir ) pois sob a influência do pecado lhe dá uma tendência a realizar atos nocivos, pecaminosos, o homem age em última instância por si mesmo, após uma escolha rápida ou planejada, mas cônscio da sua escolha. Quando o homem peca sabe que pecou. Quando tem um ato nobre sabe o que lhe custou algo, um esforço, que lhe possibilitou fazer exatamente o oposto que naturalmente faria.

O homem não é livre pois nenhuma das criaturas de Deus são livres, Ele é quem as movimenta e as ações delas já estão todas previamente determinadas, toda a história está escrita e pronta.

O homem é livre pois o futuro é resultado de um presente que não está determinado, em que todas as coisas são possíveis. O futuro ainda não existe.

O homem não é livre, pois senão faríamos o que desejássemos, Deus seria um fraco, um impotente e portanto não seria um Deus.

O homem é livre dentro de limites predeterminados pela soberania divina. Deus lhe deu uma liberdade vigiada.

O homem não é livre pois toda a história humana tem um objetivo, toda a criação é razoável, tem um princípio e um objetivo e Deus não permitiria que o universo e a história humana fossem um caos, que não se chegasse a lugar nenhum. A Bíblia tem um Gênesis e um Apocalípse. A história começou e terá fatalmente, um final, como nEla, a Palavra de Deus a registra.

O homem, os anjos, são livres, entretanto sem ferir os propósitos maiores de Deus. Deus acompanha a história dada partida por Ele mesmo, interage com Suas criaturas e elas são impossibilitadas de destruirem os Seus planos que terão cabalmente  um final segundo a Sua soberania, mas essa liberdade dada a todos os seres vivos, animais, anjos e homens é baseada em limites legais segundo a Sua eterna e perfeita justiça. E é com base nessa justiça que Deus responsabiliza os atos de cada um e legítimamente os pune e os recompensa.

Mas afinal, qual é a posição das Escrituras, se olhamos somente para ela, sem os pressupostos e as contaminações teológicas amarradas à histórias denominacionais, contaminações institucionais, filosóficas e de  outras implicações?

A Bíblia não traz respostas só porque achamos que temos perguntas. Deus só revelou nas sua Palavra o que nos convinha saber, um conhecimento que pudesse ser traduzido na prática, em vida e em salvação. O que não contribui para esse contexto não está lá nas Escrituras, ainda que legitimamente eu ache que tenha direito a uma resposta. Mas se a questão é necessária e o questionamento legitimo a resposta certamente está lá. Basta lê-la, não com a predisposição de colecionar versículos favoráveis a uma idéia intuida em algum momento, mas de apreender oq ue Ele, como revelação de Deus, nos tem a dizer.

Para tal, que tal lê-la do Gênesis ao Apocalípse, quantas vezes forem necessárias. Leia-a, brigue legítimamente com ela se for o caso, mas leia-a. Quantos cristãos lêem ávidamente ( e não há nada de errado nisso ) livros cristãos sobre algum assunto relacionado a própria Bíblia, com centenas e centenas de páginas. Leia a Bíblia com o mesmo desejo, sede e avidez.

O primeiro relato em que Deus se relaciona com o homem está em Gênsis. Refiro-me a um desses que trata da fala de Deus a Adão e a Eva sobre as regras do jardim do Édem, o que poderiam e o que não poderiam fazer. Se o primeiro casal, nossos pais não pudessem escolher e tivessem suas ações instintivas, programadas, fossem robôs, nenhum aviso ou instruções lhes era necessárias, ou ainda mais lógicamente verdadeiras. Mas foram instruídos, receberam ordens para se multiplicarem e encherem a terra e sujeitá-la. O único limite seria  não comerem da árvore do conhecimento do bem e do mal com a antecipação do  resultado desse simples ato: a morte. Alguns, pouco apropriadamente, asseveram: mas não havia morrido nenhum ser humano, como poderiam eles ter a idéia, a experiência do que seria uma morte? 

Bem antes de responder a essa fraca objeção que redunda em um a posição frente a não liberdade do homem ( que pode ter tecnicamente vários nomes ) gostaria de lembrar que nós também não sabemos o que é o inferno e nem de longe supomos, ainda que com esforço de raciocínio, como será a perdição eterna em toda a sua realidade. Mas somos instados  a fugir dela, a nos salvarmos  através da pessoa Jesus Cristo. Respondendo do ponto de vista físico, será que não viram a morte de um inseto, uma folha, a queda de uma flor, a morte de um animal, nada? De fato não sabemos quantos anos viveram no Édem antes da queda, mas é apenas um detalhe fraco para ser usado contra ou a favor da liberdade ou não liberdade  do homem, que  é o argumento da inexperiência.

Após o pecado, temos o terrível evento do assassinato de Abel por seu irmão Caim. A origem foi o ciúme de Caim pela aceitação por parte de Deus do sacrifício de Abel. Deus mesmo se dirige a Caim e lhe pergunta o porquê do seu sembrante caido e finalmente lhe assegura que se fizer o que é certo será aceito. Se Caim não pudesse ter outra atitude, não fariam nenhum sentido a admoestação divina. Antes, após a queda, Deus se dirige ao homem e a mulher, depois a Adão e por último a serpente ( Satanás). Todos são advertidos e responsabilizado com sanções reais sobre os seus atos. Se não fossem livres que sentido haveria nessas sanções?

Temos vários episódios reveladores, listá-los todos e em ordem , não é prático  nessa postagem. Abraão intercedendo por Sodoma e Gomorra. A iniciativa partiu de Abraão, fazendo uma observação a Deus, da da a liberdade e a intimidade da comunhão como Seu Deus. O foco das observações de Abraão não foram a justiça de Deus como fora a de Satanás no Édem, mas a extensão da Sua misericórdia. Abraão sabia que Deus era perfeitamente justo mas misericordioso e justamente pensando nos seres humanos vivendo nas  duas cidades e sabendo que haveria a possibilidade de haver mais pessoas como Ló seu sobrinho, justas e tementes a Deus, Deus favorece misericordiosamente todos os demais, o que Ele, Deus faria. Se Abraão não fosse livre para orar, para pedir, apara argumentar com Deus, que lógica haveria no registro desse fato?

Há muito mais relatos, fatos reais registrados na Escritura, que se forem analisados com objetividade, sem pressupostos e sem terminologia "teologesca", a real e reveladora posição bíblicas saltarão a vista e a mente. O homem é livre, mas não totalmente. Como as demais criaturas de Deus, ele tem o seu espaço e um leque de possibilidades previamemente definidos.

Não é o homem um robô, sob a ótica moderna e nem tão pouco  uma marionete. Isso não implica na redução da condição de Soberania de Deus, ao contrário, Ele Deus se mostra mais soberano ( se isso fosse possível ) quando percebemos a Sua liberdade de criar situações, mudar coisas, fazê-las novamente, exercer misericórdia e justiça, intervir e levar a cabo todos os Seus planos. É possível claramente perceber-se a Sua misericórdia e a Sua justiça, quando ficam inquestionavelmente demonstradas a culpa e responsabilidade de Suas criaturas. O tema e o assunto são apaixonantes e abordá-los sem segundas intenções para compreender finalmente o que a Bíblia quer que saibamos e creiamos é extremamente necessário.

Finalmente um texto impressionante das Escrituras dizem claramente no livro de Ageu: "Se subires as estrelas e lá te remontares como águia, de lá te tirarei, diz o Senhor". Temos como seres humanos muitas possibilidades, o conhecimento do bem e do mal, além do consequênte mal  advindo da queda, da desobediência, se tornou uma maldição, pelo leque de possibilidades e pela responsabilidade da escolha, acrescida pela tendência pecaminosa herdada de nossos antepassados.

Por Helvécio S. Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos