COME TO ME

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O JUÍZO DE DEUS




O universo e toda a existência, onde e como ocorra, pressupõe claramente uma razão, uma lógica, uma referência. Sem ser um ataque pessoal a posição de um ateu é irracional por mais que se tranvista de inteligente. A idéia de Deus é  a que todas as coisas fazem sentido, em que as se encaixem pacificadoramente. O contrário disso é a excessão que incomoda, inquieta, e reclama urgentemente sua extirpação.

Partindo-se que a idéia de Deus, da realidade de sua existência seja  um fato pronto, já que há uma revelação de Si mesmo, chamada de Revelação Geral em que basta que se olhe a si e tudo que existe. Que de  pronto a razão reclame uma explicação e de que esse Deus deva ter  capacidades além das que eu tenha como ser humano, senão eu seria Deus e não o sou. Por não ser possível eu ter criado a mim mesmo e o mundo em que subexisto. Esse Deus que a rzão reclame deva ter um juízo das coisas e dos seres criados por Ele. Se eu como simples ser humano acho, penso acerca das coisas, as vejo  como boas ou ruins, por que não Ele? Se ações feitas por mim e pelos seres humanos semelhantes a mim são reprovadas por mim mesmo e pelos meus semelhantes em diversas situações, por que não Deus as reprovaria?

Estas conjecturas podem ser feitas a despeito de uma revelação específica, de fato homens e mulheres, enfim qualquer ser humano em qualquer época , por si poderia se inquietar com essas mesmas questões. Há porém uma situação que não poderia dela tomarmos conhecimento sem a chamada Revelação Específica que é a dada pela Palavra de Deus, nas Sagradas Escrituaras, encontradas na Bíblia Sagrada. Essa revelação específica não carece da minha aprovação e concordância, pois não é concebida, estruturada, imaginada como a cosmovisão das religiões que nascem da mente do homem para a prática humana.

Os ateus e agnósticos afirmam comcorreção que deuses foram criados pelos seres humanos para funcionarem como respostas as suas indagações mas não o Deus revelado na Bíblia, na Palavra de Deus, Esse Deus não foi concebido por nenhuma mente humana. O que podemos conhecer dEle é revelado por Si mesmo e é radicalmente diferente dos deuses criados, imaginados pela humanidade em qualquer periodo seja no passado, no presente ou em algum futuro.

Veremos algumas dessas características. Trata-se de  um Deus único em todos os seus atributos mas não um Deus solitário. Precede todas as coisas e a todas coisas subsistirá ( se é possível por sua única vontade que todas as coisas deixem por Ele mesmo de existir ). A razão ou nada que se possa imaginá-lo pode caber a sua exsência. Jamais será descrito até as últimas consequências tal a sua infinitude. Não pode ser medido, comparado, visto na sua inteireza. Só por isso deveria ser temido, respeitado, separado ( santificado). Daí o povo Hebreu não pronunciar o seu nome. Esse Ser tem uma opinião sobre nos como espécie e sobre cada um de nós. Imaginar outra situação foge a qualquer chamada razão.

Assim, guardadas todas as proporções, tomemos  como exemplo, a  intimidade possível entre uma pessoa qualquer, e uma pessoa  socialmente importante. Mesmo alguém sendo católico apostólico romano a distância entre o fiel e  o seu papa, de um cidadão com o maior dignatário de sua nação, pressupõe sempre um protocolo. Qual seria  a separação entre o homem, simples e  o Deus criador  e mantenedor de todas as coisas?  Que distãncia incomensurável separaria umdo outro? Temos fácil acesso ao presidente do banco em que temos  uma conta? ele noso conhece, nos atende a hora que  queremos ou precisamos? Já se foi o tempo em que versos patéticos de canções populares chamavam Deus de "o cara lá de cima".

Qual é a situação revelada na Bíblia, do homem em relação a Deus? Tentarei fujir umpouco do jargão religioso natural, pois as pessoas ouvem os padres, pastores, teólogos e continuam ( algumas, a maioria ) sem entendê-la. A Bíblia nos diz que o homem foi criado na terra e que Deus habita os céus. Isso é de uma importância e poucas vezes levado em consideração. A descrição da criação do homem  acontecida em um jardim ( melhor tradução do que paraíso - feita por São Jerônimo- já abordadda em postagem anterior ) e Deus veio a falar com ele, homem, passeando pelo jardim em determinados momentos do dia. O homem não conhecia ainda o bem e o mal e tinha comunhão com Deus, mais exatamente Deus vinha até o homem. Não reproduzirei os textos bíblicos, amplamente conhecidos, para poupar tempo e espaço. Espero que você os leia em sua própria Bíblia, ou consulte uma das Bíblias on line disponíveis através de links nesse mesmo blog.

Mesmo que o homem quizesse não poderia ir onde Deus mesmo está, mesmo antes do pecado, mesmo agora.  Mesmo após o pecado, Deus é que  veio a estar com o homem, ainda no jardim e depois fora dele, após a expulsão do casal humano. Depois em muitas outras situações ao longo da história humana. A principal na antiguidade, foi certamente, quando Deus chamou a Abrão.

O censo comum faz com as pessoas imaginem situações irreais. Deus não é acessível ao pecador. Deus nos vê, nada lhe escapa ao conhecimento, mas o homem é separado de Deus, espiritualmente e físicamente. Devaneios científicos faz com que as pessoas imaginem que se entrarem em uma nave com novos recursos  tecnológicos poderão "achar" onde Deus está. Que telescópios, radares, raios-x, lasers, poderão invadir a habitação de Deus. Satanás um dia esteve diante de Deus e de lá foi expulso e está na terra, preso, a vagar pelo mundo dos homens, sem acesso  aos céus, ele e dos demais demônios.

O homem nunca teve acesso a habitação de Deus. O pecado, foi a razão, ainda que voluntariamente, por ambição e por por em dúvida a declaração de Deus, da separação definitiva e da quebra de comunhão com o criador. Cada ser humano nasce e morre separado, impedido de estar onde Deus está. Portanto todo ser humano nasce condenado a separação com o seu Deus. Parece grave demais mas essa é a desagradável realidade revelada na Bíblia, na Palavra de Deus. Em toda a Bíblia Deus vem ao encontro do homem e escolhe algumas pessoas para, a partir delas, manter uma ligação com a espécie humana. Essas pessoas, homens e mulheres estão na mesma condição: separação completa de Deus.

Após o pecado, o homem e a mulher e portanto todos os seus decendentes se tornaram, como Deus conhecedores do bem e do mal mas diferentemente de Deus, incapazes de serem perfeitos. Propensos a fazer quase sempre o mal incluindo a si mesmos, a sociedade humana desde o início produziu e produz o que vemos todos os dias, não importando o nível de desenvolvimento, sofisticação e riqueza. Qualquer que seja a forma como se procure mensurar a obra humana ela será sempre terrivelmente imperfeita e maléfica. Essa ambiguidade impede que Deus coloque o homem dentro de seus planos para compartilhar a sua vontade. O homem é permanentemente rebelde a Deus ainda que compartilhe a Sua  semelhança e natureza. Basta olhar o que, como seres humanos produzimos na nossa história individual e como humanidade.

A Bíblia nos revela dois tipos de Juízos e em ambos todos seríamos reprovados ( não dois momentos de juízo- a Bíblia nos fala, nos revela um único julgamento, o Juízo final ). Jesus mesmo  nos fala deles. Um é o juízo proferido pelo próprio Deus e o segundo é o juízo comparado, os próprios seres humanos se acusarão no dia do juízo. Impossível escapar de tal condenação.Conclui-se portanto que todo ser humano só temuma garantia: a sua perdição. As pessoas não levam essa questão com seriedade e além do mais  até dentro de muitas cristãs, esse assunto é preterido, colocando-se outras questões em seu lugar. A perdição humana é o primeiro problema a ser resolvido, individualmente por cada pessoa.

Jesus Cristo, quem é  Ele? Jesus não é um simples homem, não é um anjo, um profeta, um iluminado, um mártir. Jesus Cristo é o mesmo pelo qual todas as coisas foram criadas e nisso também o Deus bíblico é diametralmente oposto a qualquer dei dade concebida pela mente humana. é a Palavra pela qual todas as coisas vieram a existir. No velho testamento ( na antiga Aliança ) Ele aparece como o "Anjo do Senhor", é Ele quem fala com Adão e em várias situações com as personagens do Velho Testamento. É o mesmo que aparece a Saulo no caminho de Damasco.  Esse Jesus é o Messias ( Salvador ), Emanuel ( Deus Conosco ), nos evangelhos.

Jesus é Deus e não um homem divinizado por sua perfeição e bondade, Jesus é o Deus criador, que escolheu nascer como homem e travar o mesmo embate de  Adão e Eva e diante de Satanás, compartilhando a  nossa humanidade, fazer todas as escolhas certas, ter uma vida absolutamente perfeita, e assim em nosso lugar, e por nós, derrotar o Diabo. É o "Logos" a que se refere o evangelista João, o "verbo", aquilo que filósofos gregos buscavam pela razão para explicar a origem de todas as  coisas. É o princípio, a razão, e o fim de todas as coisas. Ele mesmo afirmara: "Antes de Abraão existir Eu Sou". Ele e  o Pai são um. Quem vê o Filho vê também o Pai.                        

Portanto no plano de Deus, devemos crer na pessoa de Jesus, aceitar o que nos é revelado, acerca de sua obra por nós, e sermos salvos. Na antiguidade um único guerreiro representava um povo em uma luta. bastava ese lutador vencer que a vitória de seu povo seria declarada. Davi e Golias é um tipo, da vitória de Cristo por nós. Davi veceu a Golias e a vitória de Israel ficou declarada. Jesus venceu e a sua vitória é nossa desde que a reconheçamose reconheçamos a Sua pessoa. É simples assim. A fé nEle, Jesus, retira a separação entre nós e Deus, derrota Satanás e publicamente o derrota e o envergonha. Não a vida religiosa, a membresia institucional que restaura o nosso acesso a Deus, o criador. Crido dessa forma a terceira pessoa
que é Deus, o Espírito Santo vem habitar aquele que crê e esse tem umacomunhão real com Deus. comunhão essa impossível de ser estabelecida anteriormente.

A Bíblia revela que os que creem não serão julgados no dia do Juízo Final e portanto não serão condenados. A justiça de Jesus enquanto homem é nos imputada como justiça. A justiça dEle pssa a ser nossa justiça. Somos pecadores como os demais seres humanos, em nada melhores do que eles mas a partir do restabelecimento da comunhão com Deus, passamos a entender as coisas de Deus, Ele passa a falar pessoalmente a cada um de nós, tal qual Ele falava com Adão e Eva antes do pecado. Note que nenhuma religião, nenhuma igreja, nenhuma teologia, pode susbstituir essa experiência que começa com uma confissão pessoal a Deus. Deus ouve essa confissão feita em qualquer lugar que a pessoa estiver, em qualquer época, cultura, situação social, trata-se de  uma experiência individual e pessoal. Essa pessoa agora entenderá as coisas de Deus, a Palavra de Deus, reconhecerá a obra de Deus e poderá , só assim fazer a perfeita vontade de Deus.

Finalmente, já que todos já estão condenados, pelos seus próprios pecados, depois da vinda de Jesus a esse mundo, seu nascimento, vida, morte e ressureição, o juízo de Deus se manifestará definitivamente pelo desprezo dado a pessoa e a obra redentora ( resgatadora ) de Jesus Cristo. O homem já seria condenado por seus próprios pecados mas agora será condenado pela rejeição manifesta a pessoa de Jesus, sua obra salvadora e por fazer, a semelhança de Satanás, Deus mentiroso mais uma vez.

Por economia de espaço, não citei as passagens da Bíblia a que se remetem as reflexões feitas aqui. Notem  também que qualquer situação que o puder levar a ter um contato com essas verdades, para mim , são válidas. Há pessoas que tomam conhecimento dessa tão grande salvação, como é chamada na própria Bíblia, atgravés de uma cura, uma reunião em alguma igreja, em um show musical, peça de  teatro, conversa, folheto, etc. Essa decisão é de suma importância e que deve ser tomada, de aceitação, de entrega e de reconhecimento da obra e da pessoa de Jesus Cristo.

O Plano de Deus para a salvação do homem é  extremametne simples, porém  as pessoas  gastam a vida, décadas, sem o enfrentamento da sua situação de perdição, sem uma decisão. Você deve dizer para Ele, que escolhe crer nEle, que lhe entrega voluntariamente o senhorio de sua própria vida e que a partir desse momento não viverá para si mesmo, em rebeldia a Deus, que se arrepende dos seus pecados e da condição de pecador pedindo que salve a sua alma e que após a sua morte ( fato definitivo para todo ser humano ) que Ele, ( Deus, Jesus) o receba um dia nos céus, conforme promessa  claramente expressa e assegurada pela sua Palavra. Se não é salvo, não deixe de tratar esse assunto com a máxima seriedade, hoje mesmo. Amém.




NADA SUBSTITUI A LEITURA DA PRÓPRIA BÍBLIA. LEIA-A PORTANTO.

COMENTE ESSE  "POST"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O QUE ACHOU DESSE ASSUNTO?

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos