COME TO ME

domingo, 10 de outubro de 2010

DESVIANDO-SE DO FOCO E O NÃO DISCERNIMENTO



A arquitetura teológica é tão complexa e as vezes temos um prazer real em reconstruí-la para termos uma melhor compreensão que nos fixamos em alguns pontos que se tornam elementos a serem defendidos mais por orgulho que por primazia em si mesmos. Nos debatemos em torno de outros textos, esquecendo muitas vezes aqueles que são os fundamentais para aquela discussão e polêmica, os quais ficam de fora. Se fossem incluídos antes dos outros poderiam muito bem dirrimir toda a dúvida.

Algumas polêmicas duram séculos e nos encontramos em um rigoroso e durável dilema, praticamente sem vencedores. Outro dado é que a qualidade do discurso não é factualmente um elemento definidor da verdade. Uma mentiras, um engano, um erro pode-se, para defendê-lo, graças ao talento e capacidade construir-se um discurso praticamente irrefutável,pela forma como é construído e apresentadas as idéias e reflexões numa sequência lógica e inteligente ( notem que estou me esforçando também ). Li um artigo, muito bem escrito ( afinal não leio só o que me agrada e coisas que eu concorde com elas,  e autores que expressam e espelham somente as minhas idéias ) sobre uma defesa do profeta Maomé do Islã. 

Como disse tratou-se de uma análise bem escrita, bem fudamentada, que defendia o Islã e seu fundador das três principais argumentações sobre a sua fidedgnidade ou veracidade. O autor enumerou imparcialmente todas as acusações e posições dos que tem alguma ou muita resistência contra o Islã e seu profeta, aliou-as, definiu-as conforme os autores das posições contrárias, de forma polida e educada, sem omissão e respondeu segundo a sua opinião uma a uma. Dificilmente alguém ocidental e cristão nominal, com menos informação e discernimento poderia apresentar argumentos contrários. Desse modo, polida ou educadamente, muitas vezes uma posição aparentemente é ganha no grito, ainda que  seja um grito educado e respeitoso.

Aí há a necessidade de um elemento decisivo nessas questões: o discernimento. O discernimento é algo que o faz detectar que algo, ainda que com um belo verniz, uma boa camada de tinta, ou um pequeno desvio não corresponde à legítima verdade. Mas não basta ser algo perfeito, essa busca parece se mostrar inútil, pois por parte de nós seres humanos não se concretizará, mas de discernir o que é fundamental e o que é acessório. A Bíblia nos fala disso, de coisas que são mais importantes e de coisas legítimas ligadas as coisas divinas, que são menos importantes.

Um exemplo disso, e é exatamente o que quero abordar nessa reflexão é a questão do famigerado livre-arbítrio. Parece que ele é potencialmente perigoso à Soberania divina, quase como uma disputa pelo trono. Se o homem é livre ainda que parcialmente, limitadamente, Deus teria que descer do trono e não ser mais Deus. Se Deus permanece no seu trono, o homem não é nada, é apenas um fantoche e todas ( disse todas ) as ações feitas pelo homem é Deus fazendo por trás, ou pior através dele ( homem ). Quem afirma isso não imagina, não vê as imagens, as ações e atos terríveis e inomináveis e Deus lá como executor dos mesmo. Nem ateus atribuem, na possibilidade de Deus existir, tal possibilidade. Quem assim pensa não está sendo honesto. Deus não é o agente de estupro com ou sem morte, de um ato de pedofilia, de homossexualismo, Deus não faz ( Ele Deus ) um travesti se transformar até se mutilar em um transsexual...e não se trata só de "escolhas" sexuais, há uma abundância de maldades em todas as áreas da existência humana, muitas inomináveis, indescritíveis e um Deus três vezes santo, não estaria legitimamente por trás de cada uma delas.

Mas a discussão persiste como se essa fosse o princípio de toda a cosmovisão na relação Deus-homem. Versículos são resgatados uns após outros na expectativa de que algum deles finalize a disputa quando a questão é de fato, ao meu ver, outra. Se não vejamos:

No Édem, após a criação de todas as coisas, Deus criou o homem e a seguir a mulher e lhes deu uma ordem, ou algumas ordens:que se multiplicassem , que sujeitassem todas as coisas e que não comessem do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Esse texto é tão conhecido, originalmente ou por citação, que todos sabem pelo menos alegóricamente sobre Adão e Eva. Religiosos cristãos ou não, letrados, cultos ou não, passam de largo pelos primeiros capítulos de Gênesis e vão em busca de coisas mais controversas. Boa parte nega-o como factual. Afinal, aparentemente não precisamos desse relato simplista para termos o nosso cristianismo seja de qual tendência for. Há no cristianismo muito mais questões importantes, as profecias, as cartas de Paulo, a organização da igreja, a pregação do evangelho para encher as igrejas e mantê-las aparentemente vivas, etc.

Pois bem. Pensemos num Deus Soberano ( e todos concordamos que Ele o seja , isso é fato ) e de repente encontramos esse mesmo Deus estabelecendo um princípio de autoridade, o primeiro da nossa história. Princípio esse tão importante que é frequentemente questionado, desafiado e destruído ( se fosse realmente insignificante quem se importaria com ele? ), o princípio da autoridade. Isso você deve fazer, não é uma opção, você fará e isso você não pode fazer ( não no sentido de potência, mas de dever fazer ). Multiplicar-se, reproduzindo-se, povoando a terra e dominando seus elementos,animais, vegetação, recursos naturais e leis físicas, foi uma ordem, expressa, a qual, todos nós, crédulos , incrédulos, religiosos ou não religiosos e até ateus a obedecemos até hoje. Comer do fruto do conhecimento do bem e do mal, não deveria ser feito jamais.

Satanás procurou Eva para corrompê-la e por consequência levar a raça humana a uma condição de queda, pois na linha de autoridade estabelecida por Deus, Adão deveria representar autoridade sobre Eva e Deus sobre Adão. Sutilmente Satanás quebrou a autoridade de Adão, corrompeu Eva que viva após comer o fruto deu a Adão seu marido o qual em consequência subverteu a autoridade de Deus o que nos separou de Deus como  espécie.

Notemos que se na visão de um homem e uma mulher sem liberdade de escolha não haveria  lógicas para o principio da autoridade. Seriam semelhante a robôs impossibilitados de desobediência. O interessante é que a Bíblia e não filósofos ou pensadores ateus, chamam a atitude de nossos pais de "desobediência". Ou seja eles podiam como puderem desobedecer a Deus no que ele Deus, lhes havia falado e ordenado, mesmo sem alguma tendência ao mal como estabelecido após a queda.

Após a queda, o homem sendo como Deus e anjos, conhecedor do bem e do mal , tem agora uma tendência que favoreça ao pecado, ou seja, é muito difícil não pecar,mas ainda é possível. é impossível não pecar nunca, ainda que seja um único pecado, mas é possível acertar sempre, com muito esforço e desejo de servir a Deus. Dessa forma José fugiu da mulher de Potifar como poderia não ter fugido. Pedro negou a Jesus como poderia não ter negado ( sobre o caráter da profecia ver meu outro post sobre o que é a profecia, que uma boa discussão também e que esclarece o episódio de Pedro ).

Somos pecadores mesmo sem termos pecado a primeira vez, ou se fosse possível uma única vez. Na ciência, mesmo não sendo  declarações científicas fonte para comprovação  de uma revelação bíblica, chama-se tendência os elementos que determinam algumas ações  e comportamentos, como por exemplo a violência maior entre indivíduos machos do que fêmeas, destancando-se entre os seres  humanos. Isso explica o farto de a violência social ser masculina e não feminina, embora mulheres apresentem outros tipos de animosidades.

A obra de Cristo nos confere a possibilidade de sermos restaurados e o pecado erradicado definitivamente de nossa natureza. Uma vez salvos com Cristo não haverá nenhuma, nem ao menos a menor possibilidade de pecarmos. Teremos a mesma limitação de Deus ( outro tema importante e pouco ventilado ) a Sua divina natureza. Deus "pode" tudo por potência, mas "não pode" tudo por Sua divina e Santa natureza. Com a natureza de Deus e não mais com a nossa não pecaremos jamais e teremos a vida eterna, que nos foi impedida justamente pelo pecado em nós ( para que não coma da árvore da vida e viva eternamente disse o Senhor no Édem ).

O Senhor Jesus poderia pecar, por potência, por possibilidade ( senão a obra redentora seria um teatro )  mas não pecaria pela sua natureza perfeita, como O Filho de Deus- outro assunto sensacional de ser abordado. Negar que o homem pecou por si mesmo,por um exercício de autonomia, e escolha, ainda que sob a intenção inconsciente de atribuir a Deus uma maior e total soberania leva a incorrer em graves erros de compreensão do que as Escrituras revelam como um todo, na sua unidade doutrinária.

A teimosia e tentativa em estruturar o que a Bíblia revela em cima de uma lógica humana, que no mundo ocidental se calca na cultura greco-romana, no modo como estabelecemos relações entre idéias opostas e convergentes, etc, limita a nossa aceitação do que as Escrituras simplesmente declaram e pronto. Ou seja Deus é soberano de qualquer jeito podendo descrever ou não os limites ( ?! ) dessa soberania e o homem é o agente de sua rebeldia e condição decaída. Concordo com o irmão Jorge F. Isah, no seu blog Kálamos, quando em uma de suas postagens afirmara: "Se há um absurdo é transferir para Deus a responsabilidade que nos pertence"(sic), na postagem intitulada "O Julgamento de Deus".

Embora tenha discorrido defendendo uma outra posição a sua frase e declaração enfática e clara, corresponde a única verdade. O homem é livre para aumentar em um côvado a sua estatura como advertiu-nos o Senhor Jesus? Não. Há limites para a atuação e realizações humanas, sejam boas ou más ( outro fato explicitado em toda a Escritura ), mas essas possibilidades são provas contundentes e claras da soberania de Deus determinando até onde o homem pode ir. Adão recebeu de Deus autoridade sobre todas as coisas nesse mundo mas estava submetido à autoridade de Deus.

Na inocência anterior à desobediência, o certo errado só seria sabido pela boca de Deus, outra importante lição do episódio do Gênesis. Deus era a fonte do conhecimento do bem e do mal e assim seria para toda a humanidade. Quando o homem se volta para Deus a maior virtude é exatamente essa condição de obediência a Deus, à sua Palavra. Somos filhos de Deus por obedecermos a Deus e não por nossas próprias idéias. Quanto mais submisso a Deus, à sua autoridade, mais autoridade terá esse crente para influenciar o mundo, fazendo a verdadeira obra de Deus.


Se o homem não tivesse liberdade para obedecer e desobedecer em si mesmo e fosse portanto um mero fantoche, uma extensão do decreto inflexível de Deus, o mérito da autoridade que determina e ratifica a desobediência por parte de Adão e Eva deixaria de ser e seria de fato ilógico. E mais: ficou instituída a relativa autoridade de Satanás sobre a existência humana. O homem trocou inadvertidamente a autoridade de Deus a qual deveria se submeter pela de Satanás sem supor que essa se tornaria um fardo para sua existência. Jesus convida a todos a trocar  o peso que os sobrecarrega pelo Seu fardo ( de Jesus ) suave. Faça-o mesmo hoje e agora mesmo.

E no que se refere à salvação? Se não houvesse a possibilidade de qualquer perdido se salvar Deus não  seria misericordioso e a Bíblia reitera não poucas vezes que Deus é amor e misericordioso. "Todo o que quiser venha e beba da água da vida". "Vide a mim todos os que estais cansados e sob recarregados e Eu ( Jesus ) vos aliviarei ". "Quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá" afirmação de difícil explicação mas que leva a um ponto extremo o desejo de ter vida através da pessoa de Jesus Cristo.

O Senhor Jesus lhe convida a vir a Ele, e se você não for, não se decidir a ir até Ele, ficando onde está , permanecerá perdido, pois todo homem e mulher nesse mundo já está na condição de perdido, de não salvo, e necessita daurgente salvação, da redenção, do resgate provido unicamente através da pessoa de Jesus Cristo, Deus e Filho de Deus. Amém.

Por Helvécio S. Pereira

P.S.: Se se interessar, há uma série de três postagens minhas intituladas " O pecado contra a autoridade", para acessar uma delas, clique  AQUI










NOTA: RECORRENTEMENTE POR SE TRATAR DE UM BLOG CUJA ABORDAGEM É RELIGIOSA MAS NÃO RESTRITA A UM TIPO DE RELIGIOSOS É RECORRENTE ANÚNCIOS DO GOOGLE COM REFERÊNCIA ESTRANHA A GENUÍNA FÉ CRISTÃ COMO N.S TAL, VIDAS PASSADAS, ETC. CARO VISITANTE. TAIS ANÚNCIOS APENAS REFLETEM AS TREVAS QUE O MUNDO JÁZ, E SE VOCẼ NÃO CONHECE A PALAVRA DE DEUS E NEM O SALVADOR JESUS CRISTO, CONVIDAMO-LO A CONHECÊ-LO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. ISSO PODE ACONTECER HOJE MESMO. A BÍBLIA TRAZ E REVELA-NOS AS RESPOSTAS DEFINITIVAS ACERCA DA VIDA, DA MORTE, E DA SALVAÇÃO ETERNA: JESUS CRISTO O FILHO DE DEUS. DEUS  O ABENÇÔE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos